Topo
pesquisar

Dicas para comprar e preparar alimentos mais saudáveis

Saúde na escola

Devemos estar atentos a determinados aspectos do produto se quisermos comprar e preparar alimentos mais saudáveis para nossa família, principalmente se houver crianças em casa.
PUBLICIDADE

No dia 05 de setembro de 2012, o Ministério da Saúde lançou o “Manual das Cantinas Escolares Saudáveis: promovendo a alimentação saudável” para incentivar e orientar donos de cantinas em escolas particulares a transformarem o seu estabelecimento comercial em uma cantina saudável.

Nesse manual é mostrado como é alarmante o caso de doenças, tais como obesidade, diabetes, colesterol alto e hipertensão, que estão relacionadas com a má alimentação. Mostra também o que é considerado um alimento saudável, que mudanças devem ser realizadas na cantina, quais são os benefícios dessa transformação, como o vendedor pode melhorar as vendas desses lanches saudáveis e como eles devem ser preparados, higienizados e conservados. Algumas dicas importantes são dadas referentes à higiene do funcionário que irá manipular a comida, do ambiente e do próprio alimento. Elas podem ser vistas no texto “Higiene dos alimentos em cantinas escolares” nesse mesmo canal de Saúde na Escola.

Mas, e nós, consumidores, será que sabemos escolher bem um alimento e prepará-lo de forma adequada para o consumo? Será que os pais passam informações importantes quanto aos lanches que seus filhos devem escolher nas cantinas das escolas ou em outros estabelecimentos, mesmo ao fazer compra em supermercados?

Geralmente, quando vamos comprar algum alimento, costumamos dar muito valor à sua aparência. Alguns até mesmo dizem que “primeiro comemos com os olhos”. E, realmente, a aparência é um indicador fundamental para sabermos se o alimento está próprio para o consumo.

Entretanto, esse fator não é o único que deve ser observado. Afinal, isso não é suficiente para indicar o valor nutricional do alimento ou se ele está estragado ou não. Por exemplo, é somente por meio do olfato e do paladar que determinadas moléculas que estão na fase gasosa ou dissolvidas em água (no líquido do alimento ou na saliva) são detectadas; apenas com os olhos não conseguimos ver isso. Portanto, para não sermos contaminados e escolher alimentos mais saudáveis e nutritivos para nós e nossas famílias precisamos seguir algumas dicas. Quanto aos alimentos que são considerados saudáveis, leia o texto “O que são alimentos saudáveis?”.

Depois de saber quais proporcionam os nutrientes essenciais para o nosso organismo, siga as dicas abaixo:

1.       Ao fazer compras:

1.1.   Compre por último os frios, congelados e refeições quentes. Se for demorar mais de 30 minutos para chegar em casa, coloque esses itens em caixas ou bolsas térmicas;

1.2.   Sempre prefira alimentos frescos. Principalmente carnes e peixes, eles devem ser bem verificados se são realmente frescos. No caso dos peixes, você deve ver se o rabo está úmido e não dobrado e seco, as escamas devem estar brilhantes e bem grudadas ao corpo, os olhos devem estar brilhantes com as pupilas pretas e as córneas transparentes, a carne deve estar firme e não mole, as guelras devem estar vermelhinhas e sinta o cheiro se está bom. Para manter o alimento fresco é bom fazer comprar mais perto de casa.

Observando se o peixe está fresco

1.3.   Verifique se a embalagem não está rasgada ou amassada e veja se os produtos que deveriam estar resfriados não estão;

1.4.   Olhe sempre a validade do produto, principalmente os que estão na promoção (estes costumam estar com a validade curta). Lembre-se de que mesmo parecendo normal, se o alimento estiver com o prazo de validade vencido, ele pode fazer mal;

Leia o rótulo, a composição e o prazo de validade dos alimentos

1.5.      Leia atentamente o rótulo e a composição do alimento. Aproveite para olhar a quantidade de aditivos acrescentados ao produto, principalmente se você tiver em casa crianças menores de 5 anos, mulheres grávidas, idosos acima de 70 anos e pessoas que têm problemas imunológicos, pois elas são mais vulneráveis às doenças transmitidas por alimentos;

1.6.   Se já teve alguma reação alérgica ou indisposição, relacione com o que comeu anteriormente;

1.7.   Coloque peixes e carnes em sacolas diferentes para não contaminarem uns aos outros;

1.8.   No caso de usar sacolas reutilizáveis, sempre as lave com água quente e sabão.

2.      Ao preparar:

2.1.   Lave bem as mãos com água e sabão e depois passe álcool a 70%, principalmente se você for ao banheiro;

2.2.   Mantenha a cozinha limpa, limpe as superfícies com água quente e sabão ou desinfetante e troque com frequência os itens que você mais utiliza, tais como a esponja de lavar louças e panos de pratos;

2.3.   Lave bem legumes, frutas e verduras, mesmo se for descascá-los depois. No caso de hortaliças, o cuidado deve ser redobrado, primeiro separe folha por folha, lave com água potável corrente, deixe 15 minutos em solução de hipoclorito de sódio (1 colher de sopa de hipoclorito de sódio para cada litro de água) e depois enxague imergindo em água potável;

É preciso lavar bem os alimentos, tais como frutas, legumes e hortaliças

2.4.   Tente consumir os alimentos enquanto ainda estão frescos, pois alguns nutrientes só são encontrados nesses tipos de comida;

2.5.   Embale e embrulha carnes cruas e frutos do mar separados, usando tábuas e facas diferentes ou lave com água e sabão sempre que for mudar de carne;

2.6.   Não descongele em temperatura ambiente, é preferível descongelar no micro-ondas, em água fria ou em geladeira em embalagem bem selada;

2.7.     Cozinhe bem, atingindo temperaturas acima de 70ºC;

2.8.    Sirva imediatamente;

2.9.   Sobras guardadas na geladeira só podem ser consumidas num prazo de no máximo quatro dias, numa temperatura de 5ºC;

Guarde as sobras de comida na geladeira e consuma em no máximo 4 dias

2.10.  Siga as instruções dadas na embalagem, informe-se, pesquise e pergunte. Até mesmo muitos fabricantes colocam telefones nas embalagens de seus produtos, que podemos ligar para tirar quaisquer dúvidas.

 

Por Jennifer Fogaça
Graduda em Química

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Dicas para comprar e preparar alimentos mais saudáveis"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/saude-na-escola/dicas-para-comprar-preparar-alimentos-mais-saudaveis.htm>. Acesso em 23 de julho de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA