close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Transporte de água pelo corpo do vegetal

O transporte de água pelo corpo do vegetal pode ser explicado, principalmente, pelo surgimento da pressão positiva da raiz e pela teoria da coesão-tensão.

A teoria da coesão-tensão explica como a água segue das raízes até as folhas
A teoria da coesão-tensão explica como a água segue das raízes até as folhas
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

A água é transportada pela planta da raiz até as folhas por meio do xilema, um tecido condutor. A água entra no corpo da planta pelas células da raiz até atingir o xilema, que transporta a substância para todo o corpo do vegetal. Quando chega às folhas, a água sai dos elementos condutores e passa para o mesófilo das folhas. Nesse local, a água pode ser eliminada do corpo da planta na forma de vapor pela transpiração.

Pouca transpiração

Em situações em que a transpiração ocorre lentamente ou está ausente, o que move a água da raiz até a parte aérea é o potencial hídrico, que é gerado pela secreção de íons para dentro do xilema. Nesses casos, o potencial hídrico torna-se mais negativo, e a água, por osmose, entra no xilema. Essa situação é conhecida como pressão positiva da raiz.

Muita transpiração

Quando a transpiração está intensa, as raízes realizam absorção passiva da água, sendo esta puxada por meio do fluxo promovido pela transpiração das folhas. Esse fluxo é explicado pela teoria da coesão-tensão

  • Teoria da coesão-tensão

Segundo a teoria da coesão-tensão, a água apresenta-se de forma contínua no corpo da planta, mais precisamente no interior dos vasos condutores, mantendo um movimento contínuo da água do solo para a planta e desta para a atmosfera. Esse movimento ascendente da água ocorre em consequência da perda de água por transpiração por meio dos estômatos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quando ocorre a transpiração na terminação dos elementos do xilema, ocorre uma diminuição do potencial hídrico na região pelo aumento da concentração de solutos na célula. As células saturadas começam a ganhar água e, de célula a célula, esse evento atinge o xilema, exercendo uma sucção. Assim sendo, a água move-se em direção ao menor potencial hídrico.

Como as moléculas de água apresentam enorme coesão, a tensão produzida é transmitida da região do caule até as raízes. Por causa da coesão existente entre as moléculas de água e sua forte adesão às paredes do xilema, forma-se uma coluna contínua de água. Ao retirar água das raízes, observa-se que o potencial hídrico torna-se mais negativo, fazendo com que ocorra uma maior absorção de água do solo.

Conclui-se, portanto, que, segundo essa teoria, a seiva bruta é movida pela tensão criada por meio da transpiração. Vale destacar que essa teoria também pode ser chamada de teoria da coesão, adesão e tensão, uma vez que a adesão às paredes dos elementos xilemáticos também é essencial para garantir a subida da água.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Transporte de água pelo corpo do vegetal"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/transporte-agua-pelo-corpo-vegetal.htm. Acesso em 23 de maio de 2022.

De estudante para estudante


O que pode cair no Enem 2022 em Ciências da Natureza?

Por Thiago Cabral
Responder
Ver respostas

Estude agora


Tempos derivados do presente do indicativo

São derivados do tempo presente do indicativo o pretérito perfeito do indicativo, o presente do subjuntivo e o...

Guia de Profissões | A vida na Letras, com Paula Martins de Souza

Quer ter mais informações sobre o curso de Letras e a profissão? Confira uma entrevista com a professora Paula...