Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Transporte de água pelo corpo do vegetal

Biologia

O transporte de água pelo corpo do vegetal pode ser explicado, principalmente, pelo surgimento da pressão positiva da raiz e pela teoria da coesão-tensão.
A teoria da coesão-tensão explica como a água segue das raízes até as folhas
A teoria da coesão-tensão explica como a água segue das raízes até as folhas
PUBLICIDADE

A água é transportada pela planta da raiz até as folhas por meio do xilema, um tecido condutor. A água entra no corpo da planta pelas células da raiz até atingir o xilema, que transporta a substância para todo o corpo do vegetal. Quando chega às folhas, a água sai dos elementos condutores e passa para o mesófilo das folhas. Nesse local, a água pode ser eliminada do corpo da planta na forma de vapor pela transpiração.

Pouca transpiração

Em situações em que a transpiração ocorre lentamente ou está ausente, o que move a água da raiz até a parte aérea é o potencial hídrico, que é gerado pela secreção de íons para dentro do xilema. Nesses casos, o potencial hídrico torna-se mais negativo, e a água, por osmose, entra no xilema. Essa situação é conhecida como pressão positiva da raiz.

Muita transpiração

Quando a transpiração está intensa, as raízes realizam absorção passiva da água, sendo esta puxada por meio do fluxo promovido pela transpiração das folhas. Esse fluxo é explicado pela teoria da coesão-tensão

  • Teoria da coesão-tensão

Segundo a teoria da coesão-tensão, a água apresenta-se de forma contínua no corpo da planta, mais precisamente no interior dos vasos condutores, mantendo um movimento contínuo da água do solo para a planta e desta para a atmosfera. Esse movimento ascendente da água ocorre em consequência da perda de água por transpiração por meio dos estômatos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quando ocorre a transpiração na terminação dos elementos do xilema, ocorre uma diminuição do potencial hídrico na região pelo aumento da concentração de solutos na célula. As células saturadas começam a ganhar água e, de célula a célula, esse evento atinge o xilema, exercendo uma sucção. Assim sendo, a água move-se em direção ao menor potencial hídrico.

Como as moléculas de água apresentam enorme coesão, a tensão produzida é transmitida da região do caule até as raízes. Por causa da coesão existente entre as moléculas de água e sua forte adesão às paredes do xilema, forma-se uma coluna contínua de água. Ao retirar água das raízes, observa-se que o potencial hídrico torna-se mais negativo, fazendo com que ocorra uma maior absorção de água do solo.

Conclui-se, portanto, que, segundo essa teoria, a seiva bruta é movida pela tensão criada por meio da transpiração. Vale destacar que essa teoria também pode ser chamada de teoria da coesão, adesão e tensão, uma vez que a adesão às paredes dos elementos xilemáticos também é essencial para garantir a subida da água.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Transporte de água pelo corpo do vegetal"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/transporte-agua-pelo-corpo-vegetal.htm. Acesso em 25 de outubro de 2021.

Artigos Relacionados
Você já ouviu falar em evapotranspiração? Compreenda, por meio deste texto, o significado desse termo e conheça alguns conceitos relacionados ao tema.
Saiba mais sobre a gutação, processo importante para a planta que só ocorre quando a umidade está elevada e a planta está sofrendo pouca transpiração.
Entenda o que é nutrição vegetal, quais são os elementos essenciais para o desenvolvimento de uma planta e os sintomas de suas deficiências.
Clique aqui e amplie seu conhecimento sobre tecidos vegetais, importante parte da botânica. Conheça seus tipos e os sistemas dos quais eles fazem parte.
Aprenda a diferença entre transporte ativo e passivo e compreenda como as substâncias atravessam a membrana e garantem a manutenção do meio intracelular.
Entenda a função do xilema e do floema para a planta, e conheça as principais diferenças existentes entre esses dois importantes tecidos vegetais.