Topo
pesquisar

Borboletas (Ordem Lepidoptera, grupo Rhopalocera)

Animais

PUBLICIDADE

Reino Animalia
Filo Arthropoda
Classe Insecta
Ordem Lepidoptera

Borboletas são animais pertencentes à Ordem Lepidoptera, divididas em seis famílias: Hesperiidae, Papilionidae, Pieridae, Nymphalidae, Riodinidae e Lycaenidae. Elas podem, também, ser classificadas como integrantes do grupo Rhopalocera, diferenciando-as das mariposas, que compreendem o restante dos lepidópteros, grupo Heterocera. No entanto, vale lembrar que, apesar de serem amplamente considerados no meio acadêmico, tais grupos não possuem valor taxonômico.

De corpo mole, com diversas estruturas sensoriais, e cobertas por escamas pigmentadas, estas criaturas aladas possuem peças bucais adaptadas para sugar o néctar de flores, auxiliando, neste ato, à polinização de tais estruturas reprodutivas. Flores vistosas, e com odor forte e adocicado, são as mais atrativas para elas.

As borboletas são diurnas; e passam por estágios bem definidos, até se tornarem adultas, quando são capazes de se reproduzir e completar seu ciclo de vida. São eles: ovo, larva, pupa, imago e adulto. Durante o período larval, também são chamadas de lagartas; e as pupas, de crisálidas.

Na maioria desses estágios, as borboletas podem apresentar colorações que, ecologicamente falando, se tornam muito importantes: coloração de aviso (ou aposematismo): cores fortes, geralmente em tons vermelhos, amarelos, laranjas e/ou pretos, anunciando a um futuro predador que possivelmente possuem veneno ou sabor ruim; cores miméticas: o indivíduo se apresenta semelhante a outro animal, potencialmente perigoso ou impalatável; e coloração críptica: coloração semelhante ao ambiente, permitindo sua camuflagem. As lagartas também podem apresentar pelos que causam irritação no corpo do predador, ao encostá-las, e também estruturas que eliminam odores tóxicos.

Em razão de tais peculiaridades, suas interações nas teias alimentares, e também por serem muito sensíveis a alterações ambientais, as borboletas são animais de grande interesse científico. Em muitos casos, sua presença ou ausência, em locais específicos, pode indicar a qualidade ambiental, sendo tal parâmetro um argumento viável para estabelecer estratégias de conservação naquela área.

Por Mariana Araguaia
Bióloga e especialista em Educação Ambiental

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Borboletas (Ordem Lepidoptera, grupo Rhopalocera)"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/animais/borboleta.htm>. Acesso em 30 de abril de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA