Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Presente do subjuntivo em espanhol

Espanhol

PUBLICIDADE

O presente de subjuntivo, presente do subjuntivo em espanhol, é usado:

  • como forma do imperativo afirmativo (com exceção da 2a pessoa do singular) e do negativo;
  • com verbos de sentimento e desejo;
  • em algumas frases de entonação interrogativa;
  • com alguns advérbios;
  • para expressar o futuro com algumas conjunções temporais.

Vamos conhecer melhor essas características? ¡Échale ganas!

Leia também: Verbos de cambio – verbos de mudança em espanhol

Usos do presente do subjuntivo em espanhol

O presente de subjuntivo tem diferentes usos em língua espanhola.
O presente de subjuntivo tem diferentes usos em língua espanhola.

I – Formas verbais do imperativo afirmativo (exceto segunda pessoa do singular — tú, vos) e imperativo negativo.

  • Hagamos las tareas del libro de texto.
    (Façamos as tarefas do livro didático.)
  • No le digas nada.
    (Não lhe diga nada.)

II – Expressões dubitativas, ou seja, aquelas que expressam dúvidas ou probabilidades — quizá(s), tal vez, posiblemente, problablemente:

Quizás María llegue temprano hoy.
(Talvez a Maria chegue cedo hoje.)

¡OJO! Usamos o modo indicativo com a locução adverbial a lo mejor:

A lo mejor María llega temprano hoy.
(Talvez Maria chegue cedo hoje.)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

III – Frases exclamativas ou desiderativas, ou seja, aquelas em que expressamos algum desejo:

  • ¡Que te vaya bien en los exámenes!
    (Que você vá bem nas provas!)
  • ¡Que aproveche!*
    (Bom apetite!)
  • ¡Que disfrutes tu viaje!
    (Que você aproveite a viagem!)
  • Ojalá que llueva hoy, hace mucho calor.
    (Tomara que chova hoje, está fazendo muito calor.)

* Também se usa a expressão Buen provecho.

IV – Frases de entonação interrogativa:

¿Mande? / ¿Diga?
(Diga?)

Veja também: Pronombres interrogativos – pronomes utilizados para fazer perguntas

V – Frases reduplicativas, ou seja, aquelas que repetem a forma verbal com a finalidade de reiterar ou ressaltar a ação expressa:

  • Pase lo que pase, te voy a ayudar.
    (Aconteça o que acontecer, eu vou te ajudar.)
  • Digan lo que digan, yo viviré a mi modo.
    (Digam o que disserem (quiserem), eu vou viver do meu jeito.)

VI – Algumas conjunções, locuções conjuntivas, advérbios e locuções adverbiais. Há casos de alternância entre indicativo e subjuntivo, e ainda aqueles em que o presente do subjuntivo indicará que a ação ocorre no futuro:

  • Cuando llegue mamá, me llevará al parque.
    (Quando a mamãe chegar, vai me levar ao parque.)
  • Mientras más te esfuerces, más aprenderás.
    (Quanto mais você se esforçar, mais aprenderá.)

¡OJO! Observe que, no exemplo anterior, a tradução do presente do indicativo deu-se com o futuro do subjuntivo em língua portuguesa. Esse futuro ainda existe em espanhol (futuro simple), mas começou a cair em desuso a partir do século XIV, sendo substituído pelo pretérito imperfeito (llegara/llegase) e pelo presente (llegue). Ainda é registrado, como característica arcaizante, em textos jurídicos, administrativos e também em algumas expressões idiomáticas, como “Adonde fueres, haz lo que vieres.” (Onde quer que vá, faça o que vir, ou seja, siga os costumes locais.), e expressões fixas como “o lo que fuere” (o que for).

VII – Formas reduplicadas de sentido concessivo: sea cual fuere, sea lo que sea, haya lo que haya.

Pase lo que pase, no voy a este paseo.
(Aconteça o que acontecer, não vou a este passeio)

VIII – Existem muitas regras para o uso do subjuntivo, de modo geral, em orações subordinadas. Vejamos:

a) Os sujeitos da oração principal e da subordinada são diferentes. Nesse caso, usa-se o subjuntivo na oração subordinada:

  • Trabajo mucho para comprarme un auto.
    (Trabalho muito para poder comprar um carro para mim mesma/o.)
  • Trabajo mucho para que te compres un auto.
    (Trabalho muito para você comprar um carro.)

Veja outros exemplos:

  • Te recomiendo que busques ayuda profesional.
    (Recomendo que você busque ajuda profissional.)
    (Te recomendo buscar ajuda profissional.)
  • Es urgente que vengas.
    (É urgente que você venha.)
  • Me gusta que estés aquí.
    (Eu gosto que você esteja aqui.)
  • Quiero que nunca te falte nada.
    (Quero que nunca te falte nada.)

b) Oraciones de relativo: usa-se o presente de subjuntivo se o antecedente é desconhecido. Se for conhecido, usa-se o modo indicativo.

Busco un auto que tenga alarma.
(Procuro um carro que tenha alarme. → Eu ainda não tenho o carro, estou à procura de um.)

c) Verbos que expressam percepção ou opinião (creer, opinar, parecer etc.): se a oração principal estiver na forma negativa, usa-se o subjuntivo na subordinada:

  • Creo que mi mamá no viene. (presente do indicativo)
    (Acho que minha mãe não vem.)
  • No creo que mi mamá venga. (presente do subjuntivo)
    (Não acho que minha mãe venha.)

Acesse também: Perífrasis verbales – locuções verbais em espanhol

Verbos regulares no presente do subjuntivo

Pronombre

Hablar

Comer

Subir

yo

hable

coma

suba

tú/vos

hables

comas

subas

él/ella/usted

hable

coma

suba

nosotras/os

hablemos

comamos

subamos

vosotras/os

habléis

comáis

subáis

ellos/ellas/ustedes

hablen

coman

suban

Verbos irregulares no presente do subjuntivo

Muitos verbos irregulares no presente do subjuntivo também o são no presente do indicativo, inclusive as exceções — segunda e terceira pessoas do plural:

  • quieroquiera
  • pidopida
  • conozco conozca

No entanto, essas regras não se aplicam a todos os casos, então vamos conhecê-las melhor:

a) Alternâncias vocálicas: são aqueles verbos que apresentam acréscimo, mudança ou supressão de vogal em suas raízes.

  • E → IE: pensar, comenzar, empezar, entender, mentir, sentir.
  • U → UE: jugar.
  • O → UE: poder, jugar, volver.
  • E → I: pedir, reír.

Pronombres

Pensar

Jugar

Poder

Pedir

yo

piense

juegue

pueda

pida

tú/vos

pienses

juegues

puedas

pidas

él/ella/usted

piense

juegue

pueda

pida

nosotras/os

pensemos

juguemos

podamos

pidamos

vosotras/os

penséis

juguéis

podáis

pidamos

ellos/ellas/ustedes

piensen

jueguen

puedan

pidan

 

¡OJO! Observe que o verbo pedir é completamente irregular.

Alguns verbos anteriores, como mentir e sentir, estão sujeitos a duas irregularidades, e → ie e e → i. Observe:

Pronombres

Mentir

Sentir

yo

mienta

sienta

tú/vos

mientas

sientas

él/ella/usted

mienta

sienta

nosotras/os

mintamos

sintamos

vosotras/os

mintáis

sintáis

ellos/ellas/ustedes

mientan

sientan

 

b) Alternâncias consonantais:

  • z → c: essa alternância acontece com verbos terminar em -ecer ou -cir, como conocer, merecer, conducir, producir etc.
  • verbos que têm adição de -g- à raiz: salir, valer, venir, tener, oír, hacer, traer etc. Essa é uma irregularidade que também ocorre na primeira pessoa do singular do presente do indicativo:

Pronombres

Merecer

Producir

Salir

Oír

yo

merezca

produzca

salga

oiga

tú/vos

merezcas

produzcas

salgas

oigas

él/ella/usted

merezca

produzca

salga

oiga

nosotras/os

merezcamos

produzcamos

salgamos

oigamos

vosotras/os

merezcáis

produzcáis

salgáis

oigáis

ellos/ellas/ustedes

merezcan

produzcan

salgan

oigan

 

c) Verbos com irregularidade total:

Pronombres

Haber

Saber

Ir

yo

haya

sepa

vaya

tú/vos

hayas

sepas

vayas

él/ella/usted

haya

sepa

vaya

nosotras/os

hayamos

sepamos

vayamos

vosotras/os

hayáis

sepáis

vayáis

ellos/ellas/ustedes

hayan

sepan

vayan

 

Pronombres

Decir

Ser

Estar

Dar

yo

diga

sea

esté

tú/vos

digas

seas

estés

des

él/ella/usted

diga

sea

esté

nosotras/os

digamos

seamos

estemos

demos

vosotras/os

digáis

seáis

estéis

deis

ellos/ellas/ustedes

digan

sean

estén

den

 

Leia também: Verbos defectivos em espanhol – verbos com a conjugação incompleta

Exercícios resolvidos

Questão 1 – Escolha a conjugação correta dos verbos entre as duas oferecidas em cada uma das frases a seguir:

A) Cuando estuviere/esté en casa, llámame.

B) No quiero que te irás/vayas.

C) Hago todas las tareas para que mamá me dejar/deje ir a la fiesta.

D) Ella no cree que vacunarse es/sea importante.

E) Necesito una casa que tiene/tenga dos piezas.

Resolução

A) esté

B) vayas

C) deje

D) sea

E) tenga

Questão 2 - (Enem/2018)

¿Qué es la X Solidaria?

La X Solidaria es una équis que ayuda a las personas más vulnerables. Podrás marcarla cuando hagas la declaración de la renta. Es la casilla que se denomina “Fines Sociales”. Nosotros preferimos llamarla X Solidaria:

  •  porque al marcarla haces que se destine un 0,7% de tus impuestos a programas sociales que realizan las ONG.
  •  porque se benefician los colectivos más desfavorecidos, sin ningún coste económico para ti.
  •  porque NO marcarla es tomar una actitud pasiva, y dejar que sea el Estado quien decida el destino de esa parte de tus impuestos.
  •  porque marcándola te conviertes en contribuyente activo solidario.

Disponível em: http://xsolidaria.org. Acesso em: 20 fev. 2012 (adaptado).

As ações solidárias contribuem para o enfrentamento de problemas sociais. No texto, a ação solidária ocorre quando o contribuinte

A) delega ao governo o destino de seus impostos.
B) escolhe projetos que terão isenção de impostos.
C) destina parte de seus impostos para custeio de programas sociais.
D) determina a criação de impostos para implantação de projetos sociais.
E) seleciona programas para beneficiar cidadãos vulneráveis socialmente.

Resolução

Alternativa C. O parágrafo inicial do texto diz que o contribuinte colabora com a X Solidaria “cuando haga la declaración de la renta”, ou seja, quando fizer a declaração de renda.


Por Renata Martins Gornarttes
Professora de Espanhol

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GORNATTES, Renata Martins. "Presente do subjuntivo em espanhol"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/espanhol/presente-do-subjuntivo-em-espanhol.htm. Acesso em 01 de dezembro de 2021.

Artigos Relacionados
Entenda o imperativo em espanhol. Descubra quais são as funções desse modo verbal na língua espanhola, assim como suas conjugações, regularidades e irregularidades.
As formas nominais do verbo são chamadas em espanhol de não pessoais, mas a função de cada forma não modifica de uma língua para a outra. São elas: infinitivo, gerúndio e particípio. Podem expressar valor de substantivo (infinitivo), de advérbio (gerúndio) e de adjetivo (particípio). Clique para conhecê-las!
Conheça os advérbios em espanhol. Saiba quais são os grupos em que se dividem, e aprenda quais são as suas funções.
Venha conhecer e entender os usos do “pretérito imperfecto de indicativo” em espanhol. Pratique com exercícios contextualizados.
Venha aprender a identificar e usar o pretérito imperfecto de subjuntivo em espanhol! Confira, ainda, exemplos e exercícios resolvidos.
Aprenda quais são os usos do pretérito indefinido em espanhol. Veja como esse tempo verbal se diferencia do “pretérito perfecto compuesto”.
Conheça o pretérito perfeito composto do indicativo em espanhol e aprenda a usá-lo corretamente. Aprenda sua estrutura e resolva exercícios sobre o tema.
Venha aprender a usar e identificar o “pretérito perfecto compuesto de subjuntivo” em espanhol! Conheça sua estrutura e resolva os exercícios sobre o tema.
Aprenda sobre os verbos de “cambio”, verbos de mudança em espanhol. Conheça quais os tipos de mudanças que eles expressam e as diferenças entre elas.
Clique aqui e aprenda os verbos defectivos em espanhol, a que se referem e como são classificados. Observe os exemplos para compreendê-los melhor.