Topo
pesquisar

O líder tibetano

Geografia

Tenzin Gyatso, o atual líder tibetano, teve acesso ao poder político como Dalai Lama aos quinze anos de idade.
PUBLICIDADE

O governo tibetano é teocrático e quem o dirige é o líder espiritual Tenzin Gyatso, o 14º Dalai Lama. O atual líder espiritual tibetano tem origem simples, nasceu em uma família de camponeses em uma aldeia de Taktser, região localizada no leste do Tibete.

De forma bastante prematura, aos dois anos de idade, teve o reconhecimento dos monges que o designaram com um Dalai Lama, o décimo quarto da linhagem. Dalai Lama é o nome dado a autoridade mais alta do budismo tibetano.

Na língua mongol, Dalai significa oceano e Lam corresponde a mestre ou guru, dando origem ao abrangente significado de “oceano de sabedoria”. De acordo com a crença budista, os dalai lamas são reconhecidos como a reencarnação do príncipe Chenrezig, o detentor do lótus branco que simboliza a compaixão. É considerado um bodhisattva, que em sânscrito significa o ser destinado à iluminação.

O atual Dalai Lama teve acesso ao poder político no ano de 1950, com quinze anos de idade, nesse período a província do Tibete se encontrava tomada pelo governo chinês. O Dalai Lama assumiu o poder do Tibete após ter passado por longos e desgastantes períodos de estudos, preparando para se consolidar como um líder espiritual, período em que obteve conhecimento do budismo, de história e de filosofia.

Mais tarde, em 1959, o líder tibetano foi obrigado a se retirar do Tibete, após uma frustrada rebelião contrária à ocupação chinesa, diante dessa manifestação o governo chinês invadiu a província, e, para não ser aprisionado pelas forças chinesas, o Dalai Lama se passou por soldado e chegou até a fronteira com a Índia, onde encontrou exílio e atraiu cerca de 80 mil seguidores tibetanos. Atualmente existem cerca de 120 mil tibetanos em condição de exílio. O líder espiritual se estabeleceu em Dharamsala, cidade indiana que se tornou sede do governo tibetano no exílio.

Diante dos esforços de Dalai Lama na luta pela independência tibetana da China, que é desenvolvida de forma pacífica, o líder recebeu o Prêmio Nobel da Paz no ano de 1989, tendo assim reconhecimento internacional de sua causa, exceto da China, principal interessada no fracasso do processo de independência tibetana.

Lista da linhagem de Dalai Lamas

• 1391 a 1474 Gedun Drub.

• 1475 a 1542 Gedun Gyatso.

• 1543 a 1588 Sonam Gyatso.

• 1589 a 1616 Yontem Gyatso.

• 1617 a 1682 Lobsang Gyatso.

• 1683 a 1706 Tsangyang Gyatso.

• 1708 a 1757 Kelsang Gyatso.

• 1758 a 1804 Jamphel Gyatso.

• 1806 a 1815 Lungtok Gyatso.

• 1816 a 1837 Tsultrim Gyatso.

• 1838 a 1856 Khendrup Gyatso.

• 1856 a 1875 Trinley Gyatso.

• 1876 a 1933 Thubten Gyatso.

• 1935 até os dias atuais, Tenzin Gyatso.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia
Equipe Brasil Escola

Tibete - Países do Mundo - Geografia - Brasil Escola

Tenzin Gyatso, o atual Dalai Lama
Tenzin Gyatso, o atual Dalai Lama

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FREITAS, Eduardo de. "O líder tibetano "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/o-lider-tibetano.htm. Acesso em 22 de novembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola