Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

O que foi a Crise de 1929?

O que foi a Crise de 1929? Ela resultou da expansão de crédito na década de 1920. Entre suas consequências, estão o desemprego e a fome de parte da população americana.

Fila de desempregados em uma das ruas de Nova York, EUA
Fila de desempregados em uma das ruas de Nova York, EUA
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Tópicos deste artigo

O que foi a Crise de 1929?

Ocorrida entre a Primeira e a Segunda Guerra mundiais, a Crise de 1929 foi um dos acontecimentos mais impactantes da História Contemporânea. Essa crise ocorreu nos meses de setembro e outubro de 1929, nos Estados Unidos, quando o valor das ações da Bolsa de Valores de Nova York (à qual a economia mundial estava integrada à época) despencou bruscamente, provocando a sua “quebra” (crash). A quebra da Bolsa de Nova York desencadeou, por sua vez, a Grande Depressão Americana, que durou até meados dos anos 1930.

O que ocasionou a crise?

A Crise de 1929 foi uma consequência da grande expansão de crédito por meio de oferta monetária (emissão de dinheiro e títulos) levada a cabo pelo Federal Reserve System (espécie de Banco Central dos EUA) desde os primeiros anos da década de 1920. No ano de 1929, essa expansão precisou ser freada pelo Governo, já que o ajuste de contas precisava ser feito. O Governo, então, parou de expandir a oferta monetária e começou a operar uma política de restrição de empréstimos. Temendo a desvalorização da moeda, muitas pessoas e empresas retiraram suas reservas dos bancos, dando início a um processo de recessão.

Mapa Mental: Crise de 1929

Mapa Mental: Crise de 29

*Para baixar o mapa mental em PDF, clique aqui!

Quinta e terça “negras”

A solução mais saudável para esse problema seria o Governo controlar a recessão, permitindo a liberdade de preços e salários, até que o mercado se adequasse à nova situação. No entanto, ao contrário disso, o Governo passou a exercer arrochado controle sobre os preços e os salários, além de promover aumento de impostos. Isso agravou a recessão e, em 24 de outubro de 1929, houve a chamada “quinta-feira negra”, caracterizada pela queda vertical das ações por falta de compradores. Alguns dias depois, em 29 de outubro, ocorreu a “terça-feira negra”, quando vários e vários lotes de títulos foram colocados à venda na Bolsa de Nova York, em um último gesto desesperado, sem atrair, entretanto, compradores. Ações de bancos e empresas ficaram completamente desvalorizadas, o que provocou a falência deles e o consequente desemprego de cerca de 12 milhões de americanos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Explicação para a crise a partir do “boom” de oferta de crédito

Falamos acima que o que provocou a “Crise de 1929” foi a expansão (ou o boom) de crédito, feita pelo Federal Reserve System, durante os anos 1920. Pois bem, para explicar melhor a relação entre esse tipo de ação financeira e o colapso da economia, destacamos um trecho da obra A grande depressão americana, do economista Murray Rothbard.

O boom [...] é na verdade um período de investimento ruinosamente equivocado. É o momento em que os erros são cometidos, por causa da interferência do crédito bancário no livre mercado. A “crise” chega quando os consumidores vêm restabelecer as proporções que desejam. A depressão é na verdade o processo por meio do qual a economia se ajusta após os desperdícios e equívocos do boom, e restabelece o serviço eficiente dos desejos do consumidor. 1

Continua Rothbard:

[…] a expansão de crédito bancário principia o ciclo econômico em todas as seus fases: o boom inflacionário, marcado pela expansão da oferta de dinheiro e por mal investimentos; a crise, que chega quando a expansão do crédito termina e os mal investimentos tornam-se evidentes; e a recuperação depressiva, o processo necessário de ajuste por meio do qual a economia retoma as maneiras mais eficientes de satisfazer os desejos dos consumidores. 2

Essa necessidade de retorno à “normalidade” dos ciclos econômicos é o que provoca as crises, segundo Rothbard. A Crise de 1929 foi tão catastrófica porque o Governo americano não respeitou o momento de reajustar a economia, dando vazão à dinâmica própria do livre mercado, mas, ao contrário, interferiu ainda mais nessa dinâmica.

NOTAS

1 ROTHBARD, Murray. A grande depressão americana. Trad. Pedro Sette-Câmara. São Paulo: Instituto Ludwig von Mises Brasil, 2012. p. 54.

2 ROTHBARD, Murray. Ibid. p. 55.

Por Me. Cláudio Fernandes

Escritor do artigo
Escrito por: Cláudio Fernandes Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FERNANDES, Cláudio. "O que foi a Crise de 1929?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/historia/o-que-foi-a-crise-1929.htm. Acesso em 21 de maio de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Artigos Relacionados


O que foi o Estado Novo?

Você sabe o que foi o Estado Novo? Leia este texto e saiba detalhes desse que foi um dos períodos mais conturbados da História política do Brasil.
O que é História?

O que é a Primeira Guerra Mundial?

Clique aqui e aprenda sobre a Primeira Guerra Mundial. Saiba os fatores que a eclodiram. Entenda suas fases e como o conflito foi encerrado.
O que é História?

Os EUA na Primeira Guerra Mundial

O evento que marcou o desfecho tomado pela “Grande Guerra”.
História Geral

Franklin Delano Roosevelt

Franklin Delano Roosevelt, biografia de Franklin Delano Roosevelt, quem foi Franklin Delano Roosevelt, a vida de Franklin Delano Roosevelt.
Biografia

Consequências da Primeira Guerra Mundial

Saiba mais sobre as consequências da Primeira Guerra Mundial. Confira a relação disso com o estouro da Segunda Guerra Mundial.
História Geral

New Deal

New Deal, liberalismo clássico, crise de 1929, Franklin Delano Roosevelt, John Maynard Keynes, história do capitalismo, welfare state, estado de bem estar social, história econômica.
História Geral

Inflação

Afinal, o que é inflação? Acesse nosso texto e tire todas as suas dúvidas a respeito desse indicador. Entenda quais as consequências da inflação no nosso dia a dia.
Economia e Finanças

Depressão Econômica

Depressão Econômica, o caracteriza uma Depressão Econômica, maiores depressões econômicas da história, diferenças entre depressão e recessão econômica.
Economia e Finanças

PUBLICIDADE