Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Biotina

Também chamada de vitamina B7 ou vitamina H, a biotina é uma vitamina hidrossolúvel relacionada com diferentes vias metabólicas. Sua deficiência é considerada rara.

Alimentos ricos em biotina (vitamina B7 ou vitamina H).
A biotina é uma vitamina que pode ser obtida por meio da alimentação, porém é também produzida no intestino por bactérias.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Biotina (vitamina B7 ou vitamina H) é uma vitamina do complexo B que participa de diferentes reações em nosso organismo. É bastante conhecida por seu papel no fortalecimento de cabelos e unhas. A biotina é obtida por meio da dieta, entretanto, sua síntese ocorre também em nosso intestino. A deficiência de biotina é considerada rara, porém pode acontecer em algumas situações, como em pessoas com má absorção intestinal. Nessas situações, a suplementação da vitamina pode ser recomendada.

Leia também: Vitamina K — relacionada à coagulação sanguínea e ao metabolismo ósseo

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a biotina

  • A biotina é também chamada de vitamina B7 ou vitamina H.

  • É uma vitamina do complexo B necessária em diferentes funções metabólicas.

  • Pode ser encontrada, por exemplo, em vegetais, leite, levedura e oleaginosas.

  • Também é sintetizada por bactérias intestinais.

  • Sua deficiência é considerada rara.

  • Alguns dos sintomas da sua deficiência são perda de cabelo e conjuntivite.

O que é biotina?

A biotina (vitamina B7 ou vitamina H) é uma vitamina pertencente ao grupo das vitaminas do complexo B. Trata-se de uma vitamina hidrossolúvel, ou seja, é solúvel em compostos polares. Essas vitaminas são difíceis de armazenar, sendo seu excesso liberado na urina. A fórmula química da biotina é: C10H16O3N2S.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Fontes de biotina

A biotina pode ser obtida por meio da alimentação ou por meio de suplementação, sendo esta realizada apenas quando por recomendação médica. Vale salientar que a vitamina é também sintetizada por bactérias que vivem em nosso intestino.

Dentre os alimentos que contêm biotina, podemos citar:

  • avelã;

  • amendoim;

  • amêndoa;

  • noz;

  • castanha de caju;

  • farelo de trigo;

  • farelo de aveia;

  • ovos;

  • leite;

  • leveduras;

  • cogumelos;

  • batata-doce;

  • peixes.

A maior quantidade de biotina pode ser observada em alimentos do grupo das oleaginosas. A dose diária recomendada dessa vitamina é de 30-100 μg/dia.

Importância da biotina

A biotina é uma vitamina participante de diferentes vias metabólicas, estando relacionada com reações do metabolismo de carboidratos, lipídeos e proteínas. Destaca-se também por ser coenzima para reações de carboxilação metabólica e participar da síntese de algumas proteínas.

A biotina também está relacionada com o processo de queratinização. Essa função é o motivo pelo qual a biotina é recomendada por alguns profissionais para a manutenção de unhas e cabelos saudáveis. Entretanto, alguns pesquisadores sugerem que a suplementação deve ser feita apenas por pessoas com deficiências da vitamina.

Veja também: Vitamina C — responsável pela formação de fibras colágenas, pela defesa do organismo e pela absorção de ferro

Deficiência de biotina

Mulher com queda de cabelo, um dos sintomas da deficiência de biotina (vitamina B7 ou vitamina H).
A biotina é uma vitamina importante em diferentes processos metabólicos. Sua deficiência pode provocar queda de cabelo.

A deficiência de biotina trata-se de um evento considerado raro. Em pessoas que possuem problemas de absorção intestinal, no entanto, esse problema é observado com maior frequência.

Além disso, pessoas que ingerem grande quantidade de ovo cru também podem desenvolver o problema. Nesse caso, a deficiência ocorre, pois, no ovo cru, há uma glicoproteína chamada avidina, a qual impede a aborção intestinal de biotina.

O indivíduo que apresenta deficiência da vitamina biotina pode apresentar sintomas como:

  • dermatite esfoliativa ao redor de olhos, nariz e boca;

  • queda de cabelo por atrofia dos folículos pilosos;

  • conjuntivite;

  • dificuldade de manter a coordenação motora.

Uso da biotina

A biotina é vendida no Brasil em associação com polivitamínicos, sendo a forma isolada da vitamina obtida apenas em farmácia de manipulação. Seu uso é recomendado, por exemplo, no tratamento da deficiência de biotinidase — um erro inato do metabolismo em que o paciente se apresenta incapaz de reciclar a biotina endógena ou utilizar a biotina ligada às proteínas da dieta. Desse modo, o paciente com deficiência de biotinidase perde a biotina pela urina.

A biotina é também recomendada por alguns profissionais para fortalecer as unhas e no tratamento de queda de cabelo.

Importante: Ainda há muito debate sobre o tema. Alguns estudos demonstram, por exemplo, que apenas pessoas com a deficiência de biotina se beneficiam com a suplementação.

Fontes

Alberts, B. et al. Fundamentos da biologia celular. 3ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2011.

Chaves, K. L. L.; Maia, F. A.; Almeida, M. T. C. Efeitos da deficiência e do excesso de vitaminas no organismo. Disponível em: http://www.fepeg2014.unimontes.br/sites/default/files/resumos/arquivo_pdf_anais/resumo_expandido_extensao_pronto_0.pdf.

Novaes, V. V.; Gomes, N. A. A. A. Uso de Biotina na prevenção e tratamento da queda capilar: Uma revisão da literatura. Disponível em: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/bitstream/123456789/3391/1/Artigo%20TCC%20%20-%20Vit%C3%B3ria%20Novaes.pdf.

Silva, I. C. F.; Cho, L. Y.; Sakane, K. K. Análise da biotina em amostras de vitaminas comerciais e manipulada utilizando espectroscopia no infravermelho FTIR-UATR. XX Encontro Latino Americano de Iniciação Científica, XVI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação e VI Encontro de Iniciação à Docência – Universidade do Vale do Paraíba. Disponível em: http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2016/anais/arquivos/RE_0426_0145_01.pdf.

Escritor do artigo
Escrito por: Vanessa Sardinha dos Santos Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Goiás (2008) e mestrado em Biodiversidade Vegetal pela Universidade Federal de Goiás (2013). Atua como professora de Ciências e Biologia da Educação Básica desde 2008.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Biotina"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/biotina.htm. Acesso em 18 de maio de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Importância da vitamina D

Entenda a importância da vitamina D para o funcionamento do nosso corpo e conheça as principais fontes dessa vitamina.
Saúde na escola

Importância das vitaminas

Clique aqui e conheça a importância das vitaminas para a saúde do nosso corpo. Nesse texto, abordaremos benefícios e consequências da deficiência desses nutrientes.
Saúde na escola

Vitamina A

Vitamina encontrada em vegetais amarelos, folhas verde-escuras e outros alimentos.
Biologia

Vitamina C

Clique aqui e aprenda mais sobre a vitamina C, sua importância para o corpo, em que alimentos é encontrada, e os riscos causados pela sua deficiência.
Biologia

Vitamina D

Descubra mais sobre a vitamina D! Neste texto exploraremos a função dessa vitamina, os riscos de sua deficiência e as suas principais fontes.
Biologia

Vitamina E

Você sabe a importância da vitamina E? Clique aqui e saiba suas características, sua função no organismo e onde pode ser encontrada.
Biologia

Vitamina K

Você conhece a importância da vitamina K? Clique aqui e descubra suas características, funções e em que alimentos essa importante vitamina pode ser encontrada.
Biologia

Vitaminas

Aprenda mais sobre as vitaminas clicando aqui! Nesse texto apresentaremos a classificação das vitaminas, seus tipos, fontes e funções no nosso organismo.
Biologia

Vitaminas do complexo B

Amplie seus conhecimentos sobre as vitaminas do complexo B. Neste texto explicaremos algumas funções desempenhadas por elas e citaremos suas fontes alimentares.
Biologia