Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Romeu e Julieta

Romeu e Julieta é um clássico da literatura mundial. Ele foi escrito pelo dramaturgo William Shakespeare e mostra a história de amor entre dois jovens de famílias rivais.

Capa do livro “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare, publicado pela editora Companhia das Letras.
Capa do livro Romeu e Julieta, de William Shakespeare, publicado pela editora Companhia das Letras. [1]
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Romeu e Julieta é uma famosa peça teatral do Classicismo, considerada um clássico da literatura mundial. E mostra a trágica história de amor entre Romeu e Julieta, membros de famílias rivais, na Itália do século XVI. Após se apaixonarem perdidamente, os dois jovens, em uma tentativa de serem felizes no amor, acabam morrendo.

A obra faz reflexões sobre o amor e idealiza o sentimento vivenciado pelos protagonistas. Apresenta referências greco-latinas e um olhar antropocêntrico sobre a realidade. Assim, valoriza a individualidade e o desejo pessoal. Essa tragédia foi escrita aproximadamente em 1592 e é uma das mais famosas do dramaturgo inglês William Shakespeare.

Leia também: Vinte clássicos da literatura mundial

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Romeu e Julieta

  • Romeu e Julieta é um grande clássico da literatura mundial e mostra a história de amor entre jovens de famílias rivais.

  • Essa tragédia é ambientada na Itália, em algum momento do século XVI.

  • Um clássico do teatro inglês, a obra fala de amor, ódio e desejo pessoal.

  • Pertencente ao Classicismo, a peça foi escrita por volta do ano 1592.

  • O dramaturgo inglês William Shakespeare, que escreveu Romeu e Julieta, nasceu em 1564 e faleceu em 1616. É um dos grandes nomes da literatura.

Análise da obra Romeu e Julieta

Personagens da obra Romeu e Julieta

  • Abraão — criado de Montéquio.

  • Ama — criada dos Capuletos.

  • Baltasar — criado de Romeu.

  • Benvólio — sobrinho de Montéquio.

  • Capuleto — pai de Julieta.

  • Éscalus — príncipe de Verona.

  • Julieta — protagonista.

  • Mercúcio — amigo de Romeu.

  • Montéquio — pai de Romeu.

  • Páris — parente do príncipe.

  • Pedro — criado dos Capuletos.

  • Romeu — protagonista.

  • Senhora Capuleto — mãe de Julieta.

  • Senhora Montéquio — mãe de Romeu.

  • Teobaldo — sobrinho da senhora Capuleto.

  • Músicos:

    • Hugo Rabeca;
    • João do Grito;
    • Simão Viola.
  • Outros personagens:

    • Antônio;
    • Coro;
    • Criados;
    • Cuca;
    • Frei João;
    • Frei Lourenço;
    • Gregório;
    • Pajem de Páris.
    • Primo de Capuleto.
    • Sansão;
    • Um boticário.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tempo da obra Romeu e Julieta

Na peça, não há uma indicação exata do ano em que transcorre a ação. No entanto, tudo leva a crer que é final do século XVI.

Espaço da obra Romeu e Julieta

A tragédia transcorre em Verona e Mântua, na Itália.

Enredo da obra Romeu e Julieta

Essa peça teatral de 1592 mostra a história de amor entre Romeu e Julieta, membros de famílias rivais. Assim, no ato I, o dramaturgo explicita a rivalidade ou ódio entre Montéquios e Capuletos. Depois de serem apaziguados pelo príncipe, aparece em cena Benvólio e Romeu. O jovem Montéquio fala de amor.

Romeu está apaixonado e sofre por Rosalina. Benvólio e Romeu ficam sabendo que vai haver uma festa na casa dos Capuletos, um baile de máscaras. Imaginando que Rosalina vai estar lá, Romeu decide entrar na casa do inimigo. Já Julieta, que vai fazer 14 anos em poucos dias, é consultada pela mãe acerca do tema “casamento”.

A mãe diz que a filha precisa pensar nisso, já que: “Mocinhas mais jovens que você, na nobreza de Verona, são hoje mães. Pelas minhas contas, eu era sua mãe, com a mesma idade que você tem de solteira”. Então, a senhora Capuleto propõe que a filha se case com Páris, já que ele manifestou interesse pela jovem.

No baile de máscaras, Romeu esquece Rosalina e se apaixona perdidamente por Julieta, e ela por ele. Já no ato II, Romeu, certa noite, salta o muro dos Capuletos para ver e falar com Julieta. Apaixonada, ela está disposta a se casar com Romeu.

Ilustração de Romeu e Julieta, com William Shakespeare ao fundo.
Romeu e Julieta é uma história de amor que atravessou os séculos.

O jovem Romeu procura frei Lourenço e conta o que aconteceu na festa dos Capuletos, e sobre sua paixão pela filha do inimigo. Tal notícia é bem recebida pelo frei, o qual acredita que: “A união que acaba de propor pode fazer do ódio puro amor”. Além do frei, a ama de Julieta também se mostra disposta a ajudar os amantes.

Com a ajuda da ama, Julieta vai até a igreja, com a desculpa de se confessar com o frei Lourenço, e se casa secretamente com Romeu. Mas, no ato III, Mercúcio e Teobaldo acabam se enfrentando, e Mercúcio é ferido e morre em seguida. Romeu e Teobaldo lutam, e Romeu mata Teobaldo com uma espada.

Benvólio manda Romeu fugir para Mântua. Quando Julieta fica sabendo do ocorrido, por meio da ama, lamenta sua sorte. A ama lhe diz que frei Lourenço escondeu o jovem Romeu. Assim, com a ajuda da ama, Romeu entra no quarto de Julieta e o casal consuma a união.

Ao amanhecer, eles se despedem. A mãe da jovem então aparece para informar que Julieta vai se casar com Páris. Diante da recusa da filha, Capuleto fica furioso e se mostra disposto a obrigar a jovem a se casar. Então, a ama aconselha Julieta a se casar com Páris, já que Romeu está banido e não deve mais voltar.

No ato IV, Páris vai até a igreja para combinar o casamento com frei Lourenço. Em seguida, Julieta vai falar com o frei, que tem um plano. Diz para ela se mostrar disposta a se casar com Páris, e, um dia antes do casamento, deve tomar certo líquido que o frei lhe entrega em um frasco.

Como efeito da poção, a moça vai ter todos os indícios de estar morta durante dois dias. O plano do frei é que, quando a jovem estiver sozinha na tumba dos Capuletos, Romeu e ele devem ir até ela. E, em seguida, os amantes devem fugir para Mântua. Porém, no ato V, antes que a carta de frei Lourenço chegue para comunicar o plano a Romeu, o rapaz é informado da morte de Julieta por Baltasar.

Romeu então decide se matar e compra um veneno. Volta a Verona e abre a tumba de Julieta. No entanto, Páris o surpreende. Os dois jovens lutam, e Romeu mata o outro. Por fim, quando Julieta acorda, encontra Romeu morto, envenenado e, por não querer viver sem o homem amado, ela pega um punhal e se mata.

Características da obra Romeu e Julieta

Estrutura da obra Romeu e Julieta

Romeu e Julieta é um texto teatral que possui cinco atos. Por ser um texto dramático, além dos atos, também apresenta cenas, falas e rubricas, ou seja, instruções do dramaturgo.

Estilo literário da obra Romeu e Julieta

Romeu e Julieta é uma obra que está inserida no Classicismo, estilo de época que apresenta características como:

  • caráter humanista;

  • antropocentrismo;

  • amor idealizado;

  • mulher idealizada;

  • referências greco-latinas;

  • reflexão sobre o amor.

Contexto histórico da obra Romeu e Julieta

O Renascimento foi um período histórico iniciado no século XIV (fim da Idade Média) e que perdurou até o final do século XVI. Assim, durante o século XVI, a cultura e a arte europeias passaram a ser mais valorizadas, pois retomavam os ideais clássicos, de forma a enaltecer a cultura greco-latina.

Com a diminuição do poder da Igreja, o conhecimento científico passou a ser exaltado. Além disso, a sociedade europeia prestigiava o prazer e a beleza. Nesse contexto, surgiu o texto dramático Romeu e Julieta. Em uma perspectiva antropocêntrica, a peça evidencia a individualidade e os desejos pessoais, mas também suas consequências.

Frases famosas de Romeu e Julieta

  • “Pena que o amor, tão lindo de se olhar, seja tirano pra se experimentar.”

  • “Com amor cego, é melhor ficar no escuro.”

  • “Amor que é cego não acerta o alvo.”

  • “O que o amor pode o amor ousa tentar.”

  • “O amor busca o amor como o menino corre da escola pra não trabalhar.”

  • “O amor do jovem mora não no peito, mas no que vê na hora.”

  • “É pena que o amor, de olhar velado, mesmo cego descubra o desejado.”

  • “O amor é fumo de um suspiro em chama que faz brilhar os olhos de quem ama.”

Filmes sobre Romeu e Julieta

Cartaz do filme “Romeu e Julieta” (1936), de George Cukor, baseado na obra homônima de William Shakespeare.
Cartaz do filme Romeu e Julieta (1936), de George Cukor.
  • Romeu e Julieta (1936), de George Cukor.

  • Romeu e Julieta (1968), de Franco Zeffirelli.

  • Romeu e Julieta (1996), de Baz Luhrmann.

  • Romeu e Julieta (2013), de Carlo Carlei.

Veja também: A divina comédia — a obra-prima do escritor italiano Dante Alighieri

Quem foi William Shakespeare?

Ilustração de William Shakespeare, autor de “Romeu e Julieta” e o mais famoso escritor e dramaturgo de língua inglesa.
William Shakespeare é o mais famoso escritor de língua inglesa.

O escritor William Shakespeare nasceu na Inglaterra, em abril de 1564; possivelmente, no dia 23. Ele é o mais famoso escritor e dramaturgo de língua inglesa. Além de escrever peças famosas como Romeu e Julieta, também escreveu sonetos. O autor, possivelmente, estudou na King’s New School, em Stratford.

No ano de 1582, ele se casou com Anne Hathaway (1556-1623). Nessa mesma década, trabalhou como ator em Londres. Mas, em 1593, iniciou sua carreira de escritor, como poeta. E logo passou a fazer sucesso como dramaturgo. Shakespeare faleceu em 23 de abril de 1616, em Stratford. Para saber mais detalhes sobre a vida e as obras de William Shakespeare, clique aqui.

Crédito de imagem

[1] Companhia das Letras (reprodução)

Fontes

ABAURRE, Maria Luiza M.; PONTARA, Marcela. Literatura: tempos, leitores e leituras. 3. ed. São Paulo: Moderna, 2015.

BOLOGNESI, Mário Fernando. Teatro e pensamento. Trans/Form/Ação, Marília, v. 21-22, n. 1, 1999.

BUENO, Chris. Shakespeare vive. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 68, n. 2, abr./ jun. 2016.

POETRY FOUNDATION. William Shakespeare. Disponível em: https://www.poetryfoundation.org/poets/william-shakespeare.

SANTOS, Diandra Sousa. Ali é o leste e Julieta é o Sol: Romeu e Julieta renascem em anime na Terra do Sol Nascente. 2015. Dissertação (Mestrado em Literatura e Cultura) – Instituto de Letras, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2015.

SANTOS, Marlene Soares dos. Shakespeare: criador e criatura. Matraga, Rio de Janeiro, v. 27, n. 49, p. 189-209, jan./ abr. 2020.

SHAKESPEARE, William. Romeu e Julieta. Tradução de Barbara Heliodora. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2011. 

Escritor do artigo
Escrito por: Warley Souza Professor de Português e Literatura, com licenciatura e mestrado em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Warley. "Romeu e Julieta"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historia/romeu-julieta-romance-ou-historia.htm. Acesso em 27 de maio de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas