Topo
pesquisar

Neonazismo

Geografia

O movimento neonazista surgiu na Europa logo após a Segunda Guerra e fez o resgate de ideais nazistas. No Brasil, a maioria dos grupos neonazistas está no Sul e Sudeste.
Existem grupos neonazistas atuando em todas as partes do mundo. Na imagem temos um grupo neonazista da Rússia.*
Existem grupos neonazistas atuando em todas as partes do mundo. Na imagem temos um grupo neonazista da Rússia.*
PUBLICIDADE

Neonazismo é a ideologia que faz o resgate de elementos do nazismo e surgiu após a Segunda Guerra Mundial. Os neonazistas escoram-se nos ideais nazistas, dando-lhes uma nova aparência em alguns casos, mas usam esses ideais para promover o ódio contra diferentes grupos da sociedade, tais como negros, judeus, católicos, mulheres feministas, anarquistas, comunistas etc.

O neonazismo surgiu na Europa dentro das alas radicais da direita e foi formado por antigos nazistas que sobreviveram à derrota do nazismo em 1945. Essa ideologia proliferou-se com o tempo em muitos grupos e associações, que atuavam na clandestinidade, mas também adentrou na política profissional com a formação de partidos que aglomeravam os neonazistas. Esses partidos utilizavam uma linguagem mais branda para mascarar a influência nazista.

Países como Alemanha, Itália, França e Inglaterra enfrentaram um grande crescimento desses grupos, que passaram a se expandir para diferentes partes do mundo. Atualmente, existem movimentos neonazistas em todos os continentes, sendo os Estados Unidos um dos países em que esse movimento teve grande crescimento. Segundo o Southern Poverty Law Center, instituição que acompanha grupos e organizações radicais nos Estados Unidos, existem atualmente no país cerca de 121 grupos neonazistas|1|.

Os neonazistas resgatam inúmeros elementos do nazismo, como a ideia de supremacia racial (a crença na suposta “superioridade” dos arianos) e o antissemitismo, portanto, há um ódio muito forte aos judeus nesses grupos. Além disso, os grupos neonazistas são caracterizados por um ultranacionalismo, o que os leva a assumir posições xenófobas.

Os neonazistas também são extremamente homofóbicos, além de assumirem posições misóginas (sobretudo contra mulheres assumidamente feministas) e manterem posições contrárias a grupos anarquistas e comunistas. Fazem exaltação a Adolf Hitler e assumem opiniões negacionistas em relação ao Holocausto.

Acesse também: O nazismo era de esquerda ou de direita?

Ideologia nazista

O culto a Adolf Hitler é um dos elementos centrais da ideologia dos neonazistas.**
O culto a Adolf Hitler é um dos elementos centrais da ideologia dos neonazistas.**

O nazismo foi um movimento político que surgiu na Alemanha em 1919 e foi fruto do colapso que o país enfrentava após a Primeira Guerra Mundial. A derrota humilhante na guerra e a forte crise econômica que atingiu o país abriram espaço para que um discurso populista da extrema-direita ganhasse força no país.

Antes da Primeira Guerra, inúmeros ideais ultranacionalistas, antissemitas e militaristas estavam em evidência na sociedade alemã, mas com todo o caos instaurado no país, esses ideais ganharam força. Dentro desse contexto, o historiador Richard J. Evans afirma que:

Foi nessa atmosfera de trauma nacional, extremismo político, conflito violento e sublevação revolucionária que o nazismo nasceu. […] A humilhação nacional, o colapso do império de Bismarck, o triunfo da social-democracia, a ameaça do comunismo, tudo pareceu justificar para alguns o uso de violência e assassinato para implementar medidas que pangermânicos, antissemitas, eugenistas e ultranacionalistas vinham defendendo desde antes da virada do século para a nação se recuperar.|2|

O Partido Nazista surgiu com o nome de Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães (uma estratégia para conquistar membros) e passou a ser liderado por Adolf Hitler em 1921. Depois de uma tentativa de tomar o poder na Baviera fracassar, Hitler foi preso e, após ser solto, retomou a reconstrução do partido, que alcançou o poder da Alemanha em 1933.

A ideologia nazista englobava diversos elementos, como:

  • Culto ao líder: Adolf Hitler era venerado como o único possível para salvar a Alemanha da crise econômica.

  • Antibolchevismo: o nazismo era um partido extremamente antimarxista e isso foi expressado por Hitler em discursos e escritos. O termo “antibolchevismo” faz referência direta à aversão do nazismo ao comunismo soviético.

  • Antissemitismo: os nazistas afirmavam que os judeus eram os grandes responsáveis por todas as desgraças que haviam atingido a Alemanha.

  • Supremacia racial: os nazistas acreditavam que os germânicos, nomeados como arianos, eram uma raça biologicamente superior e que, portanto, tinham mais direitos em relação às outras raças.

  • Antiliberalismo: o nazismo menosprezava o liberalismo, seja na forma que garantia as liberdades individuais e o funcionamento da democracia, seja também no capitalismo liberal (enxergado como uma área dominada pelos judeus, por isso, perversa).

Para ter acesso a informações mais detalhadas sobre a origem histórica do nazismo, os grandes acontecimentos históricos que envolveram o partido e uma explicação mais ampla sobre sua ideologia, sugerimos a leitura deste texto.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Holocausto

O antissemitismo no nazismo era uma influência direta da sociedade alemã, que desde o século XIX cultivava ideais do tipo. O próprio Adolf Hitler tornou-se um antissemita convicto no tempo em que viveu em Viena, na Áustria. Os nazistas enxergavam os judeus como a raiz de todo o mal que havia acontecido a Alemanha no começo do século XX.

Os nazistas acreditavam em diversas teorias da conspiração, que eram utilizadas para justificar o seu ódio contra os judeus. Assim, os nazistas acreditavam que a derrota alemã na guerra fazia parte de uma “punhalada nas costas”, uma conspiração em que a guerra fazia parte de um conluio dos judeus para enfraquecer o país. Além disso, falavam que o comunismo era parte de uma conspiração internacional judaica. Essa última teoria da conspiração era claramente representada em um livro muito popular na Alemanha da época chamado de “Os Protocolos dos Sábios de Sião”.

Quando assumiram o poder, os nazistas começaram aos poucos a implantar as medidas discriminatórias contra os judeus alemães. Sendo assim, os judeus começaram a perder suas liberdades e direitos civis e passaram a ser tratados como cidadãos de “segunda classe”. Com o tempo, tornaram-se alvos de violência, como aconteceu na Noite dos Cristais, evento no qual milhares de judeus foram atacados na Alemanha em 1938.

O resultado de todo esse ódio promovido pelos nazistas contra os judeus foi o Holocausto. Hitler possuía planos de exterminar os judeus da Europa, mas somente depois da guerra. A influência de Heinrich Himmler e Reinhard Heydrich fez Hitler autorizar o extermínio de judeus com a guerra em andamento.

Os judeus nos locais sob domínio dos nazistas foram perseguidos, aprisionados, transformados em trabalhadores escravos e executados. As etapas de realização do Holocausto aconteceram primeiramente com o aprisionamento dos judeus (principalmente os poloneses) em guetos e campos de concentração. Posteriormente foram utilizados grupos de extermínio para promover fuzilamentos em massa. Esses grupos de extermínio eram chamados de Einsatzgruppen e atuaram, principalmente, no território soviético sob domínio dos alemães (Países Bálticos, Bielorrússia, Ucrânia e Rússia). A ação desses grupos de extermínio foi responsável pela morte de um milhão de judeus até o fim da guerra|3|.

Quando esse método de execução mostrou-se limitado, os nazistas optaram por utilizar um meio que os permitiria ampliar a execução de pessoas. Foram então construídos campos de extermínio (foram construídos seis), que possuíam câmaras de gás para matar as pessoas a partir do uso de monóxido de carbono ou Zyklon B. Ao final da guerra, os horrores do Holocausto foram responsáveis pela morte de seis milhões de judeus.

Neofascismo

Além do neonazismo, muitos historiadores e cientistas políticos debatem a respeito do neofascismo, a manifestação atual de políticas que se assemelham com o fascismo italiano. O debate a respeito do neofascismo, no entanto, é bem mais amplo porque o fascismo e suas representações atuais são complexas.

O fascismo é uma ideologia política bastante maleável, adaptando-se a diferentes realidades políticas e manifestando características que podem variar de um cenário para outro. Para ter acesso a informações mais detalhadas sobre fascismo e neofascismo, sugerimos a leitura deste texto.

Grupos neonazistas do Brasil

Aqui no Brasil também existem grupos neonazistas. A concentração desses grupos é extremamente altas nas regiões Sudeste e Sul, especialmente nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Os grupos neonazistas do Brasil incorporam os elementos básicos do neonazismo, como o ódio contra negros, homossexuais, judeus etc. Além disso, os neonazistas também concentram seu ódio contra migrantes de outras regiões do país, sobretudo contra os nordestinos.

|1| Hate Map. Para acessar, clique aqui [em inglês].
|2| EVANS, Richard J. A chegada do Terceiro Reich. São Paulo: Planeta, 2016, p. 119-120.
|3| SNYDER, Timothy. Terras de Sangue: a Europa entre Hitler e Stalin. Rio de Janeiro: Record, 2012, p. 237.

*Créditos da imagem: DM-Studio e Shutterstock

**Créditos da imagem: IgorGolovniov e Shutterstock

 

Por Daniel Neves
Graduado em História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Neonazismo"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/os-neonazistas.htm>. Acesso em 23 de janeiro de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

A respeito dos grupos neonazistas, selecione a alternativa que traz a informação INCORRETA:

a) Mantêm opiniões negacionistas a respeito do Holocausto.

b) São grupos de visões extremamente homofóbicas.

c) Promovem a exaltação da personalidade de Adolf Hitler.

d) Paradoxalmente, os grupos neonazistas não possuem visões xenofóbicas.

e) São abertamente contra comunistas e anarquistas.

Questão 2

Os neonazistas surgiram após a Segunda Guerra Mundial, promovendo o resgate dos ideais do nazismo alemão. Selecione a alternativa que traz uma característica que NÃO FAZIA parte da ideologia nazista:

a) Defesa do liberalismo

b) Antissemitismo

c) Antimarxismo

d) Culto ao líder

e) Supremacia racial

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola