Topo
pesquisar

Vetor e agente etiológico

Saúde e Bem-estar

Vetor e agente etiológico são dois termos importantes quando o assunto é a transmissão de doenças. Apesar de serem usados como sinônimos, possuem significados totalmente distintos.
O <i>Aedes aegypti</i> é um vetor de doenças, ou seja, transporta os agentes etiológicos
O Aedes aegypti é um vetor de doenças, ou seja, transporta os agentes etiológicos
PUBLICIDADE

Quando estudamos uma doença, um dos principais fatores que avaliamos é sua forma de transmissão. Conhecer essa característica é importante para criar medidas preventivas e até mesmo evitar um surto ou epidemia. Nesse contexto, é essencial entender a diferença entre dois termos básicos: vetor e agente etiológico.

O que é o agente etiológico?

O agente etiológico é capaz de desencadear os sinais e os sintomas de uma patologia. Isso quer dizer que ele é o organismo causador da doença. Na AIDS, por exemplo, o agente etiológico é o vírus HIV. Já no caso da Doença de Chagas, o agente etiológico é o Trypanossoma cruzi.

Os principais agentes etiológicos conhecidos estão normalmente agrupados no grupo dos vírus, bactérias, protozoários, fungos, platelmintos e nematelmintos.

O que é vetor?

Quando falamos que uma doença é transmitida por um vetor, estamos dizendo que, para que a patologia seja passada de um ser para outro, é necessário um veículo de transmissão. Os mosquitos são importantes vetores, como é o caso do Aedes aegypti, que leva o vírus causador da dengue, Zika, febre amarela e chikungunya.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

De acordo com a Sociedade Brasileira de Parasitologia, existem dois tipos de vetores:

  • Vetor biológico: é aquele em que o agente etiológico multiplica-se.

  • Vetor mecânico: é aquele que funciona apenas como transporte, não havendo multiplicação do agente etiológico.

Diferença entre agente etiológico e vetor

O agente etiológico nada mais é do que o organismo causador da doença, e o vetor é aquele que transporta o agente etiológico.

Citando novamente o exemplo da doença de Chagas, o Trypanossoma cruzi é o responsável por causar a doença, ou seja, o agente etiológico. Já o vetor da doença são os insetos conhecidos como barbeiros ou chupões, que liberam o agente etiológico em suas fezes.

Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Vetor e agente etiológico"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/saude/vetor-agente-etiologico.htm>. Acesso em 20 de maio de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

Os termos vetores e agentes etiológicos são bastante utilizados quando se trata sobre doenças. Entretanto, apesar de seu uso frequente, muitas pessoas confundem os dois termos. Sobre o assunto, marque a alternativa incorreta:

a) A malária é transmitida pela picada de um mosquito, ou seja, necessita de um vetor para ser transmitida.

b) Agente etiológico diz respeito ao agente causador da doença.

c) O agente etiológico serve de veículo para o vetor.

d) Os vetores podem ser classificados em biológicos e mecânicos.

e) Quando uma doença é transmitida por vetores, não é possível que a transmissão seja realizada de uma pessoa para outra.

Questão 2

Todas as doenças abaixo necessitam de vetores, exceto:

a) Gripe

b) Doença de Chagas

c) Febre amarela

d) Dengue

e) Leishmaniose

Mais Questões
Os paramécios são exemplos de protozoários que se locomovem por cílios
Biologia Protozoários
Estrutura básica de um Vírus
Biologia Vírus
Barbeiro: vetor da doença de Chagas
Doenças e patologias Doença de Chagas
A AIDS é um exemplo de doença emergente
Doenças e patologias Doenças emergentes e reemergentes
Vírus HIV
Saúde e Bem-estar Transmissão da AIDS
Enterobius vermicularis: causador da oxiurose
Biologia Filo Nematoda
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola