Topo
pesquisar

Landell de Moura, físico brasileiro

Física

O primeiro a fazer uso de ondas de rádio sem a utilização de fios condutores ou cabos foi o físico brasileiro Landell de Moura.
Físico e padre brasileiro Landell de Moura
Físico e padre brasileiro Landell de Moura
PUBLICIDADE

A descoberta das ondas eletromagnéticas é um dos melhores exemplos da importância da pesquisa teórica básica para o desenvolvimento da tecnologia. A existência das ondas eletromagnéticas foi prevista por Maxwell no ano de 1856 e sua comprovação experimental foi realizada por Hertz, mais de 30 anos depois.

Apesar de pouco conhecido, o padre Landell de Moura foi o primeiro a fazer uso de ondas de rádio, ou seja, ondas eletromagnéticas, para transmitir informação sonora, de um local para outro, sem a utilização de fios ou cabos. A primeira demonstração pública de transmissão de voz ocorreu no ano de 1901, na cidade de São Paulo, cobrindo uma região de oito quilômetros.

Até então, as comunicações eram feitas por meio do uso do telégrafo com fio, inventado por Morse; do telefone, também com fio, de Graham Bell; e da transmissão de código Morse feita por Marconi. Entretanto, até a demonstração de Landell de Moura, ninguém havia conseguido transmitir a voz humana usando sinais de rádio.

O padre Landell requereu e conseguiu a patente, em 1901, para o desenvolvimento de um equipamento destinado a realizar transmissão fonética à distância, com ou sem o uso de fio, através do espaço.

Sem apoio de entidades governamentais e da Igreja, rumou para os Estados Unidos, onde também conseguiu três patentes: “Transmissor de Ondas”, precursor do rádio, “Telefone sem fio” e “Telégrafo sem fio”. Após conseguir as patentes nos Estados Unidos, retornou ao Brasil, acreditando que então teria algum tipo de apoio.

No entanto, não conseguiu sensibilizar a Marinha para usar suas descobertas na comunicação entre navios. A falta de visão e, principalmente, a falta de conhecimento do que estava sendo feito pelos cientistas na Europa e nos Estados Unidos acabaram com as possibilidades do rápido desenvolvimento de uma tecnologia nacional, na área das comunicações, no início do século.

Desiludido, o padre Landell de Moura abandonou suas pesquisas e dedicou-se somente à vida religiosa. Imediatamente após caducar o prazo de suas patentes, os americanos exploraram comercialmente essas descobertas. O reconhecimento de seu trabalho só veio muitos anos depois, quando a Telebrás deu o nome de Padre Landell de Moura ao seu centro de pesquisas. Além disso, os radioamadores brasileiros têm Landell de Moura como seu patrono.


Por Domiciano Marques
Graduado em Física

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Domiciano Correa Marques da. "Landell de Moura, físico brasileiro"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/fisica/landell-moura-fisico-brasileiro.htm>. Acesso em 24 de setembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA