Topo
pesquisar

Primeira Lei de Mendel

Biologia

A primeira lei de Mendel, também conhecida como Princípio da Segregação dos Caracteres, foi formulada por meio dos resultados obtidos por Mendel em experimentos com ervilhas.
PUBLICIDADE

A primeira lei de Mendel, também chamada de Princípio da Segregação dos Caracteres ou Lei da Segregação, diz que cada característica é condicionada por um par de fatores que se separam na formação dos gametas. Para chegar a essa conclusão, Mendel realizou uma série de experimentos com ervilhas e conseguiu aplicar a matemática em seus estudos. A seguir você entenderá melhor essa lei e como Mendel chegou a essas conclusões.

O experimento de Mendel

Mendel iniciou seus experimentos em torno de 1857, quando começou a trabalhar com o cruzamento de ervilhas. As ervilhas foram uma escolha importante para o sucesso do experimento, uma vez que apresentam várias características que podem ser estudadas, apresentam curto tempo de geração, geram grande número de descendentes, além do fácil cultivo.

Para realizar seu experimento, Mendel analisou características que apresentavam duas formas distintas, como sementes verdes e amarelas, e flores brancas e púrpuras. No total, foram estudadas sete características: forma da semente (lisa ou ondulada), cor da semente (amarela ou verde), cor da flor (púrpura ou branca), forma da vagem (inflada ou constrita), cor da vagem (verde ou amarela), posição da flor (axial ou terminal) e comprimento do caule (alto ou anão).

Nesses experimentos, ele utilizou plantas chamadas de puras, ou seja, plantas que, após sucessivas gerações, davam origem a plantas com a mesma característica.

Veja as características presentes em ervilhas e estudadas por Mendel.

Mendel realizava a polinização cruzada das plantas puras, transferindo o pólen de uma planta para outra. Esse cruzamento entre plantas puras é chamado de hibridização. Os progenitores puros recebem a denominação de geração parietal ou geração P.

Após cruzar a geração parietal, os descendentes dessa geração foram obtidos, os quais receberam o nome de primeira geração filial ou geração F1. O cruzamento entre indivíduos F1 levou à produção da segunda geração filial ou geração F2.

Leia também: Genótipo e fenótipo – conceitos e diferenças

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Resultados dos experimentos de Mendel

Mendel obteve importantes resultados em seus experimentos com o cruzamento de ervilhas. Com base nos dados obtidos, ele pôde compreender melhor os princípios da hereditariedade. Para compreender melhor o trabalho de Mendel, vamos considerar o cruzamento entre plantas que geram flores púrpuras e flores brancas.

Observe a figura exemplificando os resultados obtidos por Mendel em seu experimento.
Observe a figura exemplificando os resultados obtidos por Mendel em seu experimento.

Mendel realizou o cruzamento entre plantas puras que apresentavam flores púrpuras e plantas puras que apresentavam flores de cor branca. O cruzamento gerou híbridos F1 100% com flores púrpuras. A cor das flores era exatamente como aquela apresentada pelas plantas puras, o que levou à seguinte questão: o que aconteceu com o fator que determinava a cor branca das flores?

Mendel não interrompeu seus trabalhos na geração F1, o que foi essencial para a compreensão do processo. Após o resultado de 100% das plantas com flores púrpuras, ele realizou a fecundação entre plantas F1 e teve uma grande surpresa: as plantas que geravam flores brancas reapareceram.

O resultado apresentado foi de, aproximadamente, três plantas com flores púrpuras para uma planta com flor branca, ou seja, 75% das plantas geradas apresentavam flores púrpuras, enquanto 25% apresentavam plantas com flores brancas.

Leia também: O que é dominância e recessividade?

Conclusões de Mendel

Com os resultados obtidos, Mendel chegou a algumas importantes conclusões:

  • Existem fatores responsáveis por uma determinada característica. No caso do experimento citado, podemos concluir que existem fatores que determinam a cor branca e a cor púrpura. Esses fatores são o que hoje conhecemos como genes e as versões desses fatores são o que chamamos de alelo.

  • Cada indivíduo possui dois fatores que determinam uma característica, sendo um fator herdado do pai e outro da mãe. Isso significa que cada organismo herda dois alelos, um proveniente da mãe e outro proveniente do pai. No caso da geração F1, os descendentes apresentavam fatores para a flor branca e para a flor púrpura.

  • Existem fatores dominantes e fatores recessivos. Os alelos dominantes são capazes de esconder ou mascarar o alelo recessivo. No caso das flores púrpuras da geração F1, o alelo para a cor púrpura era dominante e expressou-se, enquanto o alelo para a cor branca não era. Os alelos recessivos só se expressam quando estão aos pares.

  • Cada indivíduo passa apenas um fator para cada característica em cada gameta. Isso significa que os alelos separam-se durante a formação dos gametas e apenas um alelo estará presente no gameta.

Leia também: Conheça os conceitos básicos em Genética

Primeira lei de Mendel: As características dos indivíduos são determinadas por pares de fatores, os quais se separam na formação dos gametas, indo apenas um fator para cada gameta.


Com base nas conclusões obtidas, analise o esquema a seguir:

Perceba que as flores púrpuras apresentam genótipo (composição genética) PP, enquanto a branca apresenta genótipo pp. Como os alelos separam-se na formação dos gametas e combinam-se na fecundação, podemos perceber que, após o cruzamento da geração P, temos 100% dos descendentes genótipo Pp. Como o fator P é dominante sobre p, as plantas apresentam em sua totalidade a cor púrpura.

As combinações possíveis são feitas por meio do quadro de Punnet. Nesse quadro, colocamos os alelos de um indivíduo na horizontal e os alelos do outro na vertical. Posteriormente, basta juntar os alelos em cada um dos quadrados. Para saber mais sobre o quadro de Punnet, não deixe de ler nosso artigo sobre o tema: Quadro de Punnet.

Quem foi Mendel?

Gregor Mendel (1822-1884) foi um monge que nasceu em uma região da Áustria e que se destacou pelos seus estudos sobre hereditariedade. Cresceu em uma pequena fazenda e, aos 21 anos de idade, ingressou no mosteiro dos agostinianos.

Em 1851, Mendel deixou o mosteiro para estudar física e química por dois anos, período essencial para a realização de seus experimentos, pois foi quando aprendeu mais sobre experimentação e matemática.

Mendel retornou para o mosteiro e, por volta de 1857, começou seus trabalhos com hereditariedade, plantando na horta do local as ervilhas que seriam utilizadas em seu trabalho. Mendel passou cerca de sete anos analisando seus dados e montando suas conclusões.

Mendel é considerado o pai da genética.


Leia também: Darwin – um grande nome da teoria da evolução

Exercícios resolvidos sobre a primeira lei de Mendel

(UFV) Nas plantas Clarkia elegans, o alelo para flores brancas é recessivo em relação ao alelo para flores rosadas. O pólen de uma flor rosada heterozigota é colocado no pistilo de uma flor branca. Qual é a proporção de fenótipos esperados na prole?

a) 1 rosada : 1 branca.

b) 2 rosada : 1 branca.

c) 1 rosada : 2 branca.

d) 3 rosada : 1 branca.


Resolução: LETRA A. Antes de responder a essa questão, devemos rever alguns conceitos. Quando dizemos que uma planta é heterozigota, estamos falando que ela apresenta dois alelos diferentes para aquela característica. Utilizando a letra b para indicar o alelo recessivo que determina a cor branca e B para indicar o alelo para flor rosada, temos que um indivíduo heterozigoto seria Bb. O cruzamento entre um Bb e bb (flor branca) geraria 50% de plantas com flor rosada e 50% de plantas com flor branca, ou seja, uma proporção de 1:1. Veja o quadro de Punnet a seguir:

 

B

b

b

Bb

bb

b

Bb

bb


 

Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos

A primeira lei de Mendel é também conhecida como Princípio da Segregação dos Caracteres.
A primeira lei de Mendel é também conhecida como Princípio da Segregação dos Caracteres.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Primeira Lei de Mendel "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/primeira-lei-mendel.htm. Acesso em 18 de setembro de 2019.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

(FUC-MT) Cruzando-se ervilhas verdes vv com ervilhas amarelas Vv, os descendentes serão:

a)      100% vv, verdes;

b)      100% VV, amarelas;

c)       50% Vv, amarelas; 50% vv, verdes;

d)      25% Vv, amarelas; 50% vv, verdes; 25% VV, amarelas;

e)      25% vv, verdes; 50% Vv, amarelas; 25% VV, verdes.

Questão 2

(UFMT – mod.) Leia as afirmações abaixo relativas à transmissão dos caracteres na reprodução sexuada.

I – Os caracteres são transmitidos dos pais para os filhos devido a informações contidas no sangue dos pais, que se concentram no esperma do homem e nas excreções vaginais da mulher.

II – Os caracteres são transmitidos dos pais para os filhos devido a informações contidas no interior das células reprodutoras masculinas e femininas, chamadas gametas, que se unem na fecundação.

III – Os cromossomos existem aos pares nas células e os genes ocupam um lugar definido no cromossomo, chamado locus gênico, assim, os genes também existem aos pares. Os pares de cromossomos semelhantes são chamados cromossomos homólogos, e os pares de genes que ocupam um mesmo locus nestes cromossomos são chamados genes alelos.

Das afirmações acima está (estão) correta (s):

a)      I, apenas

b)      II e III, apenas

c)       III, apenas

d)      II, apenas

e)      I, II e III.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola