Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Gorila

O gorila é um animal herbívoro e diurno que vive em grupo e está atualmente classificado como criticamente em perigo de extinção. É o maior dos primatas.

Gorila-das-montanhas, uma subespécie de gorila-oriental, uma espécie de gorila, em um ambiente de vegetação.
Os gorilas são animais atualmente classificados como criticamente ameaçados de extinção.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O gorila é o maior dos primatas. É um animal que apresenta ancestral comum com os seres humanos, compartilhando cerca de 98% do nosso genoma. Gorilas são animais herbívoros, diurnos e podem ser observados em grupos, formados, geralmente, por um macho dominante, fêmeas e seus filhotes.

 Gorilas são os maiores primatas do mundo, e os machos são maiores que as fêmeas. Atualmente são conhecidas duas espécies de gorilas (gorila-ocidental e gorila-oriental). Todas as espécies de gorilas atuais estão ameaçadas de extinção.

Leia também: Macaco — termo utilizado para referir-se a algumas espécies de primatas

Tópicos deste artigo

Resumo sobre gorila

  • O gorila é o maior dos primatas.

  • Existem duas espécies de gorilas (gorila-ocidental e gorila-oriental).

  • Gorilas são herbívoros e diurnos.

  • Vivem em grupos.

  • Os grupos apresentam um macho dominante, fêmeas e seus filhotes.

  • São animais com um sistema de acasalamento em que um macho possui mais de uma fêmea como companheira.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características gerais dos gorilas

Gorilas são primatas que se destacam por seu tamanho, sendo os maiores de todos os primatas. Em geral, machos são maiores do que as fêmeas, sendo essa uma forma de diferenciá-los. Uma característica importante desses animais é o fato de compartilharem cerca de 98% do nosso genoma. Isso nos mostra que, em algum momento da história evolutiva dos seres humanos e gorilas, compartilhamos um ancestral comum.

Gorilas vivem em grupos e são considerados animais pacíficos. Entretanto, em situações que se sentem ameaçados, podem se tornar agressivos. Um comportamento muito observado nesses animais é o ato de bater no peito quando estão nervosos, como forma de intimidar o opositor.

Gorila batendo no peito.
Quando estão nervosos, os gorilas batem no peito como forma de intimidar o opositor.

Gorilas são animais diurnos e constroem ninhos para dormir. Esses ninhos são feitos com folhas e galhos. Esses animais vivem em grupos constituídos, geralmente, por um macho dominante, várias fêmeas e seus descendentes.

Os gorilas apresentam padrões complexos de comunicação. Eles podem se comunicar por meio de vocalizações, eliminação de odores, que funcionam como comunicação química, além de adotarem posturas corporais e expressões faciais que garantem a comunicação entre os indivíduos. Gorilas podem viver entre 40 e 50 anos.

Alimentação dos gorilas

Gorilas são animais herbívoros, ou seja, se alimentam basicamente de vegetais, como folhas e brotos. Vale salientar, no entanto, que formigas e cupins podem fazer parte da dieta desses animais.

Gorila-das-montanhas, uma subespécie de gorila-oriental, uma espécie de gorila, se alimentando em um ambiente de vegetação.
Gorilas são animais herbívoros.

Espécies de gorila

Existem duas espécies de gorilas: gorila-ocidental (Gorilla gorilla) e gorila-oriental (Gorilla beringei). Entenda um pouco sobre essas espécies a seguir.

Gorila-ocidental (Gorilla gorilla)

O gorila-ocidental é uma espécie de gorila encontrada nas Florestas Tropicais da África. Trata-se de uma espécie grande, que apresenta focinho curto, narinas grandes, olhos e orelhas pequenos, sobrancelhas proeminentes, e não tem cauda. Possui dentes largos e fortes, bem como uma mandíbula com músculos desenvolvidos.

O pelo é escuro e grosso e não é observado na região do rosto, mãos, pés e orelhas. Machos mais velhos apresentam pelos grisalhos na região das costas e garupa. Essa característica faz com que sejam chamados de “dorso prateado”.

Machos são maiores do que as fêmeas. Enquanto os machos pesam, em média, 180 kg na natureza, as fêmeas pesam a metade disso. Os machos possuem cerca de 1,75 m de altura, enquanto as fêmeas apresentam cerca de 1,25 m.

A gorila-ocidental possui uma gestação de aproximadamente nove meses e, geralmente, dá à luz apenas um filhote, o qual amamenta de três a quatro anos. Quando a fêmea tem dois filhotes, é comum que ela permita que um morra devido à dificuldade para cuidar de ambos.

Gorila-oriental (Gorilla beringei)

O gorila-oriental é uma espécie de gorila encontrada na República Democrática do Congo, Ruanda e Uganda. Dentre as duas espécies de gorilas existentes, esta se destaca como a maior, ganhando o título de maior primata.

Machos são maiores do que as fêmeas. Os machos da espécie podem atingir 1,85 m, enquanto as fêmeas possuem 1,5 m. Em relação à massa corporal, os machos pesam, em média, 160 kg, enquanto as fêmeas pesam entre 70 kg e 114 kg.

Essa espécie de gorila apresenta pelagem longa e sedosa. A coloração varia do preto azulado ao cinza acastanhado. Uma mancha de pelos prateados pode ser observada em machos mais velhos. Os gorilas-orientais têm corpo robusto, pernas curtas, cabeça grande, e braços longos e musculosos.

Em geral, o macho dominante é o que reproduzirá com todas as fêmeas do grupo. Nessa espécie, a gestação é de cerca de oito meses e meio e, geralmente, a fêmea dá à luz um único filhote. As fêmeas amamentam e carregam seus filhotes por aproximadamente quatro anos. Durante esse período, elas também repassam seus conhecimentos ao filhote.

Acesse também: Baleia-azul — o maior mamífero do mundo

Gorilas estão ameaçados de extinção?

Infelizmente, todas as espécies de gorilas estão ameaçadas de extinção, isto é, estão correndo o risco de desaparecerem completamente do planeta se medidas eficazes de proteção não forem realizadas. Atualmente, as duas espécies estão classificadas como criticamente em perigo e possuem tendência populacional de declínio.

Dentre as ameaças a esses animais, podemos destacar a destruição do seu habitat, a caça, a guerra civil e doenças que os acometem. Em relação às doenças, o Ebola destaca-se como um vírus responsável por matar vários gorilas.

Fontes

BLOG DO ZOO. O dorso prateado. Jardim Zoológico-Portugal, 24 set. 2019. Disponível em: https://www.zoo.pt/pt/blog/animais/o-dorso-prateado.

CSOMOS, R. "Gorilla gorilla" (On-line). Animal Diversity Web, 2008. Disponível em: https://animaldiversity.org/accounts/Gorilla_gorilla/.

G1. Maiores gorilas do mundo estão a “um passo de serem extintos”. G1, 4 set. 2016. Disponível em: https://g1.globo.com/natureza/noticia/2016/09/maiores-gorilas-do-mundo-estao-um-passo-de-serem-extintos.html.

LINDSEY, T.; SORIN, A. "Gorilla beringei" (On-line). Animal Diversity Web, 2001. Disponível em: https://animaldiversity.org/accounts/Gorilla_beringei/.

LULE, B. B. África: o retorno dos gorilas-das-montanhas. Correio da Unesco, mar. 2021. Disponível em: https://pt.unesco.org/courier/2021-3/africa-o-retorno-dos-gorilas-das-montanhas.

MAISELS, F., BERGL, R. A.; WILLIAMSON, E. A. Gorilla gorilla (versão corrigida da avaliação de 2016). A Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN, 2018. Disponível em: https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2018-2.RLTS.T9404A136250858.en.

PLUMPTRE, A., ROBBINS, M. M.; WILLIAMSON, E. A. 2019. Gorilla beringei. A Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN, 2019. Disponível em: https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2019-1.RLTS.T39994A115576640.en.

Escritor do artigo
Escrito por: Vanessa Sardinha dos Santos Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Goiás (2008) e mestrado em Biodiversidade Vegetal pela Universidade Federal de Goiás (2013). Atua como professora de Ciências e Biologia da Educação Básica desde 2008.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Gorila"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/animais/gorila.htm. Acesso em 21 de junho de 2024.

De estudante para estudante