Topo
pesquisar

Série triboelétrica

Física

A série triboelétrica é uma tabela que indica se os materiais adquirirão cargas negativas ou positivas após sofrerem eletrização por atrito.
PUBLICIDADE

A eletrização é o processo pelo qual se gera desequilíbrio no número de prótons e elétrons de um corpo. Os processos de eletrização por atrito, contato ou indução são os métodos a que um material pode ser submetido para ser eletrizado.

A eletrização por atrito é a mais simples dos três tripos. Ao atritar dois materiais diferentes, um cederá elétrons para o outro. Assim, no fim da fricção, um dos corpos apresentará falta de elétrons e estará carregado positivamente, e o outro apresentará excesso de elétrons e estará carregado negativamente.

Quem fica positivo e quem fica negativo?

Existe uma tabela que tem a função de indicar qual material fica positivo e qual fica negativo após o atrito. A chamada série triboelétrica é a tabela que indica a tendência de diversos materiais de doar ou receber elétrons.

Interpretando a série triboelétrica

A série triboelétrica é organizada de modo que o material que possui posição superior na lista adquire carga elétrica de sinal positivo (perde elétrons). Assim sendo, o material de posição inferior recebe elétrons e é eletrizado negativamente.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Imagine que ocorra fricção entre um pedaço de vidro e papel. Observe que o vidro ocupa uma posição superior na tabela em relação ao papel, sendo assim, o vidro adquire carga elétrica de sinal positivo, pois doa seus elétrons para o papel, que fica carregado negativamente.

Quanto maior for a distância entre os materiais na lista, maior será a energia estática gerada. Atritar vidro e teflon, por exemplo, gerará mais eletricidade estática do que atritar vidro e papel, pois a distância entre os materiais no primeiro caso é maior que a distância para o segundo caso.

Materiais como o aço e o algodão não trocam cargas elétricas por atrito, permanecendo neutros. Assim, não ocorre eletrização ao atritar qualquer material da série triboelétrica com algodão ou com o aço.


Por Joab Silas
Graduado em Física

De acordo com a série triboelétrica, no atrito entre cabelo e plástico, o cabelo fica positivo, e o plástico, negativo
De acordo com a série triboelétrica, no atrito entre cabelo e plástico, o cabelo fica positivo, e o plástico, negativo

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

JúNIOR, Joab Silas da Silva. "Série triboelétrica"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/serie-triboeletrica.htm. Acesso em 13 de novembro de 2019.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

(IFSP) A tabela a seguir mostra a série triboelétrica.

Por meio dessa série, é possível determinar a carga elétrica adquirida por cada material quando são atritados entre si. O isopor ao ser atritado com a lã fica carregado negativamente. O vidro ao ser atritado com a seda ficará carregado:

a) positivamente, pois ganhou prótons.

b) positivamente, pois perdeu elétrons.

c) negativamente, pois ganhou elétrons.

d) negativamente, pois perdeu prótons.

e) com carga elétrica nula, pois é impossível o vidro ser eletrizado.

Questão 2

Utilizando a série triboelétrica apresentada no exercício 1, julgue os itens a seguir:

I- O plástico tem uma grande tendência em ceder elétrons na eletrização por atrito;

II- O cabelo humano, ao ser atritado com o plástico, cederá elétrons;

III- Isopor e plástico, caso atritados, dificilmente ficariam eletrizados.

a) I e II

b) II e III

c) II

d) III

e) I

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola