Topo
pesquisar

Revolução de Outubro

História Geral

PUBLICIDADE

A partir de fevereiro de 1917, os rumos tomados pelo novo contexto político russo tomariam outros destinos. O governo provisório não abriu portas para que os sovietes tivessem participação plena nas decisões políticas a serem tomadas. Mesmo sendo a grande força de transformação política do período, o novo governo tomou medidas alheias aos anseios presentes em tais unidades de participação política popular.

Além do insucesso nos projetos de recuperação da economia interna, o governo provisório de fevereiro optou pela manutenção das tropas russas na Primeira Guerra Mundial. Tais fatos contribuíram para que a tendência à postura política tomada por Lênin ganhasse força. De acordo com esse revolucionário, a Rússia só poderia engendrar eficazmente as transformações necessárias no momento em que os sovietes controlassem diretamente o governo.

Durante a Terceira Conferência de Comitês de Fábrica de Toda a Rússia, a maioria dos sovietes se mostrava completamente aliada a essa idéia de uma nova tomada do poder. No dia 25 de outubro de 1917, o soviete de Petrogrado promoveu uma insurreição organizada pelo seu Comitê Militar Revolucionário. O levante obteve sucesso e, dessa forma, Lênin passou a comandar o governo dos comissários do povo. A partir de então, o Partido Bolchevique passaria a controlar as cartas desse processo de transformação.

A ascensão desse novo governo abriu caminho para a ocorrência de movimentos de independência nos domínios da antiga Rússia czarista. Na Finlândia e na Ucrânia, movimentos de independência selaram o caso da subordinação às autoridades russas. Pouco interessado em se desgastar em mais lutas, as lideranças bolcheviques cederam à pressão das nações dissidentes e se voltaram à resolução dos problemas internos.

De imediato, o governo bolchevique lançou decretos que tratavam das questões referentes à paz, a distribuição de terras, os limites dos órgãos de comunicação e os direitos da população civil e militar. O poder de ação política dos sovietes foi notório e o Congresso Pan-Russo tratava de garantir o direito de participação popular por meio do Conselho Executivo e do Conselho dos Comissários do Povo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No plano externo, o novo governo russo teve que aceitar as deploráveis condições do Tratado de Brest-Litovski para sair da Primeira Guerra Mundial. Os países aliados acabaram dominando um quarto da população e das terras férteis da Rússia. Além disso, uma guerra civil se iniciaria contra os bolcheviques. Tropas estrangeiras e setores burgueses e conservadores da Rússia apoiavam a oposição militar à ditadura de trabalhadores.

Com isso, teve início uma sangreta guerra civil entre os exércitos vermelho (revolucionários) e branco (anti-socialistas). Contrariando a situação de penúria dos exércitos vermelhos, a guerra civil foi vencida pelos partidários do novo governo bolchevique. A partir de então, o novo governo revolucionário teria condições mais amplas e favoráveis para, enfim, enfrentar batalhas muito mais duras nos campos social e econômico.

No ano de 1918, uma série de atos legislativos pretendiam tomar medidas em relação ao trabalho, salário e às consições de vida dos trabalhadores. O sistema judiciário foi reformulado com uma nova lógica de prescrições que, no máximo, atingiam a pena de cinco anos de detenção. Em cárcere, os detentos passavam a freqüentar escolas que recuperassem os criminosos.

De modo geral, a Revolução de Outubro abriu portas para o período de recuperação vislumbrado pela estrutura democrática garantida junto ao pragmatismo de Lênin. As novas ações de seu governo trariam a reoganizaçao de uma nova Rússia capaz de transformar sua realidade. No entanto, a morte de Lênin trouxe à tona uma nova questão definidora aos destinos dessa revolução.

Por Rainer Sousa
Graduado em História

Revolução de Outubro: o momento em que Lênin chega ao poder com o apoio dos sovietes
Revolução de Outubro: o momento em que Lênin chega ao poder com o apoio dos sovietes

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rainer Gonçalves. "Revolução de Outubro"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/revolucao-outubro.htm. Acesso em 23 de outubro de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

(PUC-RS) Em 1917, liderados por Lênin e Trotsky, os bolcheviques ganharam popularidade com as “Teses de Abril”, enunciadas na plataforma “paz, terra e pão”, que propunha:

  1. a manutenção da Rússia na Primeira Guerra Mundial, a conquista da Manchúria e a formação dos sovietes.
  2. a saída da Rússia da Primeira Guerra Mundial, a instauração de uma monarquia parlamentar e a formação da Guarda Vermelha.
  3. a entrada da Rússia na Primeira Guerra Mundial, a instalação da ditadura do proletariado e a adoção de uma nova política econômica (NEP).
  4. a manutenção da Rússia na Primeira Guerra Mundial, o domínio dos estreitos de Bósforo e Dardanelos e a formação de um parlamento.
  5. a saída da Rússia da Primeira Guerra Mundial, a divisão da grandes propriedades entre os camponeses e a regularização do abastecimento interno.

 

Questão 2

(Mack) Levantou-se, então, um trabalhador, de aspecto rude, terrivelmente indignado, furibundo:

– Falo em nome dos proletários de Petrogrado, disse brutalmente. Somos pela insurreição. Vocês façam o que bem entenderem. Mas eu os previno: se deixarem que os sovietes sejam destruídos, vocês morrerão para nós.

John Reed

O texto anterior relaciona-se com:

  1. a atuação dos conselhos de representantes de trabalhadores, soldados e camponeses, na Revolução Russa de 1917.
  2. a resistência dos comunistas, integrantes do Congresso dos Sovietes da União, à eleição de Boris Yeltsin como presidente da URSS.
  3. a organização do Exército Vermelho por Stálin, durante a Revolução Russa de fevereiro de 1917.
  4. o golpe político implementado por membros do Soviete Supremo, em agosto de 1991, contra as reformas de Mikhail Gorbachev.
  5. a resistência do proletariado e militares ao programa intitulado Nova Política Econômica, defendida e posta em prática por Lênin.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola