Topo
pesquisar

Bluetooth e infravermelho

Física

Bluetooth e infravermelho são as mais comuns tecnologias de transferência de dados a distância entre diversos tipos de dispositivos móveis.
As transferências de dados sem fio como o Bluetooth e o infravermelho são as mais usadas
As transferências de dados sem fio como o Bluetooth e o infravermelho são as mais usadas
PUBLICIDADE

O infravermelho e o Bluetooth são as tecnologias de transmissão de dados mais comuns, e sua utilização facilita o transporte de dados pela eliminação do uso de cabos. As duas tecnologias são muito diferentes e, por isso, são utilizadas para distintas finalidades, mas ambas funcionam obedecendo aos princípios físicos da ondulatória.

Infravermelho e Bluetooth são ondas eletromagnéticas, tipos de ondas que não precisam de um meio para propagar-se. Essas ondas são transversais, isto é, possuem a vibração perpendicular à propagação, e tridimensionais, pois se propagam em todas as dimensões.

Infravermelho

As ondas de infravermelho apresentam frequência menor que a da luz vermelha e estão fora do espectro eletromagnético visível. Por meio de pulsos de luz infravermelha, os dados são transmitidos entre um emissor e um receptor de ondas. Geralmente, o alcance das transmissões por infravermelho é de, no máximo, cinco metros e suas ondas não atravessam corpos sólidos.

As vantagens do infravermelho estão no baixo custo dos componentes de transmissão e no fato de a tecnologia não sofrer interferências de aparelhos elétricos próximos. Uma desvantagem é a possibilidade de interrupção da transferência de dados caso algum objeto interponha-se entre os aparelhos emissor e receptor.

O controle remoto utiliza o infravermelho para transmitir dados para o aparelho televisor
O controle remoto utiliza o infravermelho para transmitir dados para o aparelho televisor

Os controles remotos de aparelhos residenciais utilizam o infravermelho para executar sua comunicação com os eletrodomésticos.

Bluetooth

A empresa criadora do Bluetooth homenageou o rei Harald Bluetooth, rei da Dinamarca, famoso pela unificação da Noruega. A tradução de Bluetooth pode ser “dente azul”, e lendas contam que os dentes do monarca realmente eram azulados. Assim como o rei uniu países, a tecnologia visa unir dispositivos mediante trocas de dados a distância.

Simbolizada por essa imagem, o Bluetooth tem em seu nome uma homenagem a um rei dinamarquês
Simbolizada por essa imagem, o Bluetooth tem em seu nome uma homenagem a um rei dinamarquês

As transmissões via Bluetooth ocorrem por meio de ondas de radiofrequência de 2,4 GHz (2,4 bilhões de ondas por segundo). Além de possuir um maior alcance, as transmissões por meio dessa tecnologia realizam-se com maior velocidade quando comparadas às transmissões por infravermelho. As ondas de radiofrequência são capazes de atravessar objetos sólidos, por isso, os dispositivos que trocam dados via Bluetooth podem ser posicionados em qualquer lugar dentro de seu raio de alcance.

Caixas de som sem fio são operadas por meio da transmissão de dados via Bluetooth
Caixas de som sem fio são operadas por meio da transmissão de dados via Bluetooth

Os fones de ouvido e caixas de som sem fio, bem como as transferências de dados entre dispositivos móveis, são os maiores exemplos de aplicações do Bluetooth.


Por Joab Silas
Graduado em Física

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

JúNIOR, Joab Silas da Silva. "Bluetooth e infravermelho"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/fisica/bluetooth-infravermelho.htm>. Acesso em 23 de setembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA