Topo
pesquisar

Civilização Hitita

História Geral

A Civilização Hitita foi constituída por um povo indo-europeu, que se estabeleceu na Anatólia (atual Turquia) e formou um grande império naquela região a partir de 1700 a.C.
PUBLICIDADE

Os hititas foram um povo indo-europeu que se estabeleceu na região da Anatólia, também conhecida como Ásia Menor (atual Turquia), provavelmente antes de 2000 a.C. A partir de 1700 a.C., eles formaram um grande império na região, que chegou a rivalizar com o Império Egípcio (inclusive travando guerras contra eles). A Civilização Hitita exerceu sua hegemonia na região até aproximadamente 1200 a.C., quando foram conquistados pelos assírios.

As primeiras evidências da existência dos hititas foram localizadas ainda no século XIX, no entanto, a comprovação acerca desse povo aconteceu em dois grandes momentos. Primeiramente, em 1906, o arqueólogo alemão Hugo Winckler descobriu mais de 10 mil tábuas escritas pelos hititas.

As tábuas encontradas por Winckler registravam informações importantes da história dos hititas e de suas transações comerciais, por exemplo. O conhecimento sobre o conteúdo dessas placas só foi possível pelo trabalho do linguista checo Bedrich Hrozny, que, em 1916, conseguiu decifrar o idioma hitita e identificou-o como uma linguagem indo-europeia.

O trabalho de Hrozny pôde ser feito graças à tradução do trecho em hitita `Nu Ninda-An Ezzateni, Vatar-Ma Ekuteni’, que significa “você comerá pão, você beberá água”. A partir disso, ampliou-se a compreensão dos historiadores sobre a trajetória da civilização formada pelos hititas.

Império Hitita


Reconstrução de uma fortificação e ruínas ao redor do que um dia fez parte da cidade de Hattus

A história dos hititas foi organizada pelos historiadores com a seguinte cronologia:

  • Antigo Império Hitita (1700-1400 a.C.)
  • Médio Império (1400-1343 a.C.)
  • Novo Império ou Império Hitita (1343-1200 a.C.)


O Antigo Império iniciou-se aproximadamente em 1700 a.C., com a fixação dos hititas na região e com a formação de um império. O estabelecimento dos hititas aconteceu a partir das campanhas promovidas contra os hatitas, um povo natural da região da Anatólia. Os ataques dos hititas concentraram-se contra a capital hatita, que se chamava Hattusa.

Com a derrota dos hatitas e a destruição de sua capital, os hititas reconstruíram-na pouco tempo depois e fizeram dessa cidade a capital de seu império. A conquista de Hattusa e a fundação do Império Hitita deram-se sob a liderança do rei Hatusil I. Atribui-se a esse rei o mérito de ter conseguido unificar o reino hitita e ter governado as grandes cidades da região com a ajuda de seus familiares.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dessa forma, os hatitas foram gradualmente assimilados pelos hititas, e os historiadores afirmam ter existido uma grande influência da cultura hatita na cultura hitita. No entanto, sobre o curto período do Médio Império, o conhecimento desses especialistas é extremamente limitado por causa da falta de fontes com informações dessa fase da história dos hititas.

Durante o Novo Império, os hititas alcançaram o seu auge, principalmente durante os anos de reinado do rei Supiluliuma I, considerado o mais importante e mais poderoso rei dos hititas e que teria assumido o poder em 1344 a.C. Sob o governo dele, os hititas conseguiram derrotar o Reino dos Mitani (reino dos hurritas), transformando seus habitantes em vassalos.

Além disso, durante o reinado de Supiluliuma I, os hititas conquistaram os territórios do Levante (que corresponde a parte do Líbano, Síria e Israel). Essa região era controlada pelos egípcios, que foram sucessivamente derrotados com o crescimento e fortalecimento do exército dos hititas. Supiluliuma I ampliou seu ataque contra os egípcios após um de seus filhos ter sido morto por um general do exército egípcio.

Na campanha militar contra os egípcios, o rei Supiluliuma I morreu vítima de uma praga que se espalhou na região em 1322 a.C.. O seu filho, Arnuwanda II, sucedeu-o durante um breve período como rei hitita, porém também foi vítima da praga, e o poder passou para Mursili II, o filho mais novo de Supiluliuma I. Mursili II foi rei hitita no período de 1321 a.C. a 1295 a.C.

O reinado de Mursili II também foi bastante próspero, com o rei garantindo o controle sobre as terras já conquistadas e dominando novos territórios. Durante esse reinado, os historiadores acreditam que os hititas travaram guerras contra um povo chamado Ahhiyawa, que, muito provavelmente, trata-se dos micênicos. Existe, inclusive, uma teoria que afirma que a Guerra de Troia foi, na verdade, uma guerra travada entre micênicos e hititas na Ásia Menor.

Após os reinados de Supiluliuma I e Mursili II, os hititas entraram em um processo de decadência, que coincidiu com o fortalecimento dos assírios na Mesopotâmia. A região foi gradualmente conquistada por esse povo, e a capital Hattusa foi destruída por volta de 1200 a.C. Os historiadores acreditam que a região de Hattusa permaneceu esvaziada até por volta de 800 a.C.

Por Daniel Neves
Graduado em História

Porta do Leão, entrada do que um dia foi a cidade de Hattusa, capital dos hititas
Porta do Leão, entrada do que um dia foi a cidade de Hattusa, capital dos hititas

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Civilização Hitita"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/civilizacao-hitita.htm. Acesso em 23 de setembro de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

Os hititas possuíram um grande império, entre 1700 a.C. e 1200 a.C., e tiveram sua trajetória encerrada quando foram conquistados pelos assírios. Os hititas estabeleceram-se em qual região?

a) Mesopotâmia

b) Peloponeso

c) Lácio

d) Anatólia

e) Creta

Questão 2

Alguns estudos realizados por arqueólogos e historiadores levantam uma hipótese de que, por volta do século XIV a.C., os hititas podem ter sido envolvidos no seguinte conflito:

a) Guerras Samnitas

b) Guerras Púnicas

c) Guerra de Troia

d) Guerra do Peloponeso

e) Guerra Pírrica

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola