Topo
pesquisar

Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs)

Doenças e patologias

Doenças Sexualmente Transmissíveis, atualmente chamadas de Infecções Sexualmente Transmissíveis, são infecções contraídas, principalmente, por contato sexual.
PUBLICIDADE

As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), atualmente chamadas de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), são infecções transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual com uma pessoa infectada.

Anteriormente, preferia-se adotar a denominação de Doenças Sexualmente Transmissíveis, entretanto, doença remete a sintomas e sinais visíveis, o que nem sempre é observado nesses casos, sendo algumas infecções assintomáticas por toda a vida.

Neste texto, adotaremos a denominação de IST em substituição à DST. Além de mais adequada, essa denominação é a adotada pela Organização Mundial de Saúde.

Transmissão das Infecções Sexualmente Transmissíveis

As Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) são principalmente transmitidas por contato sexual, seja ele oral, vaginal ou anal, sem uso de preservativo. Algumas IST, no entanto, podem ser transmitidas ainda de outras formas, como durante a gestação, parto ou no momento da amamentação, compartilhamento de agulhas e outros objetos cortantes contaminados, além de transfusão de sangue contaminado.

Sintomas das Infecções Sexualmente Transmissíveis

Como sabemos, nem todas as Infecções Sexualmente Transmissíveis apresentam sintomas, sendo algumas delas completamente assintomáticas. Os sintomas são variados, a depender da infecção que foi contraída, porém algumas manifestações clínicas podem nos acender o alerta de que estamos com alguma Infecção Sexualmente Transmissível.

Os principais sintomas das IST, de acordo com o Ministério da Saúde, são:

  • Corrimento: O corrimento pode aparecer na região do pênis, vagina ou ânus e pode ter coloração variada, como amarelado ou esverdeado. Além de diferente cor, pode ter cheiro forte e provocar coceira.

  • Feridas: As feridas decorrentes das IST podem aparecer na região genital ou ainda em outras partes do corpo. As feridas podem causar dor ou não.

  • Verrugas: As verrugas geralmente indicam infecção pelo HPV. Essas verrugas de uma maneira geral não causam dor e possuem uma aparência que lembra uma couve-flor.

Caso observe sintomas como ardência ao urinar, corrimento e surgimento de feridas ou verrugas na região genital, procure imediatamente seu médico para a realização de exames.

Tratamento das Infecções Sexualmente Transmissíveis

O tratamento das Infecções Sexualmente Transmissíveis varia, uma vez que estamos falando de diferentes infecções, sendo algumas causadas por vírus, bactérias ou fungos. Naquelas doenças causadas por bactérias, como é o caso da sífilis, por exemplo, o tratamento é baseado no uso de antibióticos.

Vale salientar que algumas IST possuem tratamento que levam à completa cura e outras que não possuem cura, como é o caso da infecção por HIV. Nas IST que não possuem cura, o tratamento visa ao controle da infecção.

Realizar o tratamento das IST é essencial para garantir que a cadeia de transmissão seja interrompida. Ao descobrir uma IST, é importante também avisar o parceiro sexual sobre o problema para que ele também busque tratamento especializado.

Prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis

A prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis é feita principalmente com o uso da camisinha, seja ela feminina, seja masculina, em qualquer tipo de relação sexual. Isso significa que a prevenção deve ser feita quando houver contato vaginal, anal ou oral. Outra forma de prevenção contra IST envolve vacinar-se contra as doenças que oferecem essa opção. Entre as vacinas disponíveis, podemos destacar a vacina contra hepatite B e contra HPV.

Para se prevenir contra infecções sexualmente transmissíveis a melhor forma é utilizar camisinha em toda relação sexual.
Para se prevenir contra infecções sexualmente transmissíveis a melhor forma é utilizar camisinha em toda relação sexual.

Leia também: Camisinha

Exemplos de Infecções Sexualmente Transmissíveis

Várias são as Infecções Sexualmente Transmissíveis que afetam a população, algumas são muito graves e podem até mesmo levar à morte e outras são relativamente simples de serem tratadas. Fato é que essas infecções podem ser facilmente prevenidas com sexo seguro. Veja, a seguir, alguns exemplos de Infecções Sexualmente Transmissíveis muito comuns no Brasil e também em todo mundo:

  • Aids: A aids é uma doença sem cura que é causada pelo vírus HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana). Esse vírus atua comprometendo o sistema imunológico do indivíduo, fazendo com que ele fique mais suscetível a infecções oportunistas. Vale salientar que ter HIV não é a mesma coisa que a aids, uma vez que aids é um estágio mais avançado da infecção por HIV, em que o indivíduo está bastante vulnerável a doenças.

Leia também: Tratamento e cura da Aids

  • Condiloma acuminado: O condiloma acuminado é causado pelo vírus HPV (Papilomavírus Humano), o qual é responsável por desencadear o surgimento de verrugas na região do ânus e genital. É importante salientar que alguns tipos de HPV estão relacionados com o desenvolvimento de câncer, entretanto, normalmente os HPV responsáveis pelas verrugas não são cancerígenos.

  • Gonorreia: A gonorreia é causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae que pode causar ou não sintomas. Nos homens pode causar ardência na hora de urinar e surgimento de corrimento. Nas mulheres pode causar sangramento fora do período menstrual, corrimento e dor ao urinar.


A sífilis é causada pela bactéria Treponema pallidum.

  • Sífilis: A sífilis é uma doença causada por uma bactéria chamada Treponema pallidum. É uma doença grave que se não tratada pode evoluir e causar complicações. A sífilis pode ser classificada em diferentes estágios.

    Na sífilis primária, observa-se a presença de uma ferida no local de entrada da bactéria, geralmente única, que não causa dor, nem coceira ou nem ardência. Essa ferida desaparece sem deixar marcas, o que leva muitas pessoas a acharem que estão curadas.

    Na sífilis secundária, observa-se manchas no corpo, febre e mal-estar, sendo esses sintomas observados semanas após a cicatrização da ferida. Posteriormente, temos a sífilis latente, que é uma fase assintomática de duração variável.

    A sífilis terciária, por sua vez, pode surgir até 40 anos após a infecção e desencadeia sintomas mais graves, acometendo o sistema cardiovascular e nervoso, podendo até mesmo levar à morte.

  • Hepatite B: A hepatite pode ser definida como uma inflamação que atinge o fígado. A hepatite chamada de hepatite B é causada pelo vírus HBV e geralmente não causa sintomas. Algumas vezes, no entanto, os sintomas podem surgir, sendo os mais frequentes: tontura, vômito, dor abdominal coloração amarelada na pele, mucosas e olhos.


Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos

O HIV é um exemplo de vírus que pode ser transmitido por via sexual.
O HIV é um exemplo de vírus que pode ser transmitido por via sexual.

Listagem de Artigos

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola