Radiação Eletromagnética

Física

PUBLICIDADE

As ondas de radiação eletromagnética são uma junção de campo magnético com campo elétrico que se propaga no vácuo transportando energia. A luz é um exemplo de radiação eletromagnética. Esse conceito foi primeiramente estudado por James Clerk Maxwell e depois afirmado por Heinrich Hertz. Maxwell foi físico e matemático escocês que ficou conhecido por dar forma final à teoria do eletromagnetismo, teoria essa que une o magnetismo, a eletricidade e a óptica. Dessa teoria surgem as equações de Maxwell, assim chamadas em sua homenagem e porque ele foi o primeiro a descrevê-las, juntando a lei de Ampère, a lei de Gauss e a Lei da indução de Faraday.

A radiação eletromagnética se propaga no espaço. Ela possui campo magnético e campo elétrico que se geram mutuamente e se propagam perpendicularmente um em relação ao outro e na direção de propagação da energia, transportando assim energia sob a forma de radiação eletromagnética. A radiação eletromagnética varia conforme a frequência da onda. A luz visível aos olhos humanos é uma radiação eletromagnética, assim como os raios x, a única diferença entre essas duas formas de radiação está na faixa de frequência que o olho humano consegue visualizar, ou seja, os raios x têm faixa de frequência que fica fora do alcance da visão humana. As ondas do forno de micro-ondas também são ondas eletromagnéticas.

Os campos magnético e elétrico obedecem ao princípio da superposição. Os vetores campo magnético e campo elétrico se cruzam e criam o fenômeno da reflexão e refração. A luz é uma onda eletromagnética e em um meio não linear como um cristal, por exemplo, pode sofrer interferências e causar o efeito Faraday, a onda pode ser dividida em duas partes com velocidades diferentes. Na refração, uma onda ao passar de um meio para outro, com densidade diferente, tem a sua velocidade e direção alterada. Uma fonte de radiação, como o Sol, por exemplo, pode emitir luz dentro de um espectro variável. A luz solar ao ser decomposta em um prisma possibilita a visualização de espectros de várias cores, como no arco-íris. Observe a gravura:
 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Decomposição da luz solar no prisma.

Por Marco Aurélio da Silva
Equipe Brasil Escola

Ondas - Física - Brasil Escola

Luz, uma onda eletromagnética
Luz, uma onda eletromagnética

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Marco Aurélio da Silva. "Radiação Eletromagnética"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/radiacao-eletromagnetica.htm. Acesso em 20 de janeiro de 2021.

Artigos Relacionados
Veja aqui um pouco mais sobre a interação de radiação eletromagnética com a matéria.
Clique aqui para entender como funciona o Fator de Proteção Solar (FPS) e aprenda a diferenciar os tipos de radiação ultravioleta.
Você sabe quais são as diferenças entre as transmissões feitas por Bluetooth e infravermelho? Clique e conheça um pouco mais sobre essas tecnologias.
Arco-íris ou círculo-íris? Clique aqui e descubra por que todo arco-íris possui, na verdade, o formato de uma circunferência.
Aprenda o que é o efeito Cherenkov! Acesse o link e saiba o que causa o brilho característico dos reatores nucleares. Quando partículas carregadas movem-se em um meio mais rapidamente que a própria luz, elas emitem a radiação Cherenkov. Essa radiação foi explicada em 1958 por três físicos e rendeu a eles o prêmio Nobel de Física.
Você sabe como funcionam as usinas solares? Clique para saber tudo a respeito desse tipo de usina, o que é a energia solar e como ela é produzida, quais são as vantagens e desvantagens, quanto custa e os principais parques solares do Brasil e do mundo.