Topo
pesquisar

Gutação

Biologia

Na gutação — um processo realizado pela planta —, água líquida é eliminada por estruturas denominadas hidatódios.
As gotas nas margens das folhas representam a gutação
As gotas nas margens das folhas representam a gutação
PUBLICIDADE

Algumas vezes, ao observar uma planta pela manhã, temos a impressão de que ela está coberta por orvalho. Entretanto, o que pode estar ocorrendo é um processo denominado de gutação, que se caracteriza pela perda de água no estado líquido por meio das folhas.

A água liberada pela folha é transportada via xilema e é forçada a sair para o meio externo pela pressão positiva da raiz. Essa pressão é causada pela diferença de potencial hídrico existente entre o xilema e os tecidos que estão em sua volta.

Inicialmente, a água e os íons diluídos entram pela raiz em razão da diferença de potencial entre o solo e a seiva bruta do xilema. Em momentos em que a perda de água pela transpiração é pequena, o acúmulo de solutos no xilema torna seu potencial hídrico mais negativo quando comparado a outros tecidos e desencadeia a penetração de água para o seu interior pelo processo de osmose.

Com o surgimento da pressão positiva da raiz, água e íons são obrigados a seguir pelo xilema em direção à parte aérea. Na folha, a pressão positiva da raiz força a água a sair das folhas por aberturas denominadas de hidatódios, que se localizam normalmente no ápice da folha ou em suas margens.

Os hidatódios apresentam elementos de condução exclusivamente xilemáticos, bainha do feixe aberta, um conjunto de células parenquimáticas denominado de epitema e poros aquíferos, por onde a água é eliminada. Os poros aquíferos, ao serem observados no microscópio, podem ser confundidos com “simples” estômatos, sendo necessárias análises mais aprofundadas para verificar a anatomia dessa região.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A gutação acontece apenas em algumas condições especiais, como alta umidade relativa, boa irrigação e baixas taxas de transpiração. Em dias quentes, quando a transpiração é alta, a água adquirida pela planta é perdida muito rapidamente, evitando, portanto, o processo de pressão positiva. O processo também é menos eficiente durante o dia, uma vez que o trânsito de água é mais rápido e a pressão é pequena.

Vale destacar que algumas plantas não apresentam esse processo, como é o caso dos pinheiros. As plantas de menor porte são, geralmente, as que apresentam essa característica.

O processo de gutação é extremamente importante para as plantas, pois impede que a pressão no interior do xilema faça com que a água saia e ocupe o espaço intercelular nos tecidos. Também é importante frisar que a eliminação da água permite que haja um fluxo de solutos pela planta.

ATENÇÃO: Não confunda a gutação com o orvalho! Nesse último caso, a água condensa-se sobre a superfície da folha; na gutação, a água está sendo eliminada pela planta.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Gutação"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/biologia/gutacao.htm>. Acesso em 21 de abril de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

A gutação é um processo que ocorre nos vegetais e que se caracteriza pela perda de água líquida pelas folhas. A água eliminada nesse processo é conduzida via:

a) floema.

b) xilema.

c) protofloema.

d) parênquima.

e) colênquima.

Questão 2

No processo de gutação, a água é forçada a sair para o meio externo graças à pressão gerada pela diferença de potencial hídrico entre o xilema e os tecidos em sua volta. Qual é o nome dado a essa pressão?

a) Pressão positiva da folha.

b) Pressão positiva da raiz.

c) Pressão negativa da folha.

d) Pressão negativa da raiz.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola