Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Hífen - O que permanece igual?

Acordo Ortográfico

Com o Novo Acordo, há casos em que as regras sobre o hífen permanecem iguais, como nos termos que se unem para formar um novo significado e nas formações com os prefixos “ex”.
PUBLICIDADE

Para não gerar dúvidas, vejamos os casos mais comuns do uso do hífen que continua o mesmo depois do reforma ortográfica:

1. Em palavras compostas por justaposição que formam uma unidade semântica, ou seja, nos termos que se unem para formam um novo significado: tio-avô, porto-alegrense, luso-brasileiro, tenente-coronel, segunda-feira, conta-gotas, guarda-chuva, arco-íris, primeiro-ministro, azul-escuro.

2. Em palavras compostas por espécies botânicas e zoológicas: couve-flor, bem-te-vi, bem-me-quer, eva-do-chá, abóbora-menina, erva-doce, feijão-verde.

3. Nos compostos com elementos além, aquém, recém e sem: além-mar, recém-nascido, sem-número, recém-casado, aquém-fiar, etc.

4. No geral, as locuções não possuem hífen, mas algumas exceções continuam por já estarem consagradas pelo uso: cor-de-rosa, arco-da-velha, mais-que-perfeito, pé-de-meia, água-de-colônia, queima-roupa, deus-dará.

5. Nos encadeamentos de vocábulos, como: ponte Rio-Niterói, percurso Lisboa-Coimbra-Porto e nas combinações históricas ou ocasionais: Áustria-Hungria, Angola-Brasil, Alsácia-Lorena, etc.

6. Nas formações com os prefixos hiper-, inter- e super- quando associados com outro termo que é iniciado por r: hiper-resistente, inter-racial, super-racional, etc.

7. Nas formações com os prefixos ex-, vice-: ex-diretor, ex-presidente, vice-governador, vice-prefeito.

8. Nas formações com os prefixos pós-, pré- e pró-: pré-natal, pré-escolar, pró-europeu, pós-graduação, etc.

9. Na ênclise e mesóclise: amá-lo, deixá-lo, dá-se, abraça-o, lança-o e amá-lo-ei, falar-lhe-ei, etc.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

VILARINHO, Sabrina. "Hífen - O que permanece igual?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/acordo-ortografico/hifen-o-que-permanece-igual.htm. Acesso em 05 de agosto de 2021.

Artigos Relacionados
Portugal “sofreu” mais com as mudanças ortográficas da língua portuguesa do que os brasileiros. Clique e entenda!
Clique para aprender todas as regras e exceções sobre o uso ou não do hífen depois do Novo Acordo Ortográfico.
Confira as situações que você não usa mais o hífen!
Neste artigo você vai saber tudo a respeito das locuções substantivas, conjunto de duas ou mais palavras que têm a função de substantivo.
O uso ou não do hífen no prefixo “pré” se encontra relacionado a pressupostos específicos. Torne-se então um (a) conhecedor (a) desse caso ao clicar aqui!
Entenda o uso do hífen em palavras compostas e amplie seus conhecimentos ortográficos.