Topo
pesquisar

Balanço Ambiental

Economia e Finanças

PUBLICIDADE

Balanço ambiental é um documento demonstrativo que expressa o ativo e passivo ambiental natural num determinado momento. Ele evidencia, de forma sintética, as contas da gestão ambiental natural da célula social.

O balanço e as informações foram pensados para os usuários externos da organização, mas, são ferramentas úteis para a tomada de decisão dos empresários na gestão do meio ambiente natural.

Segundo Lopes de Sá, ¨Balanço ambiental, aquela demonstração das contas que evidencia as relações do patrimônio com o meio ambiente ou da natureza¨. (Ver Considerações gerais sobre a Contabilidade aplicada ao meio ambiente natural, www.lopesdesa.com.br).

ATIVO AMBIENTAL

No Balanço ambiental, os ativos ambientais são as aplicações em meios patrimoniais que são utilizados para a preservação ou recuperação do meio ambiente natural, ou, os bens disponíveis da empresa que servem para a preservação, proteção e recuperação do meio ambiente natural; as máquinas e instalações que possibilita a redução da contaminação ambiental.

As aplicações em pesquisas e desenvolvimento de tecnologias em longo prazo que preserve o meio ambiente exigem bons capitais e esforço, mas, seus resultados são evidentes em curto prazo.

PASSIVO AMBIENTAL

No referido balanço são passivos ambientais as obrigações com terceiros a curto e em longo prazo para aplicações na natureza para amenizar os danos causados pelo processo produtivo da empresa no entorno ecológico. A contaminação do solo e das águas subterrâneas é um dos mais graves passivos ambientais. A contaminação do solo pode trazer risco para a saúde pública de várias formas por contato com a pele, por inalação, por emissão de gases tóxicos, também, pode contaminar as águas subterrâneas ou contaminando cursos de água de superfície.

Há, também, passivo ambiental quando há penalidade imposta por legislação ambiental, por contaminação do meio ambiente e, ou, à propriedade de terceiros.

Deve-se tomar medidas efetivas na proteção do meio ambiente natural por uma gestão séria e responsável e que leva ao desenvolvimento sustentável, isso é, a prosperidade patrimonial da célula social sem agressão a natureza.

A maioria das empresas ainda não entendeu o papel do Balanço Ambiental. Ele deve ser um instrumento de comunicação com a sociedade, necessita ser mais bem compreendido e utilizado pelas empresas na gestão ambiental. É, ainda, percebido como um documento para órgão ambiental ao invés de um documento demonstrativo à comunidade.

O balanço ambiental deve apresentar, isto é o desejável, o que efetivamente foi feito para controlar o impacto ambiental pelos resíduos do sistema produtivo, senão poderão ter, até, um aumento de custos ambientais (como tratamento de resíduos e riscos ambientais).

Há uma crescente conscientização mundial da necessidade de encontrar soluções para diminuiu o impacto ambiental deixado pelos resíduos dos produtos manufaturados. As empresas procuram adaptar-se a esta nova realidade com os anseios de preservação, se quiserem ser competitivas num mercado cada vez mais exigente pelos consumidores por um planeta limpo.

O Balanço ambiental torna-se, assim, uma peça importante para os empresários na gestão do meio ambiente natural, um aliado do Órgão Ambiental, das ONGs ambientalistas e do Greenpeace.

Por Werno Herckert
Colunista Brasil Escola

Economia - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DANTAS, Tiago. "Balanço Ambiental"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/economia/balanco-ambiental.htm>. Acesso em 21 de julho de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA