Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

George Washington

História da América

PUBLICIDADE

George Washington é um dos grandes nomes da história norte-americana, sendo um dos heróis da Revolução Americana, quando foi comandante das tropas dos colonos. Ajudou na organização do novo país e foi eleito o primeiro presidente dos Estados Unidos, cargo que manteve por dois mandatos. A capital dos Estados Unidos, Washington, leva esse nome em sua homenagem.

Acesse também: Você sabe quem são os pais fundadores dos Estados Unidos?

Primeiros anos

George Washington nasceu no dia 22 de fevereiro de 1732, em uma propriedade chamada Popes Creek, localizada em Westmoreland County, Virgínia. A família Washington era rica e influente na colônia de Virgínia, tendo enriquecido por meio da especulação imobiliária. O pai de Washington, por exemplo, chamado Augustine Washington, era dono de 10 mil acres de terra, além de possuir um cargo público importante na colônia.

George Washington liderou tropas dos colonos na guerra pela independência e foi o primeiro presidente dos Estados Unidos.
George Washington liderou tropas dos colonos na guerra pela independência e foi o primeiro presidente dos Estados Unidos.

Washington foi o filho mais velho de Augustine com Mary Ball, e, ao todo, o casal teve seis filhos. Washington, ainda, tinha três meio-irmãos, frutos do primeiro casamento de seu pai. Ao longo de sua infância, Washington viveu nas diferentes propriedades que sua família possuía na Virgínia.

Washington não teve uma educação formal e não frequentou colégios, mas nem por isso deixou de ter acesso aos estudos. Seu pai, enquanto um homem de posses, pagou tutores para que seu filho estudasse em casa, e assim ele fez durante toda a sua infância e adolescência. Washington estudou matemática, inglês e geografia, por exemplo.

Aos 11 anos de idade, seu pai faleceu, e o jovem George Washington passou a residir em Mount Vernon, propriedade que seu meio-irmão Lawrence herdou. Washington também herdou terras e escravos, e essas posses possibilitaram que ele tivesse uma vida estável. Com o tempo, ele se tornou um dos homens mais ricos da Virgínia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vida adulta

Aos 16 anos de idade, Washington começou a trabalhar como agrimensor. Em 1749 ele recebeu uma licença de uma universidade local para trabalhar efetivamente nessa função. Logo ele pôde trabalhar como agrimensor em Culpeper County, abandonando a função em 1750.

Em 1752, seu meio-irmão Lawrence faleceu de tuberculose, e Washington herdou Mount Vernon, fazendo dele um dos maiores proprietários da Virgínia. Nesse mesmo ano, Washington decidiu ingressar nos meios militares, sendo nomeado major e comandante de uma tropa distrital após demonstrar boa capacidade de liderança.

Em outubro de 1753, Washington foi enviado para a sua primeira missão, na Pensilvânia, onde enviaria uma mensagem das autoridades inglesas para os franceses abandonarem a região por se tratar de terra inglesa. Os franceses decidiram não abandonar a terra, e, tempos depois, Washington retornou à região com tropas para atacar os franceses.

Os desentendimentos entre ingleses e franceses na América do Norte resultaram na Guerra Franco-Índia, um dos conflitos que fizeram parte da Guerra dos Sete Anos. Nesse conflito, Washington se tornou um militar importante, sendo promovido à patente de coronel e participando de diversas batalhas. No final de 1758, ele se aposentou do exército inglês.

Acesse também: Como são feitas as eleições presidenciais nos Estados Unidos?

Revolução Americana

Em 1783, George Washington decidiu se aposentar do exército norte-americano.
Em 1783, George Washington decidiu se aposentar do exército norte-americano.

A partir de 1759, Washington dedicou-se às suas propriedades produtoras de tabaco. Além disso, aproveitou de sua reputação como militar e de sua posição como um dos homens mais ricos da colônia e lançou-se na política, sendo eleito para a House of Burgesses, uma das casas que formavam a Virginia General Assembly.

A carreira política de George Washington coincidiu com o momento em que os interesses da Coroa britânica começaram a chocar-se com os interesses dos colonos das Treze Colônias. Nesse contexto, os colonos começaram a lidar com uma pesada carga de impostos para suprir a necessidade inglesa de aumento da arrecadação.

Os colonos passaram a sustentar as tropas inglesas que permaneceram na América do Norte depois da Guerra dos Sete Anos. A partir daí, uma série de leis foram decretadas ao longo das décadas de 1760 e 1770, e a relação entre as duas partes foi ficando insustentável. O próprio George Washington manifestou sua insatisfação com algumas das medidas da Inglaterra sobre as Treze Colônias.

Por conta dos novos impostos criados pelos ingleses, Washington usou sua posição política para influenciar a população da Virgínia a boicotar os produtos britânicos. Ele concordava com a opinião vigente nas colônias de que o aumento de impostos era injusto, uma vez que elas não tinham a devida representação no Parlamento britânico.

Em 1774, George Washington foi enviado ao Primeiro Congresso Continental da Filadélfia como representante da Virgínia. Ele compartilhou da decisão de manter-se leal aos ingleses e de que um levante armado deveria ser cogitado apenas em último caso. Ainda assim, Washington atuou no treinamento de milícias para defesa dos interesses colonos.

Em 1775, os primeiros conflitos armados entre colonos e britânicos aconteceram, sendo a independência dos Estados Unidos declarada em 4 de julho de 1776. As forças militares das Treze Colônias foram lideradas pelo próprio George Washington, escolhido por conta de sua experiência como militar. Esse foi o início da Revolução Americana, acontecimento que consolidou a independência dos Estados Unidos.

A guerra contra os ingleses pela independência se estendeu até o ano de 1781, quando Washington participou de diversas ações militares, vencendo algumas e sendo derrotado em outras. Ao final desse conflito, os colonos derrotaram os ingleses, e a independência dos Estados Unidos foi reconhecida pela Inglaterra no ano de 1783.

Nesse mesmo ano, George Washington decidiu aposentar-se do exército norte-americano, voltando a residir em Mount Vernon. Entre 1783 a 1787, ele manteve parcialmente afastado da vida pública.

Para os Estados Unidos, esse foi um período de estruturação, uma vez que o país agora se organizava enquanto território independente. A maneira pensada para organizar o país foi pela elaboração de uma Constituição, e essa saída foi escolhida na Convenção Constitucional, que aconteceu na Filadélfia. Washington foi o representante da Virgínia nesse evento. Para saber mais sobre esse momento histórico dos EUA, leia: Revolução Americana.

Presidência

Na Convenção Constitucional, decidiu-se elaborar um documento que pudesse unificar os Estados Unidos e estabelecer um governo federal. A Constituição ficou pronta ainda em 1787, mas todo o processo de aceitação dela se estendeu até 1790, quando Rhode Island, o último estado norte-americano, ratificou o documento.

Em 1789, foi realizada a primeira eleição presidencial dos Estados Unidos, e seu resultado determinou George Washington como o primeiro presidente dos Estados Unidos, obtendo 69 votos no colégio eleitoral e sendo eleito por unanimidade. O vice eleito foi John Adams.

Em 1792, Washington concorreu a um segundo mandato, sendo novamente eleito como presidente. Seu governo teve de lidar com as disputas políticas pelo rumo do novo país e teve de garantir o respeito dos estados norte-americanos em relação ao governo federal. A decisão de Washington pelo segundo mandato se deu porque ele temia que os problemas políticos fossem levar o país à ruína. Durante seu governo, também foi construída a nova capital do país, nomeada Washington em sua homenagem.

Ele atuou contra aqueles que resistiram em obedecer às ordens do governo e procurou manter os grupos políticos satisfeitos. Ainda, teve de lidar com problemas financeiros que afetaram o país na década de 1790 e aprovou medidas favoráveis aos escravocratas. Em 1796, Washington se recusou a concorrer a um terceiro mandato, estabelecendo no país a prática de apenas dois mandatos por presidente.

Acesse também: O que você sabe sobre a história dos Estados Unidos?

Últimos anos

Em março de 1797, o mandato presidencial de Washington acabou, e ele se aposentou da política. No ano seguinte, ele aceitou um cargo para trabalhar no desenvolvimento das tropas norte-americanas, uma vez que o país demonstrava ser ainda muito frágil nesse aspecto. Ele seguiu nessa posição até o ano de sua morte.

  • Morte

Em 14 de dezembro de 1799, George Washington faleceu devido a uma grave infecção na garganta. O estado de saúde do ex-presidente havia se tornado mais delicado por causa de sessões de sangria, que fizeram com que ele perdesse uma quantidade significativa de sangue. O relato conta que o ex-presidente faleceu sob a observação de sua esposa, Martha Washington.

 

Por Daniel Neves Silva
Professor de História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "George Washington"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historia-da-america/george-washington.htm. Acesso em 23 de julho de 2021.