close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

George W. Bush

George W. Bush foi o 43º presidente dos Estados Unidos, cumprindo seu mandato entre 2001 e 2009. Ficou marcado pela sua política externa agressiva.

Bush foi o 43º presidente dos Estados Unidos, e seu mandato se estendeu de 2001 a 2009.
Bush foi o 43º presidente dos Estados Unidos, e seu mandato se estendeu de 2001 a 2009.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

George W. Bush é um empresário e político norte-americano que ficou conhecido como o 43º presidente dos Estados Unidos, ocupando o cargo de 2001 a 2009. O seu governo ficou marcado pelos atentados de 11 de setembro de 2001, que vitimaram quase três mil pessoas, e pela sua guerra ao terror promovida no Oriente Médio.

Acesse também: Guerra do Vietnã – um dos conflitos mais marcantes da história dos EUA

Tópicos deste artigo

Resumo sobre George W. Bush

  • George Bush nasceu em 1946, em New Halen, no estado de Connecticut.

  • No final da década de 1970, deu início à carreira no ramo petrolífero.

  • Ajudou seu pai a eleger-se presidente na eleição de 1988.

  • Foi governador do Texas de 1995 a 2000.

  • Elegeu-se presidente em uma das eleições mais acirradas da história norte-americana.

Nascimento de George Bush

George Walker Bush nasceu em New Haven, Connecticut, no dia 6 de julho de 1946. Seu pai se chamava George Hernert Walker Bush e sua mãe, Barbara Pierce. A família de Bush tinha laços com a política norte-americana, e seu avô paterno, por exemplo, havia sido senador pelo estado de Connecticut.

A família de Bush se completava como seus irmãos, John, Neil, Marvin e Dorothy. A infância de Bush foi no Texas, e nesse estado ele viveu nas cidades de Midland e Houston. A mudança de estado se deu porque seu pai decidiu investir no ramo petrolífero. Durante sua infância, estudou em algumas escolas no Texas, e depois foi estudar em Massachusetts.

Bush também se matriculou em Yale, uma das melhores universidades dos Estados Unidos. A graduação se estendeu de 1964 a 1968, concluindo com sua formatura. Ao concluir o curso, Bush recebeu o Bachelor of Arts (título acadêmico) em História. Ele tentou se matricular para estudar Direito no Texas, mas não foi aceito.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Carreira profissional de George Bush

Em 1968, Bush ingressou carreira como militar, servindo na Air National Guard. Sua permanência nessa força aérea se deu de 1968 a 1974, e, durante esse período, ele pilotou aviões a jato. Em 1974, foi dispensado da carreira militar, e nunca esteve em exercício de guerra nesse período.

Depois de ser dispensado do exército, ele deu início a sua carreira profissional privada. Cursou um MBA na Harvard Business School, e então decidiu seguir os passos de seu pai dando início a um negócio no ramo do petróleo. Bush fundou, em 1977, a Arbusto Energy, empresa que seria responsável pela exploração de petróleo no Texas.

Antes de sua empresa iniciar suas atividades, ele tentou entrar para a política e candidatou-se para representante da House of Representatives, no entanto, não se elegeu. A Arbusto Energy, então, iniciou suas atividades em 1978. Na década de 1980, sua empresa teve o nome alterado para Bush Exploration, e, em 1986, ela foi vendida para Harken Energy, com Bush fazendo parte do seu quadro de diretores.

Leia mais: Guerra do Golfo – conflito em que os EUA participaram durante o governo de Bush pai

Bush entra na política

Em 1988, Bush decidiu mudar-se para Washington a fim de se envolver com a campanha eleitoral daquele ano. Seu pai, George H. W. Bush, tinha sido vice-presidente do país durante o mando de Reagan e decidiu que concorreria à presidência dos Estados Unidos. Bush foi um dos responsáveis por gerenciar a campanha política do pai.

O pai de Bush venceu a campanha eleitoral de 1988, assumindo a presidência a partir de 1989 e mantendo-se no cargo durante os quatro anos do mandato. Em 1992, George H. W. Bush tentou se reeleger presidente do país e, novamente, Bush ajudou na campanha eleitoral. Entretanto, o resultado foi negativo, e o pai de Bush foi derrotado por Bill Clinton.

Na década de 1990, Bush tentou novamente conquistar um cargo na política norte-americana e se lançou na disputa pelo governo do Texas. Em 1994, ele disputou eleição contra Ann Richards e a ganhou obtendo cerca de 53% dos votos. Ele assumiu o governo do Texas em 1995, e, em 1998, foi reeleito para o cargo.

A presença da família Bush na política norte-americana foi ampliada porque seu irmão, John, mais conhecido como Jeb Bush, foi eleito governador da Flórida. Em 2000, Bush realizou o seu grande voo na política americana. Ele havia ganhado prestígio durante seu governo no Texas e decidiu que concorreria à presidência naquele ano.

Na eleição presidencial de 2000, o principal oponente de Bush era o democrata Al Gore. Essa eleição ficou marcada como uma das mais disputadas na história norte-americana, e Bush derrotou seu adversário por apenas cinco votos no Colégio Eleitoral. O resultado final foi 271 a 266. Bush teve cerca de 500 mil votos a menos, mas o que importa na disputa norte-americana é a quantidade de votos no Colégio Eleitoral.

A eleição de 2000, ainda, contou com muito drama na contagem dos votos na Flórida. Se tivesse sido derrotado nesse estado, Bush perderia a eleição, e a diferença oficial de votos foi de apenas 537 votos. A contagem dos votos na Flórida foi tensa, e a Corte Suprema dos Estados Unidos precisou intervir na situação, o que forçou Al Gore a reconhecer sua derrota.

Acesse também: Como são feitas as eleições presidenciais nos Estados Unidos?

Governo de George W. Bush

George W. Bush foi presidente dos Estados Unidos em dois mandatos. Isso aconteceu porque ele venceu a disputa eleitoral em 2004, derrotando o democrata John Kerry. Ao longo de seus oito anos de governo, Bush ficou marcado pela guerra ao terror, o nome que ele deu para as ações militares que os Estados Unidos executaram contra os terroristas no Oriente Médio.

Isso foi consequência dos atentados de 11 de setembro, nos quais quatro aviões comerciais foram sequestrados por terroristas da Al-Qaeda. Dois dos aviões foram lançados sobre as duas torres do World Trade Center, um foi lançado sobre o Pentágono, e o outro seria lançado sobre o Capitólio, mas fracassou.

Destroços dos atentados de 11 de setembro e pessoas andando na rua.
Os atentados de 11 de setembro foram um dos momentos mais marcantes do governo Bush e resultaram na morte de quase três mil pessoas.

Como consequência desse ataque, 2996 pessoas morreram. A política de segurança interna dos Estados Unidos se tornou extremamente rígida, e a política externa alterou-se radicalmente. Em 2001, os Estados Unidos iniciaram uma campanha militar contra o Afeganistão, país que abrigava Osama bin Laden, autor do atentado.

Em 2003, o Iraque tornou-se alvo dos Estados Unidos, sendo invadido. O governante iraquiano, Saddam Hussein, acabou sendo preso e levado a um julgamento que o condenou à morte. A política externa de Bush e suas ingerências no Oriente Médio foram duramente criticadas por conta de suas consequências para as populações desses países e pelos gastos excessivos que geraram.

Créditos das imagens

[1] Jason and Bonnie Grower e Shutterstock

[2] Anthony Correia e Shutterstock

 

Por Daniel Neves
Professor de História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "George W. Bush"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biografia/george-w-bush.htm. Acesso em 18 de maio de 2022.

Tire suas dúvidas


Estude agora


Aulão Pré-Enem Brasil Escola - Humanas e Linguagens

Confira a íntegra do Aulão Pré-Enem - Humanas e Linguagens, do Brasil Escola.

Poligonos regulares inscritos

Nesta aula veremos o que é um polígono regular inscrito e seus principais elementos. Trabalharemos um quadrado...