Topo
pesquisar

Uruguai

História da América

Território já disputado por portugueses e espanhóis, o Uruguai alcançou sua independência em 1825 e, no período marcado por golpes na América Latina, passou por uma ditadura.
Bandeira do Uruguai
Bandeira do Uruguai
PUBLICIDADE

Antes da chegada dos conquistadores espanhóis, a região onde hoje situa-se o Uruguai foi habitada por índios charruas, guaranis e chanaés até o século XVII. Uma colônia espanhola foi criada em Soriano em 1624. Em 1680, os portugueses estabeleceram a colônia de Sacramento, porém os espanhóis expulsaram-nos desse território.

Montevidéu foi dominada entre os anos de 1810 e 1814, após uma luta armada liderada pelo militar uruguaio José Gervazio Artigas. Em 1816, tropas portuguesas apoiadas pela Argentina invadiram o país e derrotaram Artigas. Logo em seguida, o Uruguai foi ocupado por novas forças, só que dessa vez pela aliança dos portugueses com o Brasil.

Esse território foi anexado às terras brasileiras em 1821, com o nome de província Cisplatina. O Uruguai tornou-se independente em 1825, e quem a proclamou foi o líder político uruguaio Juan Antonio Lavalleja. Com a ajuda de tropas argentinas, os uruguaios expulsaram os brasileiros de suas terras.

Entre 1839 e 1851, ocorreu uma guerra civil, ocasionada pela desavença entre liberais e conservadores. Em 1865, o Uruguai, aliado ao Brasil e à Argentina, participou da Guerra do Paraguai, na qual a Tríplice Aliança (Uruguai, Brasil e Argentina) saiu-se vitoriosa.

No início do século XX, os serviços públicos uruguaios foram nacionalizados e criou-se o primeiro sistema de previdência social da América Latina. O cargo de presidente foi substituído por um Conselho de Administração em 1951.

Somente em 1966 que o presidencialismo voltou a entrar em vigor no país. A crise econômica instaurada no Uruguai estimulou o surgimento do grupo guerrilheiro Tupamaros. Em 1973, uma ditadura apoiada por militares foi instalada com o presidente Juan Maria Bordaberry.

A volta da democracia apenas se deu em 1980, e, por isso, em 1984, são realizadas as eleições no país. Na década de 1990, o Uruguai passou por uma crise econômica e, quando começou a se recuperar, foi afetado pelos problemas nas economias do Brasil e da Argentina, em 1999.

Em 2001, ocorreu uma nova crise no país, quando a exportação de carne bovina foi prejudicada pela febre aftosa. Em 2002, os uruguais também foram gravemente afetados pela crise na vizinha Argentina.

Por Eliene Percília

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA