Topo
pesquisar

Uso do hífen em palavras compostas

Gramática

O uso ou não do hífen se manifesta em alguns substantivos compostos em virtude de marcas linguísticas específicas, levando em consideração a natureza gramatical dos elementos.
O emprego do hífen em palavras compostas é uma simples convenção da escrita
O emprego do hífen em palavras compostas é uma simples convenção da escrita
PUBLICIDADE

Estudando a Ortografia das palavras compostas a seguir:

norte-americano

autoanálise

Grã-Bretanha

Notamos que a presença do hífen em algumas dessas palavras, e sua ausência em outras, é justificada por convenções na língua escrita que precisam ser conhecidas e obedecidas quando usamos essa modalidade comunicativa. No entanto, não é fácil precisar o uso ou não do hífen em palavras compostas, não é mesmo? Para tanto, vamos ao estudo das regras que nos orientam para a escrita adequada desses vocábulos!

1) Emprega-se o hífen nos compostos sem elemento de ligação quando o primeiro termo, por extenso ou reduzido, está representado por forma substantiva, adjetiva, numeral ou verbal.

conta-gotas

arco-íris

afro-luso-brasileiro

2) Usa-se hífen nas palavras compostas que possuam as unidades sintagmáticas sem, além, aquém, recém:

além-Atlântico

aquém-fronteiras

sem-cerimônia

recém-nascido

3) Emprega-se o hífen nas palavras compostas com os advérbios bem e mal, quando formarem com o elemento que se lhes segue uma unidade sintagmática e semântica, e tal elemento começar com vogal ou H:

bem-dito

bem-dizer

mal-afortunado

mal-entendido

4) Usa-se o hífen nos nomes geográficos compostos pelas formas grã, grão, ou por outra forma verbal ou, ainda, naqueles ligados por artigo:

Grã-Bretanha

Abre-Campo

Baía de Todos-os-Santos

Quebra-Costas

5) Usa-se o hífen nos compostos que designam espécies botânicas (planta e fruto) e zoológicas, que estejam ou não ligadas por preposição ou qualquer outro elemento.

abóbora-menina

andorinha-do-mar

bem-me-quer

joão-de-barro

6) Usa-se hífen nas palavras compostas que possuam os radicais auto-, neo-, proto-, pseudo-, semi-, quando o elemento seguinte iniciar-se com H:

neo-humanismo

proto-histórico

pseudo-herói

semi-homem

7) Usa-se hífen nas palavras compostas que possuam o radical pan-, quando o elemento seguinte começar com H:

pan-helênico

Atenção! O Novo Acordo Ortográfico estabeleceu algumas exceções para a utilização do hífen nos compostos:

  • Paraquedas – e não pára-quedas.

  • Autoanálise: o Novo Acordo eliminou o hífen quando o outro elemento inicia-se com vogal.

  • Semirreta: eliminou-se o hífen quando o outro elemento inicia-se com R, com duplicação dessa consoante.

  • Neossindicalismo: eliminou-se o hífen quando o outro elemento inicia-se com S, com duplicação dessa consoante.

  • Pan-americano: o Novo Acordo mantém o hífen quando o segundo elemento iniciar com vogal, H, M ou N.

  • Circum-navegação: Mantém-se o hífen quando o segundo elemento iniciar com vogal, H, M ou N.

 

Por Mariana Rigonatto
Graduada em Letras

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RIGONATTO, Mariana. "Uso do hífen em palavras compostas"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/gramatica/uso-ou-nao-hifen-alguns-substantivos-compostos.htm>. Acesso em 24 de fevereiro de 2018.

Teste seus conhecimentos
Questão 1

Assinale a alternativa incorreta quanto ao uso do hífen nos substantivos compostos:

a) couve-flor

b) guarda-chuva

c) pára-quedas

d) navio-escola

e) carta-bilhete

Mais Questões
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA