Topo
pesquisar

Mecanismo de Feedback

Biologia

O mecanismo de feedback pode ser definido como um conjunto de respostas produzidas pelos sistemas do nosso corpo diante de um desequilíbrio.
A secreção de hormônios tiroidianos obedece a um mecanismo de feedback negativo
A secreção de hormônios tiroidianos obedece a um mecanismo de feedback negativo
PUBLICIDADE

Um dos conceitos mais importantes da fisiologia é o de feedback, termo em inglês que normalmente é traduzido como retroalimentação. Esse termo foi proposto para nomear o conjunto de respostas promovidas pelos sistemas do nosso corpo diante de um desequilíbrio.

É por intermédio do mecanismo de feedback que ocorre, por exemplo, a regulação da secreção dos hormônios (veja exemplo da figura acima) e o controle da temperatura e da pressão arterial. Graças a esse controle, é possível garantir a harmonia dos sistemas e, consequentemente, a homeostase (equilíbrio do meio interno).

Feedback negativo

O sistema de feedback negativo é o que mais ocorre no organismo, sendo considerado por muitos autores o mecanismo primário para a manutenção da homeostase. Ele provoca uma mudança negativa em relação à alteração inicial, ou seja, um estímulo contrário àquele que levou ao desequilíbrio.

O mecanismo de feedback negativo pode ser explicado analisando-se, por exemplo, o controle da pressão sanguínea. Quando ela cai abaixo do normal, nosso corpo percebe que houve um desequilíbrio e iniciam-se processos que voltam a pressão sanguínea aos valores adequados. O mesmo ocorre quando a pressão sanguínea aumenta e o corpo imediatamente realiza ajustes para que ela retorne ao normal.

A respiração também é um bom exemplo de feedback negativo. Quando as concentrações de dióxido de carbono aumentam no sangue, o centro respiratório aumenta sua atividade, provocando aumento da frequência de respiração. Com o aumento da atividade respiratória, ocorre um aumento da remoção de dióxido de carbono no corpo. Percebe-se, portanto, que o aumento da concentração causa um aumento na remoção.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Feedback positivo

O feedback positivo, diferentemente do negativo, aumenta o estímulo que gera desequilíbrio, fazendo com que os valores estejam cada vez mais diferentes do padrão. Eles ocorrem em menor quantidade no nosso corpo e nem sempre são benéficos.

O feedback positivo pode causar danos ao corpo, uma vez que não programa o organismo para voltar ao estado de estabilidade. Um exemplo de ação nociva desse mecanismo ocorre quando uma pessoa perde uma grande quantidade de sangue. A perda do sangue faz com que o coração pare de bombeá-lo de forma eficiente e, consequentemente, ocasiona a queda de pressão e diminuição do fluxo sangue para o músculo do coração. Isso faz com que o coração diminua ainda mais o bombeamento, o que ocasiona uma maior diminuição do fluxo sanguíneo, enfraquecendo ainda mais o órgão. Esse processo persiste até levar o organismo ao óbito.

As contrações uterinas no momento do parto são um exemplo de feedback positivo útil. Quando chega o momento da criança nascer, ocorre um aumento contínuo da contração da musculatura uterina em razão da produção do hormônio ocitocina. Quanto mais contrações, mais ocitocina é produzida e mais contrações são realizadas, o que garante, assim, a expulsão do bebê.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Mecanismo de Feedback"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/mecanismo-feedback.htm. Acesso em 19 de agosto de 2019.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

A regulação hormonal é controlada principalmente pelo mecanismo de

a) feedback negativo.

b) feedback positivo.

c) feedback neutro.

d) retroalimentação positiva.

e) retroalimentação neutra.

Questão 2

Entre os exemplos citados abaixo, qual indica um exemplo de feedback positivo?

a) Regulação do hormônio da tireoide.

b) Controle das concentrações de gás carbônico no sangue.

c) Controle da pressão sanguínea.

d) Contrações no parto.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola