Como o medicamento sabe onde está a dor?

Saúde na escola

PUBLICIDADE

Você já se perguntou como um medicamento é capaz de identificar a dor em diferentes partes do nosso corpo? Quando estamos com dor de cabeça, por exemplo, ingerimos um analgésico e, após algum tempo, a dor desaparece, como se o medicamento soubesse exatamente onde agir. Por incrível que pareça, o medicamento não sabe exatamente onde deve atuar, mas seus componentes são capazes de identificar o local onde a dor está sendo produzida e fazer com que essa sensação desagradável seja interrompida.

Apesar de os medicamentos que interrompem a dor serem bastante difundidos comercialmente, o ideal é que eles não sejam utilizados sem que se saiba a real causa da dor. Isso se deve ao fato de que a dor indica que algo está errado em nosso organismo e o uso desses medicamentos pode mascarar o problema.

Leia também: Diferença entre remédio e medicamento

O que é dor?

Antes de compreendermos melhor a ação dos medicamentos, devemos compreender inicialmente o que é a dor. A dor é frequentemente definida como uma experiência sensorial e emocional desagradável. Pode apresentar diferentes intensidades e é percebida de maneira diferente por cada pessoa, sendo, portanto, uma sensação individual.

A dor é uma sensação individual, portanto é percebida de diferentes formas por cada indivíduo.
A dor é uma sensação individual, portanto é percebida de diferentes formas por cada indivíduo.

A dor pode ser classificada em dois grupos básicos: a dor aguda e a dor crônica. A dor aguda é aquela que apresenta uma duração curta, e a dor crônica é aquela que perdura por mais de seis meses. A dor aguda pode ocorrer quando temos um infarto ou nos cortamos com algum objeto, por exemplo. A dor crônica, por sua vez, pode ser vivida por pessoas que possuem enxaqueca ou enfrentam a luta contra o câncer.

É importante salientar que a dor é um sinal de que algo não está bem em nosso corpo, sendo assim, ao usarmos medicamentos que interrompem a dor, podemos mascarar um problema enfrentado pelo organismo. O ideal, portanto, é que não tomemos medicamentos sem sabermos o que pode estar causando a dor e que nunca façamos automedicação. Devemos sempre respeitar a recomendação dos médicos.

Leia também: O que é natural não faz mal?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como o medicamento sabe onde está a dor?

Os medicamentos utilizados no tratamento para a dor podem ser administrados de diferentes formas, como por via intravenosa, intramuscular ou oral. Como a maioria das pessoas faz uso de medicamentos por via oral, utilizaremos essa forma de administração para entendermos melhor o caminho que o medicamento faz em nosso corpo.

Quando ingerimos um medicamento para dor, ele segue pelo nosso sistema digestório, sendo absorvido, principalmente, no intestino. Os componentes desse medicamento seguem então para a corrente sanguínea, onde terão acesso a diferentes partes do nosso corpo, incluindo a região na qual estamos sentindo dor.

 A utilização de medicamentos para controlar a dor pode mascarar doenças importantes. Não se automedique!
A utilização de medicamentos para controlar a dor pode mascarar doenças importantes. Não se automedique!

O princípio ativo do medicamento, ou seja, a substância que apresenta o efeito terapêutico, atua em locais predeterminados do nosso organismo. Isso ocorre porque, nesses locais, existem receptores específicos e o efeito do medicamento só ocorre quando o princípio ativo liga-se a esses receptores. Após realizar a ligação, os princípios ativos desencadeiam diferentes respostas no organismo, como o fim da dor.

De maneira geral, o mecanismo de ação dos analgésicos (medicamentos usados em casos de dor) baseia-se na inibição da síntese das chamadas prostaglandinas, mediadores químicos que são responsáveis pela dor. As prostaglandinas são produzidas, geralmente, em locais onde há infecções ou danos teciduais. Como o medicamento está circulando pela corrente sanguínea, ao chegar a esses locais, passa a atuar de modo a impedir a continuação da liberação dessa substância, eliminado, dessa forma, a dor.



Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Como o medicamento sabe onde está a dor?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/saude-na-escola/como-o-medicamento-sabe-onde-esta-a-dor.htm. Acesso em 26 de maio de 2020.

A dor de cabeça é um problema comum nas sociedades atuais.
Doenças e patologias Dor de cabeça
A dor nos olhos pode indicar problemas graves de saúde
Saúde na escola Dor nos olhos
As dores nos avisam quando algo não vai bem
Biologia Dor