Topo
pesquisar

Mimetismo

Biologia

Você seria capaz de afirmar se essa coral é a verdadeira ou a falsa?
Você seria capaz de afirmar se essa coral é a verdadeira ou a falsa?
PUBLICIDADE

Antes de começar a estudar sobre mimetismo convém ressaltar que, diferente da camuflagem - onde o animal tem a vantagem de se confundir com o meio ambiente, o animal mimético se parece com outro animal.

Assim, camuflagem e mimetismo são características bastante diferentes!

Mimetismo é um fator de adaptação evolutiva de algumas espécies onde, nesse caso, duas espécies distintas compartilham da mesma característica física que é reconhecida por outros animais. Desta forma, uma espécie mimética, ou até mesmo as duas, podem levar vantagem.

Uma situação bastante conhecida de mimetismo é o caso das cobras corais. A cobra coral verdadeira é bastante temida, sendo uma das mais perigosas em razão da potência de seu veneno neurotóxico, entretanto, a cobra coral falsa não apresenta dentes inoculadores e, dessa forma, não apresenta grande potencial de ataque. A coloração das duas serpentes é bastante semelhante, apesar de não pertencerem à mesma família – a coral verdadeira pertence ao gênero Micrurus, enquanto a coral falsa, ao gênero Erithrolampus.

A explicação para essa semelhança não está na coincidência, mas na seleção natural, uma vez que os ancestrais da coral falsa se beneficiavam dessa semelhança adaptativa e por isso tiveram essa característica transmitida a seus descendentes.
 


Borboleta monarca ou vice rei?

Outra forma mimética é em relação à borboleta monarca e a borboleta vice rei. A borboleta monarca possui coloração laranja e preta, muito vistosa, sendo um animal facilmente visto em seu ambiente natural, entretanto, essa espécie de borboleta produz uma toxina que a torna não palatável aos seus predadores. Quanto à borboleta vice rei, essa tem um sabor agradável, mas nenhum animal a caça. Adivinhe o porquê? Exatamente, a borboleta vice rei se assemelha e muito ao padrão de cor e desenho apresentado pela borboleta monarca. Desta forma, ela garante sua segurança ao apresentar semelhança com a outra borboleta.

Vejamos alguns detalhes:

1. Mimetismo e camuflagem são fatores adaptativos totalmente diferentes.

2. A espécie mimética tem semelhança física com a outra espécie e essa semelhança pode trazer vantagens defensivas, ofensivas ou reprodutivas.

3. Nenhuma espécie se transforma em mimética, quem realiza esse processo é a seleção natural, e isso demora muito tempo.

Antes de concluirmos, mais um caso de mimetismo; e esse agora com uma planta.
 


Orquídea Ophrys apifera, outro caso de mimetismo

As flores da orquídea Ophrys apifera mimetizam fêmeas de abelhas, liberando um odor para atrair os machos. Assim, quando o zangão tenta copular com a flor, ele se enche de pólen e contribui para a reprodução da orquídea.


Fabrício Alves Ferreira
Graduado em Biologia
Equipe Brasil Escola
 

Ecologia - Biologia - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FERREIRA, Fabricio Alves. "Mimetismo"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/biologia/mimetismo.htm>. Acesso em 26 de abril de 2018.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA