Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Mal súbito

Mal súbito é um evento médico agudo, inesperado, repentino e associado, em geral, a causas cardíacas. A morte súbita é frequentemente uma consequência fatal do mal súbito.

Homem com dor no peito, um dos principais sintomas do mal súbito, muitas vezes associado a problemas cardíacos.
A dor no peito é um dos principais sintomas do mal súbito, muitas vezes associado a problemas cardíacos.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Mal súbito é uma expressão utilizada para descrever eventos médicos agudos, inesperados e repentinos que requerem atendimento médico imediato. Suas principais causas incluem infarto, arritmias cardíacas, acidentes vasculares cerebrais, ataques cardíacos, convulsões, alergias graves, entre outras. Os sintomas variam dependendo da causa, mas frequentemente incluem perda de consciência, dor no peito, falta de ar e confusão mental. A morte súbita é geralmente uma consequência fatal do mal súbito.

 Leia também: Quais são as 10 principais causas de morte no mundo?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o mal súbito

  • O mal súbito é um evento médico agudo e inesperado.
  • Pode ser causado por uma variedade de condições médicas, como paradas cardíacas, arritmias, acidentes vasculares cerebrais e alergias graves.
  • Seus sintomas dependem da causa subjacente, e os comuns incluem perda de consciência, falta de ar, dor no peito e confusão.
  • Desfibriladores são frequentemente necessários para tentar salvar vidas em casos de parada cardíaca.
  • Consultas regulares com um cardiologista e um estilo de vida saudável podem ajudar a reduzir os riscos de mal súbito, principalmente na existência de condições pré-existentes assintomáticas.
  • A morte súbita é frequentemente uma consequência fatal do mal súbito, uma vez que a rápida intervenção médica é crucial para a sobrevivência em casos de mal súbito.

O que é o mal súbito?

Mal súbito é uma expressão utilizada para descrever um evento médico que ocorre de forma súbita e apresenta sintomas graves, tais como perda de consciência. Essa condição requer atendimento médico imediato e pode ser reversível com tratamento adequado. O mal súbito pode ser desencadeado por causas diversas, abrangendo desde desidratação até infarto.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Causas do mal súbito

Em sua maioria, o mal súbito está associado a causas cardíacas. No entanto, fatores neurológicos e respiratórios, reações alérgicas graves, intoxicação por drogas e doenças metabólicas (como a diabetes) também podem contribuir para esse evento. Exemplos de condições cardíacas, neurológicas e respiratórias relacionadas ao mal súbito incluem:

É relevante ressaltar que outros fatores podem influenciar o risco de mal súbito, como a idade. A ocorrência de infarto, por exemplo, aumenta à medida que a idade avança. Além disso, fatores de risco associados ao estilo de vida também contribuem para o mal súbito, como tabagismo, alimentação inadequada e sedentarismo, pois elevam as chances de desenvolver doenças graves, principalmente cardiovasculares.

Condições genéticas ou congênitas também podem aumentar o risco de mal súbito, especialmente na ausência de sintomas. Exemplos incluem cardiomiopatia hipertrófica (aumento da espessura do coração) e doença arterial coronariana (obstrução das artérias coronárias devido ao acúmulo de placas de gordura em seu interior).

Sinais e sintomas do mal súbito

Os sintomas do mal súbito estão estreitamente relacionados com a causa subjacente, e os sinais mais comuns incluem:

  • dor no peito;
  • desmaio ou perda de consciência repentina;
  • falta de ar;
  • palpitações;
  • confusão ou desorientação mental;
  • fraqueza;
  • convulsões;
  • tontura ou vertigem;
  • sudorese intensa;
  • perda ou turvação da visão;
  • dor de cabeça intensa;
  • paralisia do rosto e da perna, geralmente em um dos lados do corpo.

Veja também: Parada cardiorrespiratória — evento grave caracterizado pela interrupção do funcionamento do coração e da respiração

O que fazer em caso de mal súbito?

O mal súbito é considerado uma emergência médica e, nesse cenário, a ação mais indicada é entrar em contato com o Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (Samu - 192) e relatar os sinais observados para que o atendente possa oferecer o suporte adequado.

A rapidez na resposta é essencial, pois pode evitar a morte ou sequelas graves. No caso de parada cardíaca, por exemplo, o atendimento ideal deve ser iniciado em até quatro minutos. Até a chegada de resgate médico, é possível que o acompanhante do paciente realize reanimação cardíaca, um procedimento importante de primeiros socorros.

Pessoa treinando reanimação cardíaca em um boneco, medida que pode ajudar em casos de mal súbito.
Realizar reanimação cardíaca pode manter a vida de um indivíduo afetado por uma parada cardíaca até a chegada de atendimento médico.

Importante: Dada a alta taxa de mortalidade associada ao mal súbito, seria fundamental a presença  de desfibriladores externos automáticos (DEA) em locais de fácil acesso para uma resposta rápida, principalmente em casos de parada cardíaca, pois são de uso simples e podem ser operados por pessoas fora da área da saúde para auxiliar o coração a retomar seus batimentos. Além disso, a conscientização da população acerca do assunto e a oferta de cursos de primeiros socorros e atendimento em situações de emergência doméstica também podem contribuir para evitar mortes por mal súbito, agilizando os procedimentos de socorro.

Cuidados para evitar o mal súbito

Para prevenir ou reduzir o risco de mal súbito, algumas medidas podem ser adotadas, tais como:

  • Manter hábitos de vida saudáveis, como a prática regular de exercícios físicos, uma alimentação equilibrada e a manutenção adequada da hidratação.
  • Evitar o tabagismo.
  • Implementar estratégias para gerenciar e reduzir os níveis de estresse psicossocial.
  • Controlar ativamente os níveis de colesterol e monitorar condições de saúde como hipertensão e diabetes.
  • Consultar um médico sempre que sintomas incomuns forem observados, pois eles podem ser indicativos de alerta.
  • Manter um acompanhamento anual com um cardiologista, especialmente a partir dos 30 anos e/ou na presença de histórico familiar de problemas cardíacos. Isso auxilia na identificação precoce de doenças cardíacas silenciosas.

Importante: Vale ressaltar que pessoas que já tiveram um infarto, parada cardíaca ou derrame devem adotar essas precauções com especial atenção, dado que o risco de um segundo episódio é significativamente provável.

Morte súbita

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), morte súbita é um óbito inesperado e repentino que, se testemunhado, ocorre até uma hora após o início dos sintomas, ou, se não testemunhado, dentro de 24 horas após a última vez em que a pessoa foi vista viva e sem sintomas.

Suas principais causas são de origem cardíaca, em especial infarto e arritmias cardíacas, e frequentemente é uma consequência de um mal súbito. A partir do surgimento dos sintomas, o desenrolar é extremamente rápido, e a chance de sobrevivência diminui a cada minuto. Quando uma intervenção médica impede a ocorrência da morte, pode-se considerar que houve uma “morte súbita abortada”.

Fontes

FANTÁSTICO. Saiba o que fazer para ajudar quem tem um mal súbito. Globoplay, 2012. Disponível em: https://globoplay.globo.com/v/1966316/.

KUMAR, A. et al. 2021. Sudden cardiac death: epidemiology, pathogenesis and management. Rev Cardiovasc Med. 22(1):147-158.

RIBEIRO, M. Infarto em jovens: por que acontece e como prevenir. Drauzio Varella, 2021. Disponível em: https://drauziovarella.uol.com.br/cardiovascular/infarto-em-jovens-por-que-acontece-e-como-prevenir/.

SEFTON, C. et al. 2023. Characteristics of sudden death by clinical criteria. Medicine (Baltimore). 102(16):e33029.

ZAIJIA, C. et al. 1985. Sudden cardiac death. World Health Organ Tech Re. 726:5–25.      

Escritor do artigo
Escrito por: Heloísa Fernandes Flores Bacharela, licenciada e mestre em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo. Atualmente, é doutoranda em Entomologia e cursa uma especialização em Gestão Escolar na mesma instituição. Desenvolve pesquisas com análise de conteúdo de livro didático e evolução de insetos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FLORES, Heloísa Fernandes. "Mal súbito"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/mal-subito.htm. Acesso em 17 de julho de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Acidente vascular cerebral (AVC)

Compreenda as causas e consequências de um acidente vascular cerebral.
Doenças e patologias

Arritmia cardíaca

Conheça os sinais que normalmente aparecem durante a arritmia cardíaca.
Saúde e Bem-estar

As 10 principais causas de morte no mundo

Clique aqui, conheça quais são as 10 principais causas de morte no mundo e aprenda um pouquinho mais sobre cada um desses problemas.
Biologia

Coração humano

Confira tudo o que você precisa saber sobre o coração humano, um órgão oco formado por quatro câmaras que garante o envio de sangue para todo o corpo.
Biologia

Densidade e doenças do coração

Densidade, doenças do coração, lipoproteínas de baixa densidade, colesterol ruim, paredes das artérias, colesterol bom, lipoproteínas de alta densidade, LDL, HDL, infarto do miocárdio, ataque cardíaco.
Química

Hipertensão (pressão alta)

Clique e compreenda o que é hipertensão, seus sintomas, como é feito o diagnóstico e no que consiste o tratamento desse problema de saúde.
Doenças e patologias

Infarto

Dores no peito e falta de ar são sintomas do infarto do miocárdio. Clique aqui e conheça mais sobre esse problema que mata milhares pessoas anualmente no Brasil.
Saúde e Bem-estar

Parada cardiorrespiratória

Descubra um pouco mais sobre o que é a parada cardiorrespiratória e suas consequências, e entenda também a importância de socorro rápido nesse caso.
Doenças e patologias

Sedentarismo

Você sabe o que é sedentarismo? Clique aqui e entenda os riscos que esse comportamento causa à saúde e a importância da atividade física.
Saúde e Bem-estar

Sistema cardiovascular

Amplie seus conhecimentos a respeito do sistema cardiovascular, o sistema do nosso corpo responsável por garantir a circulação do sangue no organismo.
Biologia