Topo
pesquisar

Hans Christian Oersted

Física

Hans Christian Oersted foi um importante físico e químico dinamarquês. Suas contribuições deram início ao estudo do eletromagnetismo.
PUBLICIDADE

Hans Christian Oersted nasceu em 14 de agosto de 1777, em Rudkobing, na Dinamarca. Seus estudos foram extremamente importantes porque abriram caminho para o desenvolvimento do eletromagnetismo.

Filho de um farmacêutico, Oersted formou-se em Farmácia no ano de 1797, na Universidade de Copenhague, e tornou-se doutor em Filosofia em 1799 pela mesma instituição. Após ter contato com o físico alemão Johann Wilhelm Ritter, Oesrted interessou-se pelos estudos relacionados com a eletricidade e magnetismo e começou a buscar uma relação entre os dois fenômenos.

Em 1806, foi nomeado professor de Física e Química da Universidade de Copenhague, tornando-se professor efetivo em 1817. Além de suas atividades na Universidade, Oersted fundou a Sociedade de Desenvolvimento do Estudo da Ciência, tornou-se Conselheiro do Estado em 1828 e fundou a Escola Politécnica de Copenhague em 1829.

Na época em que Oersted viveu, a eletricidade e o magnetismo eram encarados como fenômenos independentes e totalmente excludentes. A sociedade científica da época procurava relações entre os dois fenômenos, mas até então existiam apenas estudos teóricos que indicavam uma possível relação entre os fenômenos, mas nenhuma comprovação experimental.

Experimento de Oersted

Em 1820, Oersted realizou um experimento que marcou o início dos estudos da íntima relação entre eletricidade e magnetismo. A experiência realizada pelo cientista abriu caminho para o desenvolvimento do eletromagnetismo, ramo da Física que se dedica à compreensão de fenômenos de natureza elétrica e magnética.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Oersted posicionou uma bússola próximo a um circuito elétrico simples e percebeu que a agulha imantada da bússola sofria deflexões quando existia corrente elétrica no circuito. Se a corrente era interrompida, a agulha voltava à sua posição normal, apontando sempre para o norte geográfico. A única explicação possível para a deflexão sofrida pela agulha imantada era a presença de um campo magnético que concorria com o campo magnético terrestre. Assim, Oersted concluiu que cargas elétricas em movimento geravam campo magnético.

Experimento de Oersted

Esse experimento possibilitou a criação e fabricação do galvanômetro, instrumento composto por uma agulha imantada e uma bobina que era capaz de indicar a presença de corrente elétrica em um circuito.

Hans Christian Oersted morreu em Copenhague, no dia 9 de março de 1851, aos 73 anos de idade. Inúmeras homenagens foram realizadas em seu nome em virtude de suas contribuições à ciência e à sociedade dinamarquesa.


Por Joab Silas
Graduado em Física

O experimento de Oersted marcou o início do desenvolvimento do eletromagnetismo
O experimento de Oersted marcou o início do desenvolvimento do eletromagnetismo

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

JúNIOR, Joab Silas da Silva. "Hans Christian Oersted"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/hans-christian-oersted.htm. Acesso em 19 de setembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola