Topo
pesquisar

Ortoépia e Prosódia

Gramática

Ortoépia e prosódia fazem parte da gramática portuguesa. A ortoépia volta-se para a pronúncia correta das palavras, e a prosódia, para a acentuação correta das palavras.
PUBLICIDADE

A ortoépia trata da pronúncia correta das palavras. Quando as palavras são pronunciadas incorretamente, comete-se cacoépia.
É comum encontrarmos erros de ortoépia na linguagem popular, mais descuidada e com tendência natural para a simplificação. 

Podemos citar como exemplos de cacoépia:

- “guspe” em vez de cuspe.
- “adevogado” em vez de advogado.
- “estrupo” em vez de estupro.
- “cardeneta” em vez de caderneta.
- “peneu” em vez de pneu.
- “abóbra” em vez de abóbora.
- “prostar” em vez de prostrar.

A prosódia trata da correta acentuação tônica das palavras. Cometer erro de prosódia é transformar uma palavra paroxítona em oxítona, ou uma proparoxítona em paroxítona etc.

- “rúbrica” em vez de rubrica.
- “sútil” em vez de sutil.
- “côndor” em vez de condor.

Por Marina Cabral
Especialista em Língua Portuguesa e Literatura

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Marina Cabral Da. "Ortoépia e Prosódia"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/gramatica/ortoepia-prosodia.htm>. Acesso em 25 de setembro de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA