Topo
pesquisar

Movimentos peristálticos

Biologia

Os movimentos peristálticos são controlados pelo sistema nervoso autônomo e garantem a movimentação do alimento pelos órgãos do sistema digestório.
PUBLICIDADE

Os movimentos peristálticos ocorrem como consequência da contração dos músculos lisos que constituem os órgãos do tubo digestório. Esses movimentos, chamados normalmente apenas de peristaltismo, são essenciais para o processo digestivo, uma vez que garantem a movimentação dos alimentos ao longo do sistema digestório.

Como ocorrem os movimentos peristálticos?

Os movimentos peristálticos são movimentos involuntários rítmicos que ocorrem graças a comandos do nosso sistema nervoso, mais precisamente o sistema nervoso autônomo. Essa porção do sistema nervoso é responsável por comandar as ações internas do nosso corpo, tais como o ritmo cardíaco e a secreção de algumas glândulas, além, é claro, do controle da musculatura lisa.

O sistema nervoso autônomo é dividido em duas partes distintas: o sistema nervoso simpático e o parassimpático. Normalmente, enquanto um estimula a ação de um órgão, o outro causa sua inibição. No caso dos movimentos peristálticos, o parassimpático aumenta o peristaltismo, enquanto o simpático ocasiona a inibição dos movimentos.

Os movimentos peristálticos nos órgãos do sistema digestório

  • Esôfago

    Na boca, o alimento é mastigado e misturado à saliva, passando a ser chamado de bolo alimentar. Esse bolo é empurrado pela língua em direção à faringe para que, posteriormente, chegue ao esôfago. Nesse último órgão, os movimentos peristálticos levam o alimento até o estômago. Esse caminho dura, em média, 10 segundos.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

    O movimento peristáltico no esôfago é um movimento ondulado que, literalmente, empurra o bolo alimentar em direção ao estômago. Esse movimento é tão eficiente que garante o sentido do alimento mesmo que fiquemos de cabeça para baixo.

Observe o movimento peristáltico ocorrendo no esôfago
Observe o movimento peristáltico ocorrendo no esôfago

  • Estômago

    No estômago, movimentos peristálticos também estão presentes e garantem que o bolo alimentar misture-se com o suco gástrico produzido por esse órgão. A mistura formada deixa de ser chamada de bolo alimentar e passa a ser chamada de quimo.

  • Intestino

    No intestino delgado, os movimentos peristálticos garantem, principalmente, a movimentação do quimo, mas também ajudam na homogenização com enzimas digestivas, secreções e a bile, processo em que o quimo transforma-se em quilo. A movimentação da massa alimentar ocorre por dois tipos de movimentos peristálticos, um movimento lento e limitado a pequenas porções do intestino e movimentos longos e rápidos que garantem a movimentação em longos segmentos.

    No intestino grosso, mais precisamente no cólon, também ocorrem movimentos peristálticos, entretanto, esses recebem o nome de movimentos de massa. Esses movimentos garantem a preparação para o processo de defecação.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Os movimentos peristálticos garantem o transporte da massa alimentar pelo sistema digestório
Os movimentos peristálticos garantem o transporte da massa alimentar pelo sistema digestório

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Movimentos peristálticos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/movimentos-peristalticos.htm. Acesso em 08 de dezembro de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

Sabemos que os movimentos peristálticos ocorrem em vários órgãos do sistema digestório. No esôfago, a função desse movimento é garantir

a) que o bolo alimentar misture-se com o suco gástrico.

b) que o bolo alimentar seja misturado ao suco pancreático.

c) que o bolo alimentar chegue até o estômago.

d) que o alimento chegue ao intestino.

e) que o material resultante do processo de digestão seja eliminado.

Questão 2

O estômago é um órgão do sistema digestório que também realiza movimentos peristálticos. Esse movimento garante a formação do

a) bolo alimentar.

b) quilo.

c) quimo.

d) bolo fecal.

e) alimento.

Mais Questões
Comer de 3 em 3 horas e mastigar mais vezes podem contribuir para a redução dos ruídos no estômago
Curiosidades Barulho do estômago
A gastrite é uma inflamação da mucosa que reveste o estômago.
Doenças e patologias Gastrite
A saliva participa do processo de digestão.
Biologia Saliva
A formação do quimo e do quilo ocorre, respectivamente, no estômago e no intestino delgado
Biologia Quimo e quilo
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola