Topo
pesquisar

Física x Filmes de Ficção Científica

Curiosidades

Superman, Homem-Aranha, 2001 Uma Odisséia no Espaço, Tempestade (X-MEN)
Superman, Homem-Aranha, 2001 Uma Odisséia no Espaço, Tempestade (X-MEN)
PUBLICIDADE

Desde crianças somos fascinados por filmes como Superman, Guerra nas Estrelas, Homem Aranha, X-Men e outros tantos filmes de ficção científica.

O que mais nos fascina nesses filmes é ver homens voando, lançando raios pelos olhos, explosões no espaço sideral, etc. Mas o que muita gente não sabe é que esse tipo de coisa foge completamente da realidade.

A possibilidade de um ser humano, como o Superman ou alguns personagens do filme X-Men, voar não existe. Para isso acontecer, esses personagens deveriam ter um sistema de propulsão como motores de aviões, e uma aerodinâmica completamente diferente que possibilitasse sua permanência no ar. Portanto, para que o Superman pudesse voar, seria necessário que ele tivesse asas no lugar da capa.

O homem de aço usa sua visão de Raios-X para enxergar através das paredes. Para se produzir Raios-X é necessário que se aplique uma grande diferença de potencial, para produzir uma onda eletromagnética. Como o Superman não tem nenhuma fonte de alta voltagem em sua cabeça, não poderia ser capaz de enxergar através de meios de propagação opacos.

Em filmes e desenhos podemos observar o Homem Aranha, “voando” entre os prédios de uma grande metrópole. O erro está no fato de que a teia precisa de um lugar para se fixar, e o que acontece no filme é que o super-herói joga suas teias sempre para cima, onde não há nenhum lugar para a fixação dessas. Sabemos também que as aranhas têm a capacidade de andar pelas paredes por possuírem minúsculos pelos em suas oito patas, sistematicamente posicionadas para lhes proporcionar o devido equilíbrio na posição vertical. O Homem Aranha, no entanto, não possui esses pelos, o que torna impossível a subida pelas paredes de um grande prédio.

No caso de Guerra nas Estrelas é comum ouvirmos grandes estrondos, vindos de explosões no espaço. Seria isso realmente possível?
De acordo com as leis da física, não! O som é uma onda mecânica e necessita de um meio material para se propagar. O espaço é constituído de vácuo (ausência de matéria), o que impossibilita a propagação do som. Os únicos tipos de ondas que se propagam no vácuo são as ondas eletromagnéticas.
 


Guerra nas Estrelas

Porém, o que seria dos filmes de ficção se eles retratassem fielmente a realidade?
Não poderíamos nem imaginar como seria um Homem Aranha sem sua habilidade de subir pelas paredes e voar entre os prédios para lutar contra grandes vilões, ou até mesmo do Superman sem sua visão de Raios-X, para descobrir bombas escondidas e salvar a humanidade. Sem a ficção quem seria capaz de salvar um avião, com mais de 300 passageiros, de um grande desastre?
A resposta é bem simples: Hollywood.
A grande sacada dos filmes de ficção científica é o fato de unir a realidade com a imaginação, e tudo o que queremos nesses filmes é uma integração desses dois elementos acrescidos de muita ação e diversão.

Por Kléber Cavalcante
Graduado em Física
Equipe Brasil Escola

Curiosidades - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

CAVALCANTE, Kleber G. "Física x Filmes de Ficção Científica"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/curiosidades/erros-em-filmes-de-ficcao.htm>. Acesso em 18 de outubro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA