Whatsapp

Intensidade, timbre e altura

Física

PUBLICIDADE

Intensidade, timbre e altura são características, ou propriedades dos sons. A intensidade sonora refere-se à potência da fonte emissora, bem como à quantidade de energia que o som é capaz de transportar; o timbre diz respeito ao formato das oscilações sonoras e a altura, por sua vez, é determinada pela frequência do som.

Veja também: Classificação das ondas: o que são ondas e quais as suas principais características

Intensidade

A intensidade sonora mede a quantidade de energia que uma onda sonora é capaz de transferir a cada segundo em uma área de 1 m². A intensidade relaciona-se à amplitude da onda e é definida pela potência emitida pela fonte dividida pela área da frente de onda sonora, como mostramos a seguir:

I – Intensidade sonora (W/m²)

P – Potência (W)

A – Área da frente de onda (m²)

A figura a seguir ilustra a frente de onda sonora, que tem formato circular, uma vez que as sonoras são tridimensionais e propagam-se com a mesma velocidade em todas as direções:

A intensidade sonora diminui com o quadrado da distância entre a fonte e o observador.

Por meio da figura, é possível perceber que, conforme nos afastamos uma distância r, a área da frente de onda aumenta com o quadrado da distância. Por tratar-se de uma onda esférica, essa área pode ser calculada pela expressão 4πr².

Apesar de a unidade de intensidade sonora ser o watt por metro quadrado, a intensidade sonora é comumente medida em uma escala logarítmica conhecida como escala de Bell, criada pelo inventor do telefone, Alexander Graham Bell.

A escala de Bell utiliza as propriedades do logaritmo de base 10 para comparar sons de diferentes intensidades, para tanto, o menor valor existente nessa escala é também o menor valor de intensidade sonora audível (chamada de I0), cerca de 10-12 W/m², também conhecido como limiar de audibilidade. De acordo com essa escala, sons de diferentes intensidades relacionam-se com I0 da seguinte maneira:

N – número de bel

Aplicando as propriedades logarítmicas na equação apresentada, obtém-se a seguinte expressão:

O cálculo acima permite calcular o número de decibéis de uma onda sonora de intensidade I. O decibel é um submúltiplo dez vezes menor que o bel. A partir disso, é possível compreender que um som de 20 decibéis é 10 vezes mais forte que um som de 10 decibéis, por exemplo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quando algum som tem grande intensidade, dizemos que esse som é forte, ao contrário, trata-se de um som fraco.

Veja também: Conheça algumas descobertas da Física que aconteceram por acidente

Timbre

O timbre permite distinguirmos diferentes fontes sonoras graças ao formato da onda.
O timbre permite distinguirmos diferentes fontes sonoras graças ao formato da onda.

O timbre é a característica dos sons que nos permite diferenciar uma nota musical emitida por um piano de um violino, por exemplo. O timbre é o formato da onda sonora, cada instrumento musical apresenta um modo de vibração próprio, que resulta na produção de um som característico.

O timbre também garante que a voz humana seja diferente em cada indivíduo, permitindo que ativemos dispositivos por meio de comandos de voz, por exemplo.

Altura

Os sons apresentam três características – intensidade, altura e timbre.
Os sons apresentam três características – intensidade, altura e timbre.

A altura de um som diz respeito à sua frequência, que mede o número de oscilações que a onda sonora produz a cada segundo. A medida de frequência é dada em hertz (Hz).

n – número de oscilações

Δt – intervalo de tempo (s)

A frequência do som pode ser obtida por meio da velocidade de propagação e do comprimento de onda do som. Observe:

v – velocidade de propagação (m/s)

λ – comprimento de onda (m)

f – frequência (Hz)
 

Os seres humanos não são capazes de ouvir qualquer frequência sonora, na verdade, a nossa percepção é bastante limitada: só somos capazes de ouvir frequências que se encontrem em intervalo que vai de 20 Hz a 20.000 Hz, esse intervalo é conhecido como espectro audível.

Qualquer som que tenha frequência abaixo dos 20 Hz é inaudível pelos seres humanos e é chamado de infrassom, já os sons que tenham frequência maior que 20.000 Hz, também inaudíveis para nós, são conhecidos como ultrassons. Quer saber mais sobre o assunto? Acesse o nosso texto sobre infrassons e ultrassons.

 

Por Rafael Helerbrock
Professor de Física

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

HELERBROCK, Rafael. "Intensidade, timbre e altura"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/intensidade-timbre-altura.htm. Acesso em 24 de fevereiro de 2021.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

(UniRV - GO) O som é entendido por seu comportamento ondulatório. Dessa forma, propriedades como frequência, intensidade, amplitude, etc., são fundamentais para o entendimento de tal ente físico. A exposição a sons com intensidade elevada pode provocar prejuízo à saúde, por esse motivo, órgãos fiscalizadores estabeleceram níveis sonoros que devem variar de acordo com o tipo de área urbana e o período. A seguir, uma tabela estabelecida de acordo com as normas da ABNT (nº 10.151).

Imagine que a fiscalização de um município foi convocada a comparecer em uma área residencial urbana, no período noturno, pois os vizinhos de um salão de festa queixavam-se do barulho provocado pela música. Chegando ao local, os fiscais perceberam que a intensidade sonora correspondia a 10–6 W/m2. Considerando que a intensidade de referência equivale a 10–12 W/m2, assinale a alternativa correta.

a) O salão de festa não será notificado, pois o nível sonoro aferido no local corresponde ao nível permitido a uma zona de hospitais.

b) O salão de festa não será notificado, pois o nível sonoro aferido no local corresponde ao nível permitido à zona residencial urbana.

c) O salão de festa será notificado, pois o nível sonoro aferido no local corresponde ao nível permitido ao centro da cidade.

d) O salão de festa será notificado, pois o nível sonoro aferido no local corresponde ao nível permitido, diurnamente, a uma área industrial.

 

Questão 2

(UFSCar - SP) Um homem adulto conversa com outro de modo amistoso e sem elevar o nível sonoro de sua voz. Enquanto isso, duas crianças brincam emitindo gritos eufóricos, pois a brincadeira é um jogo interessante para elas. O que distingue os sons emitidos pelo homem dos emitidos pelas crianças

a) é o timbre, apenas.

b) é a altura, apenas.

c) são a intensidade e o timbre, apenas.

d) são a altura e a intensidade, apenas.

e) são a altura, a intensidade e o timbre.

Mais Questões
Artigos Relacionados
Acesse o artigo e descubra o que é ultrassom e infrassom, quais as suas propriedades e principais aplicações tecnológicas.
Você sabe o que é a velocidade do som? Aprenda a calculá-la, conheça os fatores que a afetam diretamente e entenda qual é a sua relação com a temperatura.
Clique aqui e conheça a diferença entre eco e reverberação, fenômenos que ocorrem com a reflexão das ondas sonoras.
Você sabia que a Ciência e a tecnologia presentes no seu aparelho celular são muito mais antigas do que aparentam ser? Diversas tecnologias presentes nesses aparelhos surgiram há algumas dezenas de anos e, ainda assim, só se popularizaram agora. Você conhece o que há por trás do seu celular? Que tal saber mais sobre esse assunto?
Você sabe o que é acústica? Acesse e revise conceitos relacionados ao som, conheça as principais fórmulas da acústica e confira exercícios resolvidos.
Clique aqui e conheça o efeito Doppler, fenômeno que foi determinante na explicação da expansão do universo.
Clique aqui para saber mais sobre a reflexão e a refração do som, tipo de onda mecânica, longitudinal e tridimensional.
Entenda como nosso ouvido é capaz de captar o som: uma onda mecânica!
Qual é a intensidade do som gerado por uma mosca? Qual é a intensidade sonora de uma dor de ouvido? Clique aqui e entenda um pouco mais sobre as ondas sonoras!
Veja aqui mais sobre a interferência de ondas, que acontece quando dois pulsos de ondas se cruzam em um mesmo meio no caminho de sua propagação.