Topo
pesquisar

ONU

História Geral

ONU: um órgão de caráter internacional
ONU: um órgão de caráter internacional
PUBLICIDADE

Fundada em 1945, a ONU é uma instituição criada pelas mesmas nações envolvidas no horror das duas primeiras Guerras Mundiais. Em 1919, o Tratado de Versalhes previu a criação da Liga das Nações que funcionaria como um órgão internacional dedicado à manutenção do equilíbrio entre as nações. No entanto, as crises econômicas da década de 20 e a ineficácia dos acordos do pós-guerra não deram força e representatividade a esse órgão.

As conseqüências ainda mais desastrosas da Segunda Guerra Mundial – com a crise do imperialismo e a os horrores do holocausto – motivaram a reformulação desse órgão garantidor da estabilidade política internacional. Anteriormente discutida durante a conferência de Yalta e instituída na Conferência de San Francisco, ambas ocorridas em 1945, a Organização das Nações Unidas (ONU) seria uma nova tentativa de se conter a possibilidade de novos conflitos internacionais. Para isso, a ONU trataria de uma gama de questões mundiais que dessem solução a assuntos de ordem social, humanitária e cultural.

Formado por uma Assembléia Geral composta por representantes de mais de 190 países, a ONU discute todo e qualquer assunto que se refere à promoção da paz entre os povos. Não tendo nenhum poder de intervenção direta nas questões por ela discutidas, a Assembléia apenas apresenta sua posição mediante as situações de conflito pelo mundo. Dessa forma, podemos ver que as Nações Unidas têm um papel relativamente limitado. Em caso de oposição a algum tipo de governo ou conflito a ONU aprova embargos econômicos ou o envio de tropas internacionais que auxiliem aos povos vitimados por algum tipo de situação.

Sob outras frentes, a ONU conta com a cooperação de diversos outros órgãos, agências, programas e fundos – como a UNESCO (Organização das Nações Unidas para Educação), a FAO (Organização para Alimentação e Agricultura), a OIT (Organização Internacional do Trabalho), a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para Infância) e o FMI (Fundo Monetário Internacional) – que tentam atuar de outras formas para resolver problemas mundiais, oferecer ajuda humanitária ou evitar conflitos militares.

Um dos mais importantes órgãos da ONU, o Conselho de Segurança (CS) tem como função exclusiva dar o parecer das maiores potências econômicas e militares frente às guerras espalhadas pelo mundo. Formado no período de pós-Segunda Guerra, esse conselho atualmente sofre pressões para que outras nações, como o Brasil, tenham participação efetiva no conjunto de suas decisões. Essa tendência de reformulação ganhou ainda muito mais força quando o governo norte-americano desconsiderou as resoluções do CS e promoveu a invasão ao Iraque.

O atual secretário geral da ONU, o coreano Ban Ki-Moon, tenta revitalizar o papel e a influência política da ONU. Após o descumprimento norte-americano, a instituição voltou a enfrentar a velha desconfiança que colocava em xeque a importância de sua atuação. Para isso, a abertura e a participação de outras nações parecem ser a alternativa mais viável para que o caráter internacional das Nações Unidas não fique restrito ao campo das palavras.

Por Rainer Sousa
Graduado em História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rainer Gonçalves. "ONU"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/historiag/onu1.htm>. Acesso em 18 de outubro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA