Topo
pesquisar

Primeira fase da Globalização

Geografia

O início da Globalização pode ser datado a partir de meados do século XV, atingindo até a primeira metade do século XIX.
Representação cartográfica do mundo conhecido no início da Globalização
Representação cartográfica do mundo conhecido no início da Globalização
PUBLICIDADE

Não existe um consenso no mundo acadêmico e científico sobre qual teria sido o início da Globalização. Alguns a consideram apenas a partir de sua consolidação total, ou seja, aquele momento em que os meios informacionais expandiram-se, ao menos em tese, para todos os lugares do mundo, o que dataria da segunda metade do século XX em diante. Outros, por outro lado, consideram a Globalização como um processo gradativo, que teria se iniciado em tempos mais antigos, graças às grandes expansões marítimas do final do século XV e início do século XIX, entre 1450 e 1850.

Se levarmos em consideração a segunda premissa acima apresentada, podemos dividir o processo de Globalização em três fases: a primeira datando do início da formação do Capitalismo Comercial e do crescimento do mercantilismo; a segunda com a consolidação do modelo industrial europeu e sua atuação imperialista; e a terceira após a Terceira Revolução Industrial, envolvendo a disseminação de tecnologias e consolidação do sistema capitalista frente à queda do Muro de Berlim.

A primeira fase da Globalização, com base nessa periodização, seria a mais longa, entre a metade do século XV até meados do século XIX. Ela corresponde ao desenvolvimento do mercantilismo como modo de produção reinante, em que os países preocupavam-se em apresentar uma manutenção de uma balança comercial favorável e com o máximo acúmulo de metais preciosos, além do protecionismo alfandegário estabelecido.

Podemos dizer que o início da Globalização desenvolveu-se nesse período por ter sido nessa época o período das grandes navegações, em que novas rotas para as Índias em busca de especiarias foram definidas, além da descoberta de novos territórios, entre eles, o Brasil. Com isso, além de uma maior expressão para o mercado mundial, houve também os novos fluxos migratórios tanto para a exploração quanto para o povoamento das novas colônias. Assim, foram observados os primeiros traços de transformação e interação cultural entre os diferentes povos.

Além disso, esse panorama estruturou uma Divisão Internacional do Trabalho, que consiste no papel desenvolvido por cada território no trabalho e no comércio mundial. Enquanto, de um lado, as colônias produziam matérias-primas, como produtos agrícolas, minérios e recursos naturais, do outro, as metrópoles transformavam esses materiais em produtos manufaturados.

Houve também nesse período a intensificação do modo de trabalho escravo, em que centenas de grupos étnicos de origem africana foram transportados e forçados a trabalhar em terras coloniais, com destaque para o Brasil, que, segundo alguns dados, recebeu cerca de 40% do total de negros capturados nos diferentes domínios da África.

Nesse período, portanto, a Europa portava-se como o centro mundial econômico e político, com frentes de poder lideradas por centros urbanos, tais como Londres, Paris e Lisboa. As principais potências desse período eram: Inglaterra, França, Portugal, Holanda e, mais tarde, os Estados Unidos.

Apesar desse período ser considerado, aqui, a primeira fase da globalização, existem outras concepções teóricas que marcam esse início para outros momentos da história, como a Revolução Industrial ou as revoluções burguesas na França e na Inglaterra. De toda forma, podemos considerar que, sem o processo de expansão marítima e colonização promovido pelos países europeus, a formação do capitalismo e a construção da globalização teriam sido, ao menos, dificultadas, senão impedidas de serem executadas.


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Primeira fase da Globalização"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/geografia/primeira-globa.htm>. Acesso em 17 de outubro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA