Topo
pesquisar

Gêneros textuais argumentativos

Redação

Muitos são os gêneros textuais considerados argumentativos, característica essa demarcada, sobretudo, pela finalidade discursiva a que se propõem.
Os gêneros textuais de cunho argumentativo se manifestam por meio da modalidade oral, mas também se fazem presentes por meio da escrita
Os gêneros textuais de cunho argumentativo se manifestam por meio da modalidade oral, mas também se fazem presentes por meio da escrita
PUBLICIDADE

Expor sua opinião no intuito de fazer com que o “outro” atribua confiabilidade naquilo que está proferindo é simples, corriqueiro, haja vista que se trata de um procedimento louvável e recorrente. Assim, atendo-nos a tal recorrência, não há como descartar a possibilidade de que a ênfase ora se aponta para as diversas situações comunicativas de que fazemos parte, que uma vez materializadas, traduzem-se nos chamados gêneros textuais.

Se se trata dessas circunstâncias, relembrá-las nos faz pensar em algumas que, para início de conversa, fazem-se presentes por meio da oralidade, como é o caso do debate, cuja característica principal resulta no confronto de opiniões acerca de um determinado assunto. Passando adiante, voltemos nossa atenção para aqueles que se tornam palpáveis no âmbito da escrita, como é o caso do editorial, artigo de opinião, carta argumentativa, carta de solicitação e de reclamação, enfim, muitas são as situações em que o emissor tem de assim se posicionar e deixar claro que as ideias prevalecem quando o assunto diz respeito à defesa de opiniões acerca de um determinado assunto.

Como você já deve ter percebido, caro(a) usuário(a), trata-se de situações de interação comunicativa frequentes e que se tornam passíveis de um olhar mais atento, levando em conta os muitos traços que as demarcam, sobretudo aqueles de natureza linguística. Nesse sentido, temos o privilégio de proporcionar a você este espaço, um espaço no qual poderá compartilhar as informações de que precisa para que também, no momento de se tornar um(a) emissor(a) de tais gêneros, considerados argumentativos, tenha condições de colocar em prática todas as habilidades que se fazem requisitadas, razão pela qual convidamo-lo(a) a participar conosco dessa verdadeira empreitada! Não perca, portanto, justamente para não correr o risco de perder essa grande chance, imperdível por sinal!


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Listagem de Artigos

artigos Gêneros textuais argumentativos
Questão 1

(Enem)

DIGA NÃO AO NÃO

Quem disse que alguma coisa é impossível?
Olhe ao redor. O mundo está cheio de coisas que,
segundo os pessimistas, nunca teriam acontecido.
“Impossível”.
“Impraticável”.
“Não”.
E ainda assim, sim.
Sim, Santos Dumont foi o primeiro homem a decolar a bordo de um
avião, impulsionado por um motor aeronáutico.
Sim, Visconde de Mauá, um dos maiores empreendedores do Brasil,
inaugurou a primeira rodovia pavimentada do país.
Sim, uma empresa brasileira também inovou no país.
Abasteceu o primeiro voo comercial brasileiro.
Foi a primeira empresa privada a produzir petróleo na Bacia de Campos.
Desenvolveu um óleo combustível mais limpo, o OC Plus.
O que é necessário para transformar o não em sim?
Curiosidade. Mente aberta. Vontade de arriscar.
E quando o problema parece insolúvel, quando o desafio é muito
duro, dizer: vamos lá.
Soluções de energia para um mundo real.

(Jornal da ABI. Número 336, dez. De 2008 – adaptado)

O texto publicitário apresenta a oposição entre “impossível”, “impraticável”, “não” e “sim, “sim”, “sim”. Essa oposição, usada como um recurso argumentativo, tem a função de:

a) minimizar a importância da invenção do avião por Santos Dumont.

b) mencionar os feitos de grandes empreendedores da história do Brasil.

c) ressaltar a importância do pessimismo para promover transformações.

d) associar os empreendimentos da empresa petrolífera a feitos históricos.

e) ironizar os empreendimentos rodoviários de Visconde de Mauá no Brasil.

Ver resposta
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA