Topo
pesquisar

A ou há?

Gramática

PUBLICIDADE

As palavras e a são homófonas (isto é, possuem grafia e significados diferentes, mas são pronunciadas da mesma forma). Isso gera muitas dúvidas de ortografia: quando utilizar uma e quando utilizar a outra? Veja a seguir alguns casos.

Quando se usa ?

A palavra é uma conjugação do verbo “haver quando este é impessoal, por isso seus significados mais comuns são no sentido de “existir” (nesse sentido, “ter”) ou, no caso de tempo decorrido, “fazer”. Se você substituir o verbo por um dos verbos citados acima e isso não alterar o sentido da frase, você já sabe qual a forma correta de escrever.

Veja alguns exemplos:

  • A meteorologista disse que muita probabilidade de chuva amanhã.
    (A meteorologista disse que existe muita probabilidade de chuva amanhã.)
     
  • vários livros no meu quarto.
    (Tem vários livros no meu quarto.)
     
  • Não nos vemos muitos anos.
    (Não nos vemos faz muitos anos.)

Leia também: A pouco tempo ou há pouco tempo?

O uso de “há” e “a” pode gerar muitas dúvidas.
O uso de “há” e “a” pode gerar muitas dúvidas.

Quando se usa a?

A palavra “a” pode ter diversas classificações dependendo do contexto. Costuma estar em várias locuções e, por isso, seu uso é muito versátil.

Usamos “a” como artigo definido feminino singular, ou seja, para especificar um substantivo feminino em determinado contexto. Já as preposições conectam uma palavra a outra, gerando sentido e estabelecendo uma relação de dependência entre elas. A preposição “a” costuma ser regida por alguns verbos, isto é, eles necessitam dessa preposição para que o enunciado tenha sentido.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Além dos verbos, muitas vezes a preposição “a” aparece em locuções, que são duas ou mais palavras com a mesma função, cujo sentido surge a partir da junção desses termos, e não da palavra isolada.

Quando não há sentido de “existir” ou de tempo passado, use a palavra “a”.

Observe os exemplos a seguir:

  • Estivemos em consulta com a pediatra.
    (Artigo)
     
  • Eu disse a ela que estava tudo bem.
    (Preposição)
     
  • Daqui a pouco vai chover.
    (Locução adverbial)

Dúvidas Comuns

  • Cuidado com o pleonasmo! 

Não se usa na mesma frase “há ... atrás”, pois isso torna o significado redundante. “Há” já possui sentido de algo passado, como dito acima. Veja:

  • Eu nasci há dez mil anos atrás.
    (Inadequado de acordo com a norma-padrão.)
     
  • Eu nasci há dez mil anos.
    (Adequado de acordo com a norma-padrão.)
     
  • Eu nasci dez mil anos atrás.
    (Adequado de acordo com a norma-padrão.)

Leia também: Pleonasmos viciosos mais comuns da língua portuguesa

Não usamos “a”, antes de pronomes pessoais, não vem acompanhada de crase. Observe:

  • Deu a ela muitos cumprimentos pela conquista.
  • Ofereceram a nós muita ajuda.
  • Passado x Futuro

Note que, enquanto “” costuma estar presente no sentido de tempo passado, “a” pode estar presente em locuções no sentido de tempo futuro. Veja:

  • Nós chegamos dez minutos.
    (Tempo passado)
     
  • Nós vamos chegar daqui A dez minutos.
    (Tempo futuro)

Exercícios resolvidos

1 – Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas:

Explicamos ___ ela que não seria possível ___ devolução hoje, pois fecharíamos dali ___ cinco minutos. Mas vamos avisar que ___ possibilidade de devolução amanhã.

a) a; a; há; há.

b) há; a; a; a.

c) a; a; há; a.

d) a; a; a; há.

2 – Assinale a alternativa que apresenta uso correto do termo “há” de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa:

a) tempos que queria fazer isso.

b) Demos presentes várias crianças.

c) Esperava entrega por muito tempo.

d) dez horas atrás, ocorreu um acidente.

Respostas

1 – d)

Explicamos a ela = preposição

Não seria possível a devolução = artigo

Dali a cinco minutos = preposição, tempo futuro

Avisar que possibilidade = verbo haver no presente do indicativo

2 – a)

No item b), o correto seria a, pois trata-se de preposição.

No item c), o correto seria a, pois trata-se de artigo.

No item d), o correto de fato é , porém, a construção “há ... atrás” não está de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa.

 

Por Guilherme Viana
Professor de Gramática

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

VIANA, Guilherme. "A ou há?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/a-ou-ha.htm. Acesso em 28 de dezembro de 2020.

Lista de Exercícios
Questão 1

Embora as expressões a/há, acerca de/a cerca de/há cerca de e tampouco/ tão pouco apresentem evidentes semelhanças sonoras, são demarcadas por fatores semânticos que as distinguem entre si, tornando-as aplicáveis a casos específicos. Com base nesses pressupostos, explicite tais diferenças. 

Questão 2

(Fuvest – SP)

“Diga ---- elas que estejam daqui----pouco-------porta da biblioteca”.

a) à, há, a

b) a, há, à

c) a, a, à

d) à, a, a

e) a, a, a
 

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola