Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Costa do Marfim

Costa do Marfim é um país de 27 milhões de habitantes situado na região da África Ocidental. Sua economia é baseada no setor primário, com destaque para a produção de cacau.

Bandeira da Costa do Marfim.
Bandeira da Costa do Marfim.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A Costa do Marfim, ou República da Côte d’Ivoire, é um país localizado na região da África Ocidental e banhado pelo oceano Atlântico na região do golfo da Guiné. Dispõe de clima tropical e árido com vegetação que varia entre as savanas e as florestas, além de relevo planáltico. Mais de 27 milhões de pessoas vivem na Costa do Marfim, e metade delas habita cidades como Abidjã, capital econômica do país, e Yamussucro, sua capital administrativa e principal centro político. A economia marfinense é pautada pelos setores terciário e primário, com destaque para a produção e exportação de cacau e para o crescente desenvolvimento do segmento do turismo.

Leia também: Cabo Verde — outro país localizado na região da África Ocidental

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a Costa do Marfim

  • A Costa do Marfim é um país africano localizado na região da África Ocidental.

  • Possui duas capitais: Yamussucro, centro político e administrativo, e Abidjã, centro econômico e que abriga parte da estrutura do governo.

  • É chamado oficialmente de Côte d’Ivoire, seu nome em francês.

  • Apresenta clima tropical no sul, região mais úmida do país, e árido ao norte.

  • O relevo da Costa do Marfim é formado por planícies e planaltos.

  • A agricultura desempenha importante papel na economia da Costa do Marfim, que é, atualmente, o maior produtor e o maior exportador de cacau do mundo.

  • Possui 27.054.000 habitantes, dos quais 53,3% vivem nas cidades.

  • Foi colônia francesa entre o século XIX e meados do século XX, tendo conquistado a sua independência em 1960.

  • O país enfrentou um período de intensa turbulência política e social a partir dos anos 2000, com ocorrência de golpes de Estado e a eclosão de uma guerra civil.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais da Costa do Marfim

  • Nome oficial: República da Côte d'Ivoire.

  • Gentílico: costa-marfinense, marfinense.

  • Extensão territorial: 322.462 km².

  • Localização: África Ocidental.

  • Capital: Yamussucro (política e administrativa) e Abidjã (econômica).

  • Clima: tropical e árido.

  • Governo: república presidencialista.

  • Divisão administrativa: 12 distritos e dois distritos autônomos.

  • Idioma: francês (oficial).

  • Religiões:

    • islâmica: 42,9%;

    • católica: 17,2%;

    • evangélica: 11,8%;

    • animismo: 3,6%;

    • metodista: 1,7%;

    • outras religiões cristãs: 3,2%.

  • População: 27.054.000 habitantes (ONU, 2022).

  • Densidade demográfica: 85,1 hab./km².

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,550.

  • Moeda: franco CFA da África Ocidental.

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 77,05 bilhões (FMI, 2023).

  • PIB per capita: US$ 2.650.

  • Gini: 0,372.

  • Fuso horário: GMT.

  • Relações exteriores:

    • Organização das Nações Unidas (ONU);

    • Organização Mundial do Comércio (OMC);

    • Fundo Monetário Internacional (FMI);

    • Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD — sigla em inglês para United Nations Conference on Trade and Development);

    • Banco Mundial;

    • União Africana.

Mapa da Costa do Marfim

Mapa da Costa do Marfim.

Geografia da Costa do Marfim

A Costa do Marfim é um país do continente africano localizado na região da África Ocidental. Banhado pelo oceano Atlântico, onde se forma o golfo da Guiné, ao sul do território marfinense, ele estabelece fronteira com outros cinco países:

  • Mali e Burkina Faso, ao norte;

  • Gana, a leste;

  • Guiné e Libéria, a oeste.

O território da Costa do Marfim se estende por 322.462 km², ocupando aproximadamente 1% de toda a extensão do continente africano. A seguir, confira as principais características físicas do país.

Clima da Costa do Marfim

Dois tipos climáticos estão presentes na Costa do Marfim:

  • Clima tropical úmido: ocorre no sul do país, onde há maior influência da umidade vinda do oceano Atlântico. É marcado por temperaturas médias que ficam em torno de 30 °C, com chuvas que ocorrem principalmente entre os meses de maio e julho. A precipitação anual é de 1.900 mm.

  • Clima semiárido (ou clima de savana): predominante no norte do país. Apresenta temperaturas que variam entre 27 °C e 38 °C e recebe a influência de ventos quentes e secos que sopram a partir do Noroeste da África. O volume anual de chuvas é menor e chega a 1.200 mm.

Relevo da Costa do Marfim

Com exceção dos terrenos montanhosos do oeste da Costa do Marfim, o país é caracterizado por relevo aplainado e planáltico com altitudes médias de 250 metros. O ponto mais elevado da Costa do Marfim é o monte Nimba, que fica localizado na fronteira com a Guiné. Seu ponto culminante fica 1.752 metros acima do nível do mar.

Vegetação da Costa do Marfim

Paisagem natural na Costa do Marfim.
Paisagem natural na Costa do Marfim.

A vegetação da Costa do Marfim varia de acordo com a predominância climática. No norte do país, região que recebe menor volume anual de chuvas, fica a savana, cuja cobertura vegetal é formada por arbustos, gramíneas e árvores esparsas. As formações florestais estão presentes a partir do centro em direção ao litoral, onde se encontram as florestas equatoriais.

Hidrografia da Costa do Marfim

A Costa do Marfim apresenta uma complexa rede de drenagem formada por grandes lagos e rios, a maioria dos quais deságua no golfo da Guiné. Um dos principais e maiores cursos d’água do país é o rio Bandama, que percorre 800 quilômetros de norte a sul do território marfinense na sua porção central, sendo muito utilizado para a navegação comercial, a geração de energia elétrica e a pesca.

Demografia da Costa do Marfim

A Costa do Marfim tem população de 27.054.000 habitantes, sendo, por isso, o terceiro país mais populoso da África Ocidental. Sua densidade demográfica é de 85,1 hab./km², mas a distribuição populacional não acontece de maneira homogênea.

A maior parte dos habitantes da Costa do Marfim se concentra no litoral do país, ao sul. Além disso, 53,3% vivem nas áreas urbanas, o que caracteriza o território como urbanizado. As cidades mais populosas do país são as suas capitais administrativa (Abidjã) e legislativa (Yamussucro), com, respectivamente, 5 milhões e 230 mil habitantes.

 Vista superior de Abidjã, cidade mais populosa da Costa do Marfim.
Abidjã, cidade mais populosa da Costa do Marfim. [1]

O crescimento populacional na Costa do Marfim é o 35º mais elevado do mundo, com taxa de 2,16% ao ano. Esse resultado é decorrente das altas taxas de fecundidade e de natalidade, além de uma mortalidade que fica abaixo do número de nascimentos. A população da Costa do Marfim é jovem e apresenta idade mediana de 21 anos. Por sua vez, a expectativa de vida do país fica entre as mais baixas do mundo: 62,7 anos.

Veja também: Nigéria — o país que possui a maior concentração populacional da África

Economia da Costa do Marfim

A Costa do Marfim ainda é categorizada como uma economia nacional subdesenvolvida por se basear em produtos primários e na indústria imediatamente associada a eles, embora tenha ganhado cada vez mais importância no contexto econômico africano pelo seu rápido processo de crescimento e desenvolvimento. O PIB do país é de 77 bilhões de dólares, com variação positiva de 7% no período mais recente.

A agricultura abriga uma parcela de 68% de toda a mão de obra da Costa do Marfim, sendo ainda responsável por 20% do PIB. O país é um grande exportador de cacau, borracha e castanha-de-caju, todos esses elementos oriundos do setor primário da economia. Esse segmento responde ainda pelo plantio do dendezeiro e pela produção de banana, mandioca, inhame e cana-de-açúcar. Já a indústria corresponde a 26% do PIB, destacando-se na geração elétrica, no refino do petróleo, na produção de alimentos e bebidas e de bens manufaturados.

O setor terciário é responsável por uma fatia de 53% do PIB da Costa do Marfim. O comércio tem grande importância nesse segmento da economia do país, além do recente crescimento do turismo, que tem projetado essa atividade como um dos futuros pilares da economia marfinense.

Turismo na Costa do Marfim

O turismo cresceu de maneira significativa na Costa do Marfim. Entre 2010 e 2021, o número de pessoas que chegaram lá na condição de turistas saltou de 252.000 para 1.965.000, segundo dados da ONU. São inúmeros os atrativos do país, que vão desde as formações naturais, os elementos históricos da paisagem e a sua enorme riqueza cultural.

 Lago localizado na Costa do Marfim, região cujos passeios de barco são uma das principais atividades turísticas praticadas.
Passeios de barco sobre os lagos da Costa do Marfim estão entre as atividades turísticas praticadas no país. [2]

São várias as atividades turísticas que podem ser realizadas na Costa do Marfim, as quais incluem:

  • prática do ecoturismo;

  • visitas às praias do sul da Costa do Marfim;

  • turismo religioso em mesquitas e basílicas;

  • trilhas e caminhadas;

  • turismo histórico pelos monumentos e construções existentes no país.

Infraestrutura da Costa do Marfim

A Costa do Marfim é um país urbanizado, mas que ainda apresenta uma grande parcela de sua população vivendo no meio rural. Apesar disso, a infraestrutura presente nas regiões urbanas é diferente da infraestrutura presente no campo.

Quase 90% dos moradores das cidades acessam água potável, enquanto no campo essa porcentagem cai para 70%. A rede sanitária do país atende a quase 78% das residências urbanas, mas no campo esse serviço tem um alcance muito baixo, que é de apenas 35%, o que a baixa qualidade de vida da população.

A rede elétrica de Costa do Marfim tem cobertura para 76% de sua população, estando a maior parcela nas cidades. A matriz energética do país é composta, essencialmente, pelos combustíveis fósseis (75,6%) e pelas hidrelétricas (24,2%), com uma pequena participação da energia solar.

Nos transportes, o modal rodoviário é predominante, com uma rede de mais de 81 mil quilômetros de estradas. As hidrovias e as ferrovias são utilizadas também para os deslocamentos internos, embora em menor escala.

Governo da Costa do Marfim

A Costa do Marfim é uma república presidencialista em que o presidente é eleito de maneira direta pela população através do voto. Nas últimas décadas, entretanto, o país enfrentou profundas crises políticas, marcadas por um golpe de Estado no final do ano de 1999, e uma guerra civil que dividiu o território marfinense em duas partes, tendo realizado eleições novamente apenas no ano de 2010. Ainda assim, o resultado do pleito não foi aceito pelo líder da oposição e até então presidente do país que estava no cargo desde 2000, que alegou fraude no processo.

A refusa reativou o conflito interno, que findou somente com intervenção internacional e das Nações Unidas. O atual presidente do país ganhou as eleições em 2015 e, novamente, em 2020. O próximo pleito está marcado para acontecer em 2025.

Nota-se, ainda, que a Costa do Marfim possui duas capitais:

  • Yamussucro, capital política e administrativa;

  • Abidjã, que abriga a sede do governo e representa a capital econômica do país.

História da Costa do Marfim

O território atualmente conhecido como Costa do Marfim recebeu um grande número de migrantes oriundos de países vizinhos a partir do século XIV, dentre os quais estavam os povos mandingas, que são nativos da região da África Ocidental.

Com o avanço da colonização europeia pelo mundo, o litoral africano se transformou em um entreposto comercial muito frequentado por portugueses e espanhóis, em um primeiro momento. Na costa oeste, comercializavam-se itens como o marfim, ouro e pimentas. Além disso, a história de toda aquela região ficou marcada pelo tráfico de pessoas escravizadas que aconteceu entre os séculos XV e XIX. Estima-se que, somente durante o século XVIII, mais de 3.500 pessoas escravizadas passavam por lá anualmente, retiradas à força do território africano.

Os franceses chegaram à região no ano de 1637, mas não estabeleceram colônia na Costa do Marfim até o século XIX. Houve resistência da população local com relação à dominação francesa, mas o território acabou sendo incorporado à área que ficou conhecida como África Ocidental Francesa.

A Costa do Marfim conquistou a sua independência no dia 7 de agosto de 1960, embora as relações com a França tenham se mantido próximas. Naquele mesmo ano, o líder do Partido Democrático da Costa do Marfim, Houphouët-Boigny, foi eleito e assumiu a presidência do país, tendo permanecido no poder por 33 anos. O período que tem início no final da década de 1990 e o início do século XXI inaugura uma fase de intensa instabilidade política e social na Costa do Marfim, marcada por golpes de Estado e guerra civil.

Veja também: Senegal — um dos maiores locais de saída forçada dos africanos escravizados que eram enviados para o continente americano

Etimologia de Costa do Marfim

O nome Costa do Marfim foi dado em função da intensa comercialização de marfim que se desenvolvia naquela região durante os séculos XV e XVI. Cabe ressaltar que, em 1986, o país formalizou um pedido junto à comunidade internacional para ser chamado em seu nome oficial, em francês: Côte d’Ivoire. As comunicações oficiais realizadas pelo governo brasileiro comumente se referem ao país da seguinte forma: Côte d’Ivoire (Costa do Marfim).

Cultura da Costa do Marfim

Pessoa usando máscara típica da cultura da Costa do Marfim.
As máscaras são elementos culturais muito utilizados em festividades e celebrações religiosas na Costa do Marfim. [3]

A Costa do Marfim apresenta uma grande diversidade cultural que é derivada dos mais de 60 grupos étnicos que estão presentes no seu território, dentre os quais podemos citar os acãs, os voltaïques e os mandês. Em função disso, embora o idioma oficial seja o francês, existe uma ampla variedade linguística na Costa do Marfim. Em termos religiosos e espirituais, temos a religião islâmica como predominante entre a população, sendo seguida por quase 43% dos marfinenses.

Cada grupo étnico apresenta suas próprias tradições e manifestações culturais, destacando-se a realização de festivais com danças, máscaras e ritmos musicais típicos, a exemplo do Goli, realizado pelos baúles, e do Zaouli, dança mascarada da etnia guro. A Costa do Marfim possui, ainda, uma longa tradição literária, detentora de importantes prêmios regionais e dentre os países falantes de francês, e também artística.

Curiosidades sobre a Costa do Marfim

  • Os quatro maiores lagos da Costa do Marfim (Kassou, Taabo, Buyo e Ayamé) são artificiais.

  • A Basílica de Nossa Senhora da Paz, localizada em Yamussucro, é uma das maiores igrejas do mundo.

  • O país é o maior produtor e exportador de cacau do mundo.

  • Fufu é o nome do prato nacional da Costa do Marfim, muito consumido também em outros países africanos. É feito com uma massa à base de mandioca e farinha de banana-verde e molho.

  • A cidade de Abidjã reúne a terceira maior população urbana falante de francês do mundo. Fica ao lado de Paris (França) e Kinshasa (República Democrática do Congo).

Créditos de imagem

[1] Agre guy thony roger / Shutterstock

[2] Hailu Wudineh TSEGAYE / Shutterstock

[3] DUNYA DEGISMEDEN / Shutterstock

Fontes

CIA. Côte d’Ivoire. Disponível em: https://www.cia.gov/the-world-factbook/countries/cote-divoire/.

DISCOVER AFRIKA. Climate and Geography. Disponível em: https://discover-ivorycoast.com/climate-and-geography/.

FUNAG. Topônimos e gentílicos. Disponível em: http://funag.gov.br/manual/index.php?title=Top%C3%B4nimos_e_gent%C3%Adlicos.

IMF. Côte d’Ivoire. Disponível em: https://www.imf.org/external/datamapper/profile/CIV.

TRANSAFRICA. The festivals of Ivory Coast: dances and music. Disponível em: https://transafrica.biz/en/the-festivals-of-ivory-coast/.

UNDP. Human Development Reports: HDR 2021/2022. Disponível em: https://hdr.undp.org/data-center/country-insights#/ranks.

UNITED NATIONS. Data: Côte d’Ivoire. Disponível em: https://data.un.org/en/iso/ci.html.

WORLD BANK. Data: Côte d’Ivoire. Disponível em: https://data.worldbank.org/country/cote-divoire.

WORLD BANK. The World Bank In Côte d’Ivoire. Disponível em: https://www.worldbank.org/en/country/cotedivoire/overview.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Costa do Marfim"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/costa-marfim.htm. Acesso em 05 de março de 2024.

De estudante para estudante