Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Reggae

O reggae é um gênero musical de origem jamaicana, caracterizado por canções lentas e dançantes que fazem críticas sociais. Bob Marley foi seu maior representante.

Grafite de Bob Marley em preto e branco no centro; as cores verde, amarelo e vermelho ao fundo.
Verde, amarelo e vermelho são as cores que representam o reggae. Bob Marley foi o maior nome desse gênero musical.[1]
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Reggae é um gênero musical que surgiu na Jamaica em meados do século XX, caracterizado pela musicalidade lenta e dançante. O gênero é resultado da mistura de ritmos africanos, indígenas e europeus. O cantor Bob Marley se tornou o artista mais popular desse estilo musical, sendo reconhecido internacionalmente. Ele foi responsável por tornar o reggae popular na Jamaica e no mundo.

Mento, ska, rocksteady, roots e dancehall são alguns dos estilos que fazem parte do processo de evolução do reggae, entretanto, a crítica social e as raízes jamaicanas são algumas características que se mantiveram ao longo do tempo.

Leia também: Samba — gênero musical que nasceu da influência da cultura africana no Brasil

Tópicos deste artigo

Resumo sobre reggae

  • O reggae surgiu na Jamaica em meados do século XX.

  • O gênero é resultado de um processo de trocas culturais e das influências dos povos que habitavam e habitam o território jamaicano.

  • A crítica social é uma das principais características do reggae.

  • Fazem parte do processo evolutivo desse estilo de música os ritmos: mento, ska, rocksteady, roots e dancehall.

  • Temas sobre racismo, denúncias sociais e desigualdades são comuns nas letras musicais.

  • Bob Marley se consolidou enquanto o artista mais popular do reggae e um dos responsáveis por universalizar o estilo.

Origem do reggae

O reggae surgiu na Jamaica, uma ilha situada na América Central, durante o período de colonização do país. O surgimento do gênero se deu pela mistura de ritmos africanos, indígenas e europeus. O termo reggae teve origem na sonoridade produzida pela guitarra: o “re” remete ao movimento do toque no instrumento feito para baixo, enquanto o “gae”, à movimentação para cima.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Evolução dos estilos de reggae

A história do surgimento e da evolução do reggae teve início no século XX, na década de 1950, período em que o estilo musical estadunidense Rhythm and Blues (R&B) estava em alta. Nessa época, na cidade jamaicana de Kingston, atual capital do país, os jamaicanos ouviam muito as músicas desse gênero e começaram a misturá-lo aos sons produzidos pelos tambores em seus rituais religiosos.

Essa mistura deu origem ao primeiro estilo musical da evolução do reggae, o mento. Ele pode ser reconhecido enquanto um tipo de música folclórica, pois contém características de seu povo. O resultado era uma mistura do vocal do blues com a musicalidade dos rituais rastafári.

Os sons dos tambores ganharam espaço no rádio e provocaram um movimento de valorização da identidade cultural da ilha. Após a independência da Jamaica, foi criada uma batida musical mais acelerada que o mento, chamada de ska. Posteriormente, com influências das famosas bandas estadunidenses de rock, surgiu então o rocksteady.

Por fim, surgiu o reggae roots, considerado o período de ouro desse processo evolutivo da música jamaicana. Ele nasceu enquanto um estilo musical que retratava as problemáticas da modernização do país. Desde então, o reggae passou a incluir em suas canções temas como desemprego, falta de moradia e condições de trabalho precárias.

O reggae dancehall, uma versão eletrônica, é um dos mais recentes e populares hoje em dia. Esse estilo segue as tendências da indústria musical norte-americana, isto é, produz canções que estão de acordo com as demandas do mercado. Apesar das transformações do reggae, o estilo não deixou de manter atributos da identidade do povo jamaicano.

Veja também: Instrumentos musicais de origem africana

Influência do rastafári no reggae

O rastafári é uma religião africana que se difundiu na Jamaica, tornando-se um elemento importante na composição do reggae. A história do movimento iniciou-se, em 1920, com a circulação da Holy Piby, conhecida como a Bíblia Negra. Inicialmente, sua distribuição era secreta, feita entre operários e trabalhadores rurais.

A divindade do rastafári, rastafarianismo ou simplesmente rasta é um deus negro chamado Jah. Em 1930, após o rei da Etiópia, Ras Tafari Makonnen, ter sido coroado, algumas lideranças do país africano que seguiam a Bíblia Negra deixaram de acreditar no rei inglês e passaram a seguir Ras Tafari. Ele se tornou o primeiro imperador negro a governar um país africano na história. Ras Tafari é considerado a reencarnação de Jah.

Esculturas de madeira de rostos de homens negros com dreadlocks no cabelo, típicos da cultura rastafári e do reggae.
Jah é o deus negro do rastafarianismo, que inspira as canções de reggae.[2]

A filosofia do movimento rasta consiste na condução por Jah a um lugar perfeito, conhecido como Zion, o paraíso dos rastas. O mundo e a realidade capitalista são a Babilônia no rastafári. Com o rastafári, as músicas do reggae alimentam o sentimento de descontentamento acerca das dificuldades sociais.

Características do reggae

As características do reggae foram construídas ao longo do tempo no processo de trocas culturais e da heterogeneidade dos povos que habitaram e habitam a Jamaica. Para além do entretenimento e do gênero musical, o reggae produz sentidos de pertencimento, de resistência, de luta e de denúncia.

As produções musicais conduzem narrativas que falam da realidade, que, muitas vezes, é marcada por uma violência a determinados corpos e condições sociais. As cores que representam tanto o reggae quanto o rastafári são o verde, amarelo e vermelho. Elas compõem a bandeira da Etiópia. Os instrumentos principais do ritmo são a bateria, o baixo e a guitarra.

Algumas letras musicais do reggae são compostas em uma língua mista, o crioulo jamaicano. Esse idioma é resultado de um processo de trocas culturais que o país vivenciou ao longo de sua história.

O reggae é uma expressão musical que envolve aspectos sociais, culturais e políticos da Jamaica. A crítica social é uma de seus principais atributos. O reggae se caracteriza por cortes rítmicos regulares, tanto sobre a música quanto pela bateria, tocada no terceiro tempo de cada compasso. Isso quer dizer que o ritmo é lento e dançante.

Principais nomes do reggae

Entre os principais nomes da história do reggae, estão: Bob Marley, Peter Tosh, Jimmy Cliff, Desmond Deck e Jacob Müller. Esses artistas contribuíram para a universalização do estilo musical jamaicano.

Bob Marley, o rei do reggae

O cantor jamaicano Bob Marley fez suas primeiras gravações na música ainda aos 17 anos, em 1962. Sua carreira começou a se expandir a partir de 1971. Nesse período, ele assinou contrato com a Island Record. Desde então, passou a contribuir efetivamente na popularização do reggae, tornando-se conhecido como o maior representante desse gênero musical no mundo. Suas letras musicais evidenciam suas origens e a defesa pelos sujeitos subalternizados e negligenciados. Para conhecer a biografia do cantor, clique aqui.

Três homens negros sentados tocando instrumentos de origem africana em tributo a Bob Marley, rei do reggae.
Tributo a Bob Marley em visita de turistas à casa e ao túmulo do cantor, em Nine Mile, na Jamaica. [3]

Músicas mais populares do reggae

Confira o título de algumas das músicas mais populares do reggae:

  • Redemption Song - Bob Marley

  • True Love - SOJA

  • Me Gustas Tu - Manu Chao

  • Is This Love? - Bob Marley

  • Three Little Birds - Bob Marley

  • Rude - MAGIC!

  • Quero Ser Feliz Também - Natiruts

  • Don’t Worry Be Happy - Bobby McFerrin

  • No, Woman, No Cry - Bob Marley

  • One Love (People Get Ready) - Bob Marley

Saiba mais: A diversidade da cultura africana

Reggae no Brasil

O reggae chegou ao Brasil na década de 1960 aproximadamente. Características do ska foram encontradas em produções musicais, na época da Jovem Guarda, da banda Renato e seus Blue Caps e de Wanderléia.

A cidade de São Luís, capital do Maranhão, foi o local em que esse gênero foi mais difundido, a cidade é conhecida como a capital brasileira do reggae. O gênero influencia uma diversidade de artistas locais.

Gilberto Gil adotou influências do estilo jamaicano no disco Refavela, um dos principais de sua carreira. Os Paralamas do Sucesso, nos anos 1980, começaram a compartilhar mais do reggae pelo país.

Entre os artistas e grupos de maior destaque do reggae brasileiro, estão:

  • Natiruts

  • Maneva

  • Maskavo

  • Grupo Karetas

  • Cidade Negra

  • Tribo de Jah

Créditos das imagens

[1] Lucian Milasan/ Shutterstock

[2] Debbie Ann Powell / Shutterstock

[3] Lost Mountain Studio/ Shutterstock

 

Por Lucas Afonso
Jornalista

Escritor do artigo
Escrito por: Lucas Afonso Jornalista pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e bacharel em Educação Física pelo Centro Universitário Internacional (Uninter).

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

AFONSO, Lucas. "Reggae"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/artes/reggae.htm. Acesso em 19 de junho de 2024.

De estudante para estudante