Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

1984, de George Orwell

1984 é um famoso romance inglês escrito pelo autor modernista George Orwell. A obra mostra um futuro distópico marcado pelo totalitarismo e pela manipulação da verdade.

Livro “1984”, de George Orwell, sobre uma mesa de madeira.
O livro 1984, de George Orwell, é um clássico da literatura mundial.[1]
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

1984 é um famoso romance inglês escrito pelo autor modernista George Orwell. Publicado pela primeira vez em 1949, ele conta a história de Winston Smith, um cidadão inserido em um contexto de repressão. Ele vive na Inglaterra de 1984, chamada de Oceânia. Nesse regime totalitarista, todos são vigiados pelo Grande Irmão.

O livro possui elementos realistas, caráter distópico, crítica sociopolítica, reflexão filosófica e ironia. Dessa forma, George Orwell critica o totalitarismo e a manipulação da verdade, algo que começou a ficar em evidência após a Segunda Guerra Mundial, contexto de produção dessa obra.

Leia também: 20 livros clássicos que fazem parte da literatura mundial

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o livro 1984

  • 1984 é um famoso romance inglês escrito por George Orwell.

  • A história dessa obra ocorre em um país fictício chamado Oceânia.

  • 1984 mostra uma futura realidade distópica ocorrida no ano de 1984.

  • Nessa realidade, a Inglaterra é comandada por um regime totalitarista em que todos são vigiados pelo Grande Irmão.

  • Winston Smith, protagonista da narrativa, questiona o poder vigente.

  • O romance, publicado em 1949, está associado ao modernismo inglês.

  • O escritor George Orwell nasceu em 25 de junho de 1903 e faleceu em 21 de janeiro de 1950. É um importante nome do modernismo inglês.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Análise da obra 1984

Personagens da obra 1984

  • Aaronson

  • Ampleforth

  • Emmanuel Goldstein

  • Grande Irmão

  • Jones

  • Julia

  • Katharine

  • O’Brien

  • Ogilvy

  • Rutherford

  • Sra. Parsons

  • Sr. Charrington

  • Syme

  • Tillotson

  • Tom Parsons

  • Wilsher

  • Winston Smith

  • Withers

Enredo da obra 1984

Imagem representativa do Grande Irmão vigiando as pessoas, realidade do livro “1984”, de George Orwell.
O controle e a manipulação da verdade são alguns dos elementos mais presentes na obra 1984, de George Orwell.

O protagonista da obra é Winston Smith, um homem de 39 anos. A história começa quando ele estava subindo as escadas do prédio onde morava porque o elevador nunca funcionava, e a eletricidade estava cortada durante o dia, como “parte do esforço de economia durante os preparativos para a Semana do Ódio”.|1|

Em todos os andares de seu prédio, na frente do elevador, havia um pôster que mostrava “o rosto de um homem de uns quarenta e cinco anos, de bigodão preto e feições rudemente agradáveis”.|2| Junto à imagem do homem, havia no pôster um letreiro: “O GRANDE IRMÃO ESTÁ DE OLHO EM VOCÊ”.

Pôster com o escrito “O Grande Irmão está de olho em você”, frase mais marcante do livro “1984”, de George Orwell.
Imagem representativa do pôster que possui uma das frases mais marcantes da obra 1984.

No interior do apartamento de Winston, um aparelho chamado “teletela” vivia sempre ligado e não podia ser desligado. De lá, uma voz trazia informações tais como a taxa de produção de ferro-gusa.

A teletela não só transmitia informações, mas também captava qualquer ruído no apartamento. Permitia não só ouvir Winston, mas também o ver. Assim, os cidadãos eram todo o tempo vigiados.

Imagem representativa da teletela presente no livro “1984”, de George Orwell.
Alusão aos efeitos da teletela, que transmitia informações e, ao mesmo tempo, vigiava os cidadãos de Oceânia.

Winston tinha comprado um caderno para iniciar um diário e podia ser punido por isso com a morte ou 25 anos de prisão. Havia um ponto do apartamento em que Winston conseguia ficar fora do alcance de visão da teletela.

Winston usava um macacão azul, uniforme do Partido. O três slogans do Partido eram:

  • Guerra é paz;

  • Liberdade é escravidão;

  • Ignorância é força.

Winston trabalhava no Ministério da Verdade, o qual era responsável pelas notícias, entretenimento, educação e belas-artes. O Ministério da Paz era responsável pela guerra. Já o Ministério do Amor mantinha a lei e a ordem. E, por fim, o Ministério da Pujança cuidava dos assuntos econômicos.

Seus nomes em Novafala (idioma oficial de Oceânia, simplificado, com pretensões a extinguir as palavras e, consequentemente, o pensamento) eram Miniver, Minipaz, Minamor e Minipuja. Durante os dois minutos de Ódio diários, aparecia na teletela o rosto de Emmanuel Goldstein, o Inimigo do Povo, o grande traidor do Partido, que provocava gritos de ódio de todos que o viam.

Foi em uma dessas ocasiões que os olhos de Winston se encontraram, por um instante, com os de O’Brien, membro do Núcleo do Partido e detentor de importante cargo. Essa troca de olhares levou Winston a supor que O’Brien pensava o mesmo que ele. Mais tarde, Winston escreveu em seu diário: ABAIXO O GRANDE IRMÃO.

Ele sabia que a Polícia das Ideias, inevitavelmente, descobriria o seu pensamento e o condenaria por cometer o “pensamento-crime”. Depois de ele realizar essa escrita criminosa, sua vizinha, a Sra. Parsons, bateu à sua porta para pedir que ele desentupisse a pia de sua cozinha.

A mulher, aparentemente, tinha medo dos próprios filhos, crianças apenas, mas educadas para delatar os pais caso percebessem um pensamento contrário ao Partido. Aproximadamente uma vez por mês, prisioneiros eurasianos, acusados de crimes de guerra, eram enforcados em praça pública. Era um espetáculo bastante popular, e os filhos da senhora Parsons apreciavam esses momentos.

Fato é que o país estava sempre em guerra. O Ministério da Verdade alterava ou reescrevia notícias, de forma que a verdade era todo o tempo manipulada segundo os interesses do Partido. Livros, jornais e outros documentos também eram substituídos e eliminados.

Winston já tinha sido casado com uma tal Katharine, de quem tinha se separado havia cerca de dez anos. Tinham ficado juntos por 15 meses e se separado devido à ausência de filhos, como era permitido pelo Partido. Agora Winston começava a prestar atenção em uma certa mulher.

Eles acabaram marcando um encontro, mas cheios de cautelas. Depois do trabalho, ele foi para a praça Victory, como combinado. Dissimuladamente, a moça marcou outro encontro com ele no domingo, quando ele entrou em um trem cheio de proletas (85% da população de Oceânia era chamada de “proletas”, as “massas desatendidas”) a caminho do interior. Em uma trilha, Winston encontrou a mulher, que, em um bosque, passou a conversar abertamente com o protagonista, que descobriu que o nome da mulher era Julia.

Nesse encontro, Julia e Winston ficaram juntos e passaram a se encontrar desde então, com certa dificuldade, pois não queriam ser descobertos.

Em certa ocasião, um colega de trabalho de Winston, um homem chamado Syme, desapareceu. No dia seguinte, ninguém falava mais nele. No terceiro dia,

Winston entrou no vestíbulo do Departamento de Documentação para dar uma olhada no quadro de avisos. Uma das notas trazia uma lista impressa dos membros do Comitê de Xadrez, do qual Syme fizera parte. Tinha quase exatamente o mesmo aspecto de antes — nada estava riscado —, mas faltava um nome. Era o que bastava. Syme deixara de existir; aliás, nunca existira.|3|

Julia e Winston sempre se encontravam em um quarto em cima da loja do senhor Charrington. Não só se encontravam para manter relações íntimas, mas também falavam sobre a vida e até pensavam em se rebelar contra o Partido, mas não sabiam como. Winston lhe falou de O’Brien, da sensação de que ele os apoiaria.

Por fim, O’Brien entrou em contato com Winston. Com a desculpa de lhe emprestar um dicionário, deu seu endereço ao protagonista. Winston e Julia foram até o apartamento de O’Brien e ficaram surpresos quando o dono da casa desligou a teletela, um privilégio para aqueles do alto escalão.

Eles queriam se aliar a O’Brien, pois acreditavam que ele fazia parte de uma conspiração contra o Partido e, supostamente, estavam certos, pois ele fazia parte de uma organização chamada Confraria. E os dois, criminosos do pensamento e adúlteros (já que era permitida a separação, mas não era permitido o divórcio), se aliaram aos conspiradores.

Porém, Julia e Winston foram surpreendidos no quarto onde costumavam se encontrar e levados para a prisão. Winston então passou a ser interrogado, torturado e submetido à lavagem cerebral com o fim de ser reintegrado e, por fim, amar o Grande Irmão. E quando o casal se reencontrou após a reintegração, houve apenas constrangimento:

Não parecia haver mais nada a dizer. O vento colava os macacões finos contra seus corpos. De uma hora para outra, ficou constrangedor permanecerem ali sentados em silêncio; além do mais, com aquele frio, era impossível ficar parado. Julia disse alguma coisa sobre pegar o metrô e levantou-se para ir embora.|4|

Tempo da obra 1984

A obra apresenta tempo cronológico, e a história se passa no ano de 1984.

Espaço da obra 1984

A narrativa transcorre em Oceânia, novo nome para a Inglaterra.

Narrador da obra 1984

O romance conta com um narrador onisciente, conhecedor de todos os detalhes do enredo e dos personagens. No entanto, a narrativa é feita a partir da perspectiva do protagonista Winston Smith.

Características da obra 1984

Estrutura da obra 1984

O romance é dividido em três partes. A primeira parte apresenta 8 capítulos; a segunda, 10 capítulos; e a terceira, 6 capítulos.

Estilo literário da obra 1984

1984, publicado pela primeira vez em 1949, é um romance inserido no período do modernismo inglês. A obra possui caráter distópico, alegórico, sociopolítico e filosófico. Também apresenta perspectiva realista e pessimista. A linguagem é objetiva e marcada pela ironia. Para saber detalhes sobre o modernismo e sobre suas principais características, clique aqui.

Moral da história de 1984

O conhecimento é combatido pelos totalitaristas porque a ignorância permite a manipulação da verdade.

Contexto histórico da obra 1984

O romance apresenta um contexto futurista e fictício relativo ao ano de 1984, já que a obra foi escrita quase quarenta anos antes. Assim, seu contexto de produção está relacionado ao final da Segunda Guerra Mundial (1939-1945) e início da Guerra Fria (1947-1991), a qual marcou a oposição entre países capitalistas e socialistas. Nesse período, havia o risco de uma guerra nuclear e ficou evidente o totalitarismo.

Relação entre a obra 1984 e o Big Brother Brasil (BBB)

Na obra 1984, há um misterioso personagem, jamais visto, mas cuja presença é sempre constante. Ele é chamado de o Grande Irmão (Big Brother, em inglês). Nessa realidade distópica em que prevalece o totalitarismo, o Grande Irmão vigia as ações e os pensamentos de todos os integrantes dessa sociedade futura. Tendo isso em vista, o reality show chamado Big Brother tem seu nome inspirado no personagem da obra de Orwell e foi criado em 1999, na Holanda, espalhando-se por todo o planeta, sendo inclusive realizado no Brasil, cuja edição é chamada Big Brother Brasil (BBB).

Videoaula: 1984, de George Orwell, e a origem do termo Big Brother

Quem foi George Orwell, autor de 1984?

Fotografia de George Orwell, autor de importantes obras do modernismo inglês, como “1984” e “Revolução dos bichos”.
O escritor George Orwell é um dos principais nomes do modernismo inglês.

George Orwell (pseudônimo do inglês Eric Arthur Blair) nasceu em 25 de junho de 1903, em Motihari, na Índia. Quando ele tinha quatro meses de idade, sua família, de origem inglesa, voltou a morar na Inglaterra, onde o autor cresceu. Mais tarde, ele trabalhou na Polícia Imperial Indiana, na Birmânia. Em seguida, viveu na França por mais de um ano.

Em 1937, durante os seis meses em que viveu na Espanha, o autor esteve envolvido com a Guerra Civil Espanhola. Por isso, foi baleado no pescoço, mas se recuperou. Devido a uma doença pulmonar, não lutou na Segunda Guerra Mundial. Logo depois de publicar 1984, o romancista, com tuberculose, faleceu em 21 de janeiro de 1950, na Inglaterra. Para saber mais detalhes sobre a vida e sobre as obras de George Orwell, clique aqui.

Quiz sobre o tema

No livro 1984, quais são os três slogans do Partido?

A) “Todos são iguais”, “É proibido amar”, “O ódio é força”.

B) “Guerra é paz”, “Liberdade é escravidão”, “Ignorância é força”.

C) “Tudo para o Grande Irmão”, “Guerra é progresso”, “A verdade é mentira”.

Alternativa correta: B.

Notas

|1|, |2|, |3| e |4| ORWELL, George. 1984. Tradução de Alexandre Hubner e Heloisa Jahn. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

Crédito de imagem

[1] hamdi bendali / Shutterstock

Fontes

BBC. History: George Orwell (1903-1950). Disponível em: http://www.bbc.co.uk/history/historic_figures/orwell_george.shtml.

BIG BROTHER. In: INFOPÉDIA. Disponível em: https://www.infopedia.pt/apoio/artigos/$big-brother.

ORWELL, George. 1984. Tradução de Alexandre Hubner e Heloisa Jahn. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

OXFORD DICTIONARY OF NATIONAL BIOGRAPHY. Blair, Eric Arthur [pseud. George Orwell]. Disponível em: https://www.oxforddnb.com/view/10.1093/ref:odnb/9780198614128.001.0001/odnb-9780198614128-e-31915.

ROSA, Janis Caroline Boiko da. Antitotalitarismo, antifascismo e socialismo na produção literária e jornalística de George Orwell (1920-1950). 2020. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2020.

THE ORWELL FOUNDATION. About George Orwell. Disponível em: https://www.orwellfoundation.com/the-orwell-foundation/about/about-george-orwell/.

THE ORWELL FOUNDATION. Biography. Disponível em: https://www.orwellfoundation.com/the-orwell-foundation/orwell/biography/.

THE ORWELL FOUNDATION. Gordon Bowker: George Orwell and the Church of England. Disponível em: https://www.orwellfoundation.com/the-orwell-foundation/orwell/articles/gordon-bowker-george-orwell-and-the-church-of-england/.

Escritor do artigo
Escrito por: Warley Souza Professor de Português e Literatura, com licenciatura e mestrado em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Warley. "1984, de George Orwell"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/literatura/1984-de-george-orwell.htm. Acesso em 23 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante