Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

O que é a Primeira Guerra Mundial?

Ocorrida entre 1914 e 1918, a Primeira Guerra Mundial opôs as principais potências econômicas do mundo, resultando em milhões de mortes.

Grupo de soldados irlandeses em uma trincheira durante a Batalha do Somme, travada durante a Primeira Guerra Mundial.
Grupo de soldados irlandeses em uma trincheira durante a Batalha do Somme, travada durante a Primeira Guerra Mundial.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

A Primeira Guerra Mundial foi um conflito armado que ocorreu entre 1914 e 1918 com as principais potências da Europa. O seu caráter mundial estava relacionado ao fato de os combates envolverem todas as grandes potências do mundo capitalista ocidental, os quais se dividiram em duas alianças: a Tríplice Entente e a Tríplice Aliança. A Primeira Guerra foi dividida pelos historiadores em duas fases: a guerra de movimento e a guerra de trincheiras. E seu início foi eclodido com o assassinato do arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do trono austro-húngaro.

O fim do conflito foi iniciado com a saída da Rússia, que havia recém-passado por seu processo revolucionário. Depois, os EUA, sentindo-se ameaçados pela atuação alemã, resolveram entrar no conflito, pelo lado da Entente, com seu alto poderio bélico, o que ocasionou muitas perdas para a Alemanha, que estava do lado da Aliança. Com a saída da Alemanha, deu-se o encaminhamento para o fim da guerra com a criação do Tratado de Versalhes, que culpou este último país pelo conflito mundial.

Tópicos deste artigo

Mapa Mental: Primeira Guerra Mundial

Mapa Mental: 1ª Guerra Mundial

*Para baixar o mapa mental em PDF, clique aqui!

Confira no nosso podcast: Marcos do Período Entreguerras

Resumo sobre Primeira Guerra Mundial

  • Foi um conflito entre as principais potenciais europeias, mas que não se restringiu à Europa.

  • Surgiu em um contexto de acirramento nacionalista entre países europeus em vários quesitos, como a disputa por territórios colonizados na Ásia e África.

  • Seu estopim foi o assassinato do arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do trono austro-húngaro.

  • Teve duas fases: a de movimento e a de trincheiras.

  • A saída da Rússia e a entrada dos EUA marcaram o seu fim, consolidado pelo Tratado de Versalhes.

Videoaula sobre Primeira Guerra Mundial

Como começou a Primeira Guerra Mundial?

Vários foram os fatores de eclosão da Primeira Guerra Mundial. Desde a década de 1870, um sentimento de nacionalismo estava se acirrando entre as principais potências europeias. A derrota da França para a Prússia, na Guerra Franco-Prussiana, de 1870-1871, estimulou o revanchismo francês. Havia ainda outros conflitos decorrentes do nacionalismo. Na região dos Balcãs, por exemplo, vários grupos de distintas nacionalidades estavam sob o poder político de impérios como o Austro-Húngaro e o Turco-Otomano, criando hostilidades e projetando-se uniões nacionais, como a dos eslavos em torno da Sérvia.

A disputa por territórios coloniais na África e na Ásia pelas potências europeias estava relacionada à necessidade de manter territórios ricos em matérias-primas necessárias à grande indústria europeia. A Alemanha e os EUA começavam a desbancar a Inglaterra como única potência industrial do mundo. Para garantir as fontes de matérias-primas e os mercados consumidores dos produtos industriais, houve uma corrida armamentista, que fortaleceu os exércitos e estimulou a produção de novos armamentos.

Politicamente houve uma série de alianças entre os países europeus nesse quadro de ameaças. Formaram-se a Tríplice Entente, entre Inglaterra, França e Rússia; e a Tríplice Aliança, composta pela Alemanha, Império Austro-Húngaro e Itália, aproximando-se posteriormente do Império Turco-Otomano.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A relação entre essas potências estava em seu ponto máximo de tensão quando, em 28 de junho de 1914, o arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do trono austro-húngaro, foi assassinado por um membro de uma organização sérvia em Sarajevo. Após o assassinato, o Império Austro-Húngaro declarou guerra à Sérvia. Frente a isso, a Rússia se colocou ao lado da Sérvia, em virtude do fato de sérvios e russos serem eslavos e também porque a Rússia tinha interesses na região dos Balcãs.

A partir daí, o sistema de alianças entrou em funcionamento, com o envolvimento direto no conflito da Alemanha, França e Inglaterra. Tinha início a Primeira Guerra Mundial.

Quais foram as fases da Primeira Guerra Mundial?

A Primeira Guerra pode ser dividida em duas fases: uma guerra de movimento, entre 1914 e 1915; e uma guerra de posição, ou guerra de trincheiras, entre 1915 e 1918.

  • A guerra de movimento: foi o momento em que principalmente as tropas alemãs conseguiram se deslocar com mais intensidade, resultando em várias vitórias sobre os países da Entente, principalmente a França e a Rússia.

  • A guerra de trincheiras: ficou conhecida por esse nome pelo fato de as tropas não conseguirem avançar sobre o território inimigo, mantendo-se mais fixas em suas trincheiras, mesmo com a utilização de aviões e armas químicas. Tal situação causou inúmeras mortes entre os exércitos. Nessa fase da guerra entraram outros países de ambos os lados em conflito. Do lado da Entente, participaram Japão, Itália, Romênia e Grécia. Do lado das Potências Centrais (Alemanha e Áustria-Hungria), houve o apoio do Império Turco-Otomano e da Bulgária. Caso você queira saber mais sobre as fases da Primeira Guerra Mundial, clique aqui.

O que marcou o fim da Primeira Guerra Mundial?

Tropas dos Estados Unidos marchando durante a Primeira Guerra Mundial em 1917.
Tropas dos Estados Unidos marchando durante a Primeira Guerra Mundial em 1917.

O final da guerra começou a ser desenhado com a queda do regime czarista e a eclosão da Revolução Russa em 1917. Os bolcheviques assinaram um tratado de paz com a Alemanha, retirando-se da guerra. Nesse momento, as condições estavam favoráveis para a Alemanha, já que no front oriental os combates diminuíram consideravelmente.

Contudo, os EUA, sentindo-se ameaçados pela ofensiva marítima alemã, utilizaram a derrubada de um transatlântico e de um navio pelos germânicos para entrar na guerra ao lado da Entente, mais especificamente no dia 6 de abril de 1917. Desde o início do conflito, os EUA estavam fornecendo armas e alimentos aos países dessa aliança; mas, ao entrarem diretamente no conflito, os EUA fizeram a balança pender contra a Alemanha, graças ao poderio industrial e bélico detido pelos estadunidenses.

A partir desse momento, as tropas alemãs foram sucessivamente derrotadas. Em novembro de 1918, o kaiser alemão renunciou ao trono e foi assinado um armistício. Com a saída da Alemanha da Primeira Guerra, iniciaram-se as negociações para a assinatura de um tratado de paz. O Tratado de Versalhes considerou a Alemanha culpada pela guerra, o que acarretou uma série de duras sanções e indenizações pelas quais o país deveria se responsabilizar. As sanções criaram inúmeras dificuldades sociais e econômicas aos alemães, que seriam utilizadas como argumento para o início da Segunda Guerra Mundial.

 

Por Me. Tales Pinto

*Mapa Mental por Daniel Neves Silva
Graduado em História

Escritor do artigo
Escrito por: Tales dos Santos Pinto Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PINTO, Tales dos Santos. "O que é a Primeira Guerra Mundial?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/historia/o-que-e-primeira-guerra-mundial.htm. Acesso em 21 de maio de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


PUBLICIDADE