Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Câncer de mama

Doenças e patologias

PUBLICIDADE

O câncer de mama é um tipo de câncer que afeta as mamas, provocando sintomas como surgimento de nódulos e alterações na pele e no mamilo. A doença apresenta tratamento, e pode-se conseguir a cura completa do paciente, principalmente daquele que apresenta um diagnóstico precoce.

Entre os tratamentos disponíveis para casos de câncer de mama, estão: quimioterapia, radioterapia e cirurgia. O tratamento ideal para cada paciente dependerá de aspectos como o tipo de câncer e o estadiamento da doença. O câncer de mama no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), é o mais incidente em mulheres quando excluídos os tumores de pele não melanoma.

Leia também: Tumor é câncer? Conceitos, formação e diferenças

O que é o câncer de mama?

O câncer de mama é um tipo de câncer que afeta as mamas. Podemos definir o câncer como um grupo de doenças em que se observa o crescimento desordenado de células, levando à formação de tumores, os quais podem invadir tecidos e órgãos e até mesmo espalhar-se para outras regiões do corpo (metástase).

O câncer de mama afeta tanto mulheres quanto homens, entretanto, em homens, trata-se de uma condição rara. Segundo o Inca, o câncer de mama em homens representa apenas 1% do total de casos da doença.

O câncer de mama é uma doença que apresenta cura, principalmente quando o paciente recebe o diagnóstico precoce da doença.
O câncer de mama é uma doença que apresenta cura, principalmente quando o paciente recebe o diagnóstico precoce da doença.

Quais os fatores de risco para o câncer de mama?

Alguns fatores de risco são reconhecidos para o desenvolvimento do câncer de mama. Dentre eles podemos destacar: idade; obesidade e sobrepeso após a menopausa; sedentarismo; primeira menstruação antes dos 12 anos de idade; não ter tido filhos; primeira gravidez após os 30 anos de idade; menopausa após os 55 anos; uso de contraceptivos hormonais; realização de reposição hormonal; e casos de câncer de ovário e mama na família.

Vale salientar, no entanto, que a presença de um ou mais fatores de risco não significa necessariamente que a mulher desenvolverá esse tipo de câncer.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais os sinais e sintomas do câncer de mama?

O câncer de mama, inicialmente, não provoca sintomas, o que pode dificultar o diagnóstico precoce. Algumas alterações na mama, no entanto, podem indicar a doença, portanto, é fundamental que as pessoas tenham um cuidado especial com o seu corpo, sempre observando e procurando ajuda médica caso alterações levantem suspeitas de alguma enfermidade.

O Instituto Nacional do Câncer destaca como sinais e sintomas do câncer de mama que merecem atenção e que devem ser investigados pelo médico:

  • Surgimento de caroço na mama;
  • Mama com pele avermelhada, retraída ou com aspecto de casca de laranja;
  • Alterações no mamilo;
  • Nódulos na região das axilas e pescoço;
  • Saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.

Como é feito o diagnóstico do câncer de mama?

Conhecer o próprio corpo e realizar exames de rotina é fundamental para que doenças possam ser diagnosticadas precocemente.
Conhecer o próprio corpo e realizar exames de rotina é fundamental para que doenças possam ser diagnosticadas precocemente.

O diagnóstico precoce é essencial para um maior sucesso no tratamento de câncer de mama. Tanto homens quanto mulheres devem sempre observar bem o seu corpo de modo a identificar alterações que podem indicar uma doença. Além disso, a mulher deve fazer consultas de rotina ao ginecologista, o qual avaliará diferentes aspectos da sua saúde, inclusive as mamas. 

Entre os exames que podem ajudar no diagnóstico de câncer de mama, incluem-se o exame clínico e exames de imagem, como ultrassom e mamografia. O Ministério da Saúde recomenda que a mamografia seja feita por todas as mulheres com idade entre 50 e 69 anos, a cada dois anos. Vale destacar que os exames citados ajudam no diagnóstico, entretanto, após a verificação de um tumor, a confirmação da doença só é feita após a realização da biópsia.

Câncer de mama tem cura?

O câncer de mama é uma doença que apresenta cura, principalmente quando o diagnóstico precoce é realizado. O tratamento varia de um paciente para outro e dependerá de fatores como o tipo de tumor apresentado e a fase da doença na qual o paciente encontra-se. Quanto mais rápido inicia-se o tratamento, mais chance de cura ele apresentará. Dentre os tratamentos hoje disponíveis, podemos citar: cirurgia, radioterapia, quimioterapia, terapia biológica e hormonioterapia.

Leia também: Avanços no tratamento do câncer

O câncer de mama pode ser prevenido?

O câncer de mama apresenta como fatores de risco alguns hábitos de vida que podem ser modificados, como: manter uma alimentação saudável; praticar atividades físicas, evitando assim o  sedentarismo; não fazer uso de bebidas alcoólicas; evitar o uso de anticoncepcionais bem como a chamada reposição hormonal; amamentar.

O que é Outubro Rosa?

O Outubro Rosa é um movimento de conscientização do câncer de mama e procura espalhar informação de qualidade sobre o tema. Com isso espera-se que mais pessoas aprendam sobre esse tipo de câncer e, consequentemente, tenham acesso a um diagnóstico cada vez mais precoce, reduzindo-se os números de morte pela doença. Para aprofundar-se mais sobre essa importante campanha de saúde, principalmente para as mulheres, leia: Outubro Rosa.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Câncer de mama"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/cancer-de-mama.htm. Acesso em 14 de junho de 2021.

Artigos Relacionados
Clique aqui, conheça mais sobre o que é e a importância do Dia Nacional de Combate ao Câncer, e aprenda um pouco mais sobre essa doença.
Clique aqui e saiba mais sobre o que é câncer e por que existe uma data para lembrar essa doença.
Além de visitar anualmente o ginecologista, e fazer a mamografia, o autoexame mensal das mamas é uma medida importante para a prevenção desse câncer.
Conheça um pouco mais sobre os tratamentos disponíveis e os avanços na cura contra o câncer.
Clique aqui e descubra um pouco mais a respeito do brócolis. Neste texto, falaremos um pouco mais sobre as características dessa hortaliça e a diferença entre brócolis ramoso e de cabeça. Abordaremos também algumas propriedades do brócolis e por que devemos incluir esse vegetal em nossa alimentação.
Saiba mais sobre o câncer colorretal, um câncer que tem como sintoma a presença de sangue nas fezes e sensação de esvaziamento incompleto do intestino.
Saiba mais sobre causas, sintomas, diagnóstico e tratamento do câncer de mama masculino.
Saiba mais sobre o câncer de pulmão, um tipo grave de câncer que tem apresentado um aumento em sua incidência de 2% ao ano.
Clique aqui e amplie seus conhecimentos a respeito do câncer do colo do útero, um tipo de câncer que pode ser prevenido por meio de vacinação.
Compreenda o que é linfoma e a diferença entre o linfoma de Hodgkin e o linfoma não Hodgkin.