Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Rômulo e Remo

Rômulo e Remo são dois personagens de uma das lendas mais importantes da mitologia romana, ligada à fundação de Roma.

Estátua dos irmãos Rômulo e Remo sendo amamentados pela loba.
Personagens da lenda ligada à fundação de Roma, Rômulo e Remo foram resgatados e amamentados por uma loba.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Rômulo e Remo são dois personagens de uma das lendas mais importantes da mitologia romana, ligada à fundação de Roma. Essa lenda narra a história dos irmãos gêmeos Rômulo e Remo, mas também fala da cidade de Roma, capital do Império Romano, tratando do surgimento dessa cidade que foi uma das mais importantes da Antiguidade.

Netos do rei de Alba Longa, Rômulo e Remo foram abandonados pelo usurpador do trono da cidade. Depois disso, foram resgatados por uma loba e criados por um pastor de ovelha. Quando adultos, destituem o usurpador do trono de Alba Longa, retornando o poder para o seu avô. Posteriormente, Rômulo funda Roma e assassina o seu irmão.

Leia também: Roma Antiga — detalhes sobre uma das maiores civilizações da história da humanidade

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Rômulo e Remo

  • Rômulo e Remo são dois personagens de uma das lendas mais importantes da mitologia romana.
  • A lenda de Rômulo e Remo conta a história de suas vidas e fala da fundação da cidade de Roma.
  • Na lenda, Rômulo e Remo são filhos de Reia Sílvia e do deus Marte.
  • Foram abandonados em uma cesta no rio Tibre, sendo resgatados por uma loba.
  • Rômulo fundou a cidade de Roma no mesmo dia em que assassinou o seu irmão.

Quem são Rômulo e Remo?

Rômulo e Remo são irmãos gêmeos que fazem parte da lenda que narra o surgimento da cidade de Roma, uma das lendas mais tradicionais da mitologia romana.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Qual é a lenda de Rômulo e Remo?

A lenda de Rômulo e Remo é uma lenda que não só conta a história desses irmãos gêmeos, mas também conta da fundação de Roma. Primeiramente, Rômulo e Remo eram filhos de Reia Sílvia, princesa de Alba Longa, cidade latina na região central da Península Ibérica. Essa cidade era governada por Numitor, descendente de Eneias, um sobrevivente da Guerra de Troia que fugiu da cidade quando ela foi destruída pelos aqueus.

Reia Sílvia era filha de Numitor, mas o seu pai foi destronado repentinamente. O responsável pelo ato foi Amúlio, irmão de Numitor e tio de Reia. Amúlio baniu Numitor e decidiu assassinar todos os filhos do rei e transformar sua única filha – Reia – em uma vestal – sacerdotisa da deusa Vesta.

As sacerdotisas da deusa Vesta eram conhecidas por manter a sua castidade durante toda a sua vida, mas Reia quebrou esse juramento quando engravidou de Rômulo e Remo. Uma das versões da lenda afirma que Reia engravidou de Marte, deus da guerra, e que sua gravidez teria sido resultado de um estupro.

Logo após o nascimento, Amúlio ordenou que Rômulo e Remo fossem lançados no rio Tibre para que lá morressem. Um servo do rei foi encarregado da missão, mas ele colocou as duas crianças em um cesto o qual depositou no rio, sendo levado pelas águas. Um pouco depois a cesta encalhou na margem do rio com o monte Palatino.

Depois de encalharem nas margens do rio Tibre, Rômulo e Remo foram encontrados por uma loba que os protege e os amamenta, garantindo a sua sobrevivência. Posteriormente eles foram encontrados por um criador de ovelhas chamado Fáustulo, que adota as crianças e as cria como se fossem seus próprios filhos junto de sua esposa, Aca Larência.

Rômulo e Remo cresceram, tornando-se pastores de ovelha assim como o seu pai adotivo. Em um certo momento, Remo foi sequestrado por pastores que trabalhavam para Amúlio e levado para ser aprisionado em Alba Longa. Rômulo decidiu ir a Alba Longa para resgatar o seu irmão.

Chegando em Alba Longa, Rômulo descobriu a real história dele e de seu irmão, sendo informado de que ele era neto do verdadeiro rei de Alba Longa, Numitor. Ele resgatou o seu irmão e liderou uma revolta que resultou na morte de Amúlio. O trono de Alba Longa foi oferecido para os dois irmãos, mas eles decidiram restabelecer Numitor no poder.

Depois de rejeitarem assumir o poder de Alba Longa, Rômulo e Remo partiram em busca do objetivo de fundarem a própria cidade. Esse assunto, no entanto, gerou um grave desentendimento entre os dois irmãos, pois Rômulo queria fundar a cidade sobre o Palatino e Remo queria fundar a cidade sobre o Aventino.

O desentendimento em relação a onde construir a cidade resultou no assassinato de Remo pelo próprio irmão, Rômulo. As versões dessa lenda apresentam diferentes motivos que levaram Rômulo a assassinar o seu irmão, e a fundação de Roma teria acontecido no dia em que Remo foi assassinado.

Acesse também: Irmãos Graco — irmãos que também tiveram grande importância na história da Roma Antiga

Roma e sua fundação mitológica

A cidade de Roma foi uma das mais importantes da história, sendo que sua fundação foi alvo de uma das lendas mais populares da mitologia romana. A lenda da fundação de Roma procurava explicar a origem da cidade de Roma, relacionando-a diretamente com a ação dos deuses. E essa lenda é considerada um mito de origem que procura colocar a cidade de Roma como predestinada a ser grandiosa porque surgiu graças ao favor divino.

Essa relação se dá porque os protagonistas da lenda, os irmãos gêmeos Rômulo e Remo, são considerados filhos de Marte, deus romano da guerra, além de eles serem predestinados a uma vida gloriosa, pois contaram com o favor dos deuses em diversos momentos de suas vidas. A lenda atribui a fundação da cidade de Roma ao dia 21 de abril de 753 a.C.

A importância dessa lenda para a história romana é tamanha que a loba que amamentou os irmãos gêmeos, quando eram dois recém-nascidos, é um símbolo importante da cidade, sendo conhecido como “La lupa capitolina”. Os historiadores acreditam que a lenda remonta ao século III a.C., mas, lenda à parte, sabe-se que a cidade de Roma surgiu a partir da fusão de várias aldeias latinas na região central da Península Itálica no século VIII a.C.

Roma na história da Antiguidade

Fundada por povos latinos no século VIII a.C., a cidade de Roma tornou-se uma das maiores cidades da Antiguidade, formando um império de gigantescas dimensões territoriais. A história romana foi dividida em três fases, que são:

Fontes

Bustamante, Regina Maria da Cunha. Rômulo e Remo: escritos e ritos. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4404503/mod_resource/content/1/CORNELL%202_Origens_de_Roma.pdf.

Fleming, Maria Isabel D’Agostino. Introdução à história e arqueologia de Roma. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4404503/mod_resource/content/1/CORNELL%202_Origens_de_Roma.pdf.

Cartwright, Mark. Mars. Disponível em: https://www.worldhistory.org/Mars/.

Garcia, Brittany. Romulus and Remus. Disponível em: https://www.worldhistory.org/Romulus_and_Remus/.

Miate, Liana. Aeneas. Disponível em: https://www.worldhistory.org/Aeneas/ .

Hyden, Marc. The Legend of Romulus. Disponível em: https://www.worldhistory.org/article/1664/the-legend-of-romulus/.

Wasson, Donald L. Roman Mythology. Disponível em: https://www.worldhistory.org/Roman_Mythology/.

Gill, N. S. Romulus – Roman Mythology about founding and first king of Rome. Disponível em: https://www.thoughtco.com/romulus-roman-mythology-119619.

Escritor do artigo
Escrito por: Daniel Neves Silva Formado em História pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) e especialista em História e Narrativas Audiovisuais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua como professor de História desde 2010.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Rômulo e Remo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/romulo-e-remo.htm. Acesso em 15 de abril de 2024.

De estudante para estudante