Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Qual é a diferença entre árabes e muçulmanos?

A diferença entre árabes e muçulmanos é que um termo é de referência étnica, e o outro é de cunho religioso.

Árabe e muçulmano em ritual religioso.
Nem todo árabe é muçulmano e nem todo muçulmano é árabe.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Muitas vezes nos noticiários e também nos livros didáticos e revistas, vemos as expressões “árabe” e “muçulmano” e, muitas vezes, pensamos que se trata de termos sinônimos ou de que uma conceituação está contida na outra. No entanto, isso é um mito que se criou a partir do desconhecimento desses povos.

Em muitos casos, uma pessoa árabe é também muçulmana ou islâmica, mas isso nem sempre é verdade. Tanto é que o maior país islâmico do mundo – que possui o maior número de muçulmanos – é a Índia, que não é um país árabe, abrigando mais de 170 milhões de islâmicos (lembrando que esse montante perfaz apenas 16% da população total desse país).

Veja também: Por que as mulheres muçulmanas usam hijab?

Tópicos deste artigo

Diferença entre árabes e muçulmanos

Basicamente, árabe é a composição etnolinguística e muçulmano refere-se à religião do Islã. Existem povos, por exemplo, que são considerados árabes, falam o idioma árabe, mas professam outras religiões, incluindo o cristianismo.

Existe, no entanto, certa controvérsia sobre o que é ser árabe ou, propriamente, um país árabe. Para muitos, se uma pessoa ou país adota esse idioma, já é o suficiente; para outros, é necessário que os traços étnicos também correspondam ao que pode ser considerado árabe.

Para a Liga Árabe, “um árabe é uma pessoa cuja língua é o árabe, que vive em um país de língua árabe e que tem simpatia com as aspirações dos povos de língua árabe”.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Observe, a seguir, os mapas a seguir. O primeiro aponta a maior concentração demográfica de povos árabes e o segundo indica os países que mais seguem, proporcionalmente à sua população absoluta, a religião muçulmana.

Mapa da distribuição predominante da população árabe ¹
Mapa da distribuição predominante da população árabe. [1]
Mapa dos países islâmicos pelo mundo ²
Mapa dos países islâmicos pelo mundo. [2]

Conforme podemos observar, nem sempre as regiões de população árabe coincidem com as áreas de prática do islamismo, muito embora a maior parte dos povos árabes seja islâmica e uma boa parte dos islâmicos seja árabe.

Leia também: Maomé - o profeta que recebeu a mensagem de Alá e o responsável pelo surgimento do islamismo

Países do mundo árabe

O chamado “mundo árabe” – grupo de países considerados como tal – reúne um total de 22 países, a saber:

  • Arábia Saudita;
  • Argélia;
  • Barein;
  • Catar;
  • Comores;
  • Djibuti;
  • Egito;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Iêmen;
  • Iraque;
  • Jordânia;
  • Kuwait;
  • Líbano;
  • Líbia;
  • Mauritânia;
  • Marrocos;
  • Omã;
  • Palestina;
  • Somália;
  • Sudão;
  • Síria;
  • Tunísia.

Nesses países, além do Islamismo, várias outras religiões também são professadas.

Créditos de imagem

[1] Fobos92 / Wikimedia Commons

[2] MapLab / Wikimedia Commons

Escritor do artigo
Escrito por: Rodolfo F. Alves Pena Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Qual é a diferença entre árabes e muçulmanos?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/qual-diferenca-entre-arabes-muculmanos.htm. Acesso em 01 de março de 2024.

De estudante para estudante