Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Quimo e quilo

Biologia

Durante o processo de digestão, o quimo e o quilo são formados pela ação de várias enzimas presentes no estômago e no intestino delgado.
A formação do quimo e do quilo ocorre, respectivamente, no estômago e no intestino delgado
A formação do quimo e do quilo ocorre, respectivamente, no estômago e no intestino delgado
PUBLICIDADE

O processo de digestão acontece com a finalidade de retirar dos alimentos os nutrientes necessários para suprir as necessidades metabólicas do organismo. Nesse processo, os alimentos sofrem diversas modificações devido à ação de várias enzimas ao longo do sistema digestório. O quimo e o quilo, por exemplo, são produtos da digestão formados, respectivamente, no estômago e no intestino delgado.

→ Quimo

O quimo é o produto formado após a digestão do alimento no estômago. O alimento, mais corretamente chamado nessa fase de bolo alimentar, chega ao estômago pelo esôfago. Nesse momento, o alimento já sofreu a ação da saliva e da digestão mecânica realizada pelos dentes.

No estômago, o bolo alimentar sofre a ação do suco gástrico. Essa substância, produzida por células do estômago, apresenta, principalmente, a enzima digestiva chamada de pepsina, que quebra as ligações peptídicas das proteínas. Além dessa enzima, existe ainda a presença de ácido clorídrico no suco gástrico, um ácido que, além de ter uma função antisséptica, garante a ação da pepsina.

Após sofrer a digestão no estômago, o bolo alimentar torna-se uma massa consistente: o quimo. Esse produto de pH ácido segue, então, para o intestino delgado, onde passa por novas transformações.

→ Quilo

Quando chega ao intestino delgado, o quimo sofre a ação de diferentes substâncias, como o suco entérico, suco pancreático e a bile. Todos esses produtos alteram as propriedades do quimo, que passa a receber o nome de quilo nessa fase.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O suco entérico é uma secreção composta por várias enzimas produzidas pelas células da mucosa intestinal. Entre essas enzimas, podemos citar a carboxipeptidase, aminopeptidase, dipeptidase, maltase, sacarase e lactase. A função principal do suco entérico é finalizar a digestão de proteínas e glicídios.

Secretado no intestino delgado, o suco pancreático é produzido pelo pâncreas. Esse suco é composto por bicarbonato de sódio, que modifica o pH do quimo, neutralizando sua acidez. Essa modificação de pH facilita também a ação de enzimas. Além do bicarbonato, o suco pancreático possui enzimas como a quimiotripsina, tripsina, amilopsina, RNAase, DNAase e lipase.

Além dos sucos, outra substância importante na digestão é a bile. De coloração esverdeada, ela é produzida pelo fígado e atua na digestão de gorduras. A bile não apresenta enzimas, porém, ao emulsificar as gorduras, aumenta a área de superfície delas, o que facilita a ação das lipases.

Após sofrer as modificações no intestino delgado, o quimo torna-se quilo. Nesse ponto, inicia-se o processo de absorção de nutrientes pelo intestino delgado.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Quimo e quilo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/quimo-quilo.htm. Acesso em 23 de setembro de 2021.

Lista de Exercícios
Questão 1

Durante o processo de digestão, o alimento passa por uma série de transformações que visam ao maior aproveitamento dos nutrientes pelo organismo. À medida que se mistura às enzimas e aos sucos no sistema digestório, o alimento passa a receber outras denominações. O quimo, por exemplo, é o nome que o alimento recebe após a digestão no:

a) esôfago.

b) estômago.

c) intestino grosso.

d) intestino delgado.

e) boca.

Questão 2

Analise as alternativas a seguir e marque aquela que apresenta a substância que pode ser encontrada no quimo no momento de sua formação.

a) bile.

b) suco entérico.

c) suco pancreático.

d) insulina.

e) suco gástrico.

Mais Questões
Artigos Relacionados
Descubra as principais funções do fígado e algumas de suas principais características anatômicas.
Saiba mais sobre o intestino delgado, órgão do sistema digestório que se destaca por sua grande capacidade de absorção de nutrientes.
Saiba mais sobre os movimentos peristálticos e sua importância para o processo de digestão.
Conheça a estrutura do pâncreas e as principais funções exercidas por essa glândula.
Você já ouviu falar sobre retocolite ulcerativa? Clique aqui e conheça mais sobre esse problema de saúde, seus sintomas, tratamento e causas.
Aprenda mais sobre o sistema digestório aqui! Conheça os órgãos e glândulas que compõem esse sistema, bem como seus papéis no processo de digestão.
Aprenda mais sobre o ácido clorídrico. Conheça suas propriedades, características e funções. Veja também de que forma ele é produzido.