Doença de Kawasaki

Doenças e patologias

PUBLICIDADE

A doença de Kawasaki é um problema que afeta os vasos sanguíneos de médio e pequeno calibre. Pode ocorrer o acometimento de vasos de diferentes partes do corpo, mas o caso de maior relevância é quando os vasos do coração são atingidos. A doença ocorre com maior frequência em crianças com idade inferior a 5 anos, porém há relatos na literatura de ocorrência em adultos. Não apresenta causa conhecida e o tratamento visa à redução da inflamação e de complicações.

Leia também: Vasos sanguíneos – o que são, tipos, função

O que é a doença de Kawasaki ?

A doença de Kawasaki é uma enfermidade que promove a inflamação dos vasos sanguíneos, ou seja, trata-se de uma vasculite. Afeta os pequenos e médios vasos sanguíneos, desencadeando febre e manifestações de inflamação aguda. É considerada a causa mais frequente de doença cardíaca adquirida no grupo pediátrico.

Foi descrita pela primeira vez em 1967, no Japão, por Tomisaku Kawasaki. A incidência dessa doença é maior no Japão, porém ocorre em outros locais do mundo. Atinge principalmente crianças com idade inferior a 5 anos, sendo rara em bebês com menos de 6 meses. Apresenta um discreto predomínio no sexo masculino.

Sintomas da doença de Kawasaki

Na figura é possível observar alguns dos sintomas da doença de Kawasaki: erupções cutâneas, descamações, conjuntivite e língua em framboesa.
Na figura é possível observar alguns dos sintomas da doença de Kawasaki: erupções cutâneas, descamações, conjuntivite e língua em framboesa.

As principais manifestações clínicas da doença de Kawasaki são:

  • Febre elevada (superior a 39º) com duração igual ou superior a cinco dias;
  • Eritema (rubor na pele) palmoplantar;
  • Edema (inchaço causado pelo acúmulo de fluido);
  • Descamação ao redor da unha;
  • Conjuntivite;
  • Alterações nos lábios e na mucosa oral, tais como eritema, fissuras e descamação;
  • Língua em framboesa (papilas avermelhadas e aumentadas);
  • Linfadenopatia (alteração nos nódulos linfáticos) cervical;
  • Erupções cutâneas.

A doença de Kawasaki pode desencadear uma série de complicações, sendo uma das mais importantes o comprometimento cardíaco. Aneurismas podem surgir e evoluírem para infarto, doença cardíaca isquêmica e morte súbita.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que causa a doença de Kawasaki?

As causas da doença de Kawasaki não são bem compreendidas, mas uma das hipóteses mais aceitas é de que agentes infecciosos ou agentes ambientais estejam envolvidos no desenvolvimento da doença, provocando uma resposta imune em indivíduos predispostos.

Em 2005, foi proposta a teoria de que a doença poderia ser ocasionada por um tipo de coronavírus humano. Isso ocorreu após pesquisadores identificarem a presença de coronavírus na secreção de 8 crianças doentes de um total de 11. Entretanto, estudos posteriores não conseguiram associar de maneira significativa a presença de coronavírus em pacientes com Kawasaki.

Até o momento, não se tem conhecimento de nenhum agente específico responsável por causar essa doença, porém infecções por diferentes agentes já foram associadas a ela, o que corrobora a ideia de que agentes infecciosos estejam envolvidos.

A descamação ao redor das unhas é um dos sintomas que surgem no quadro de doença de Kawasaki.
A descamação ao redor das unhas é um dos sintomas que surgem no quadro de doença de Kawasaki.

A doença de Kawasaki e a COVID-19

A COVID-19 é uma doença grave desencadeada pelo coronavírus conhecido como SARS-CoV-2. Ela afeta principalmente o sistema respiratório. O primeiro caso dessa doença ocorreu no final de 2019, na China. Rapidamente a doença tornou-se uma pandemia, causando várias mortes ao redor do planeta.

Durante a pandemia de COVID-19, percebeu-se que crianças que se infectaram com o novo coronavírus estavam desenvolvendo sintomas semelhantes aos da doença de Kawasaki após algumas semanas. Os médicos acreditam que os sintomas seriam como uma resposta tardia do sistema imunológico à infecção. A síndrome ficou conhecida como síndrome multissistêmica inflamatória pediátrica.

Leia também: Diferença entre COVID-19, gripe e resfriado

Diagnóstico da doença de Kawasaki

O diagnóstico da doença de Kawasaki é feito com base na análise dos sintomas que o paciente apresenta. Exames laboratoriais podem ser recomendados, entretanto não existem exames específicos para o diagnóstico da doença. Assim, normalmente são feitos testes para descartar outras enfermidades.

Tratamento da doença de Kawasaki

O tratamento da doença de Kawasaki é feito com a utilização de imunoglobulina e anti-inflamatórios. O uso desses medicamentos visa a reduzir a inflamação nos vasos e prevenir complicações, como aneurisma, trombose e infarto.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Doença de Kawasaki"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/doenca-de-kawasaki.htm. Acesso em 26 de maio de 2020.