Topo
pesquisar

Primeiro Triunvirato

História Geral

PUBLICIDADE

Após a revolta de escravos liderada por Espártaco, notamos que novos generais ascenderam ao poder político em Roma. No ano de 70 a.C., Licínio Crasso e Pompeu foram eleitos ao cargo de cônsul com o apoio de boa parte da população romana. Em sinal de retribuição, os dois políticos restituíram o cargo de tribuno da plebe; estabeleceram a divisão equânime dos tribunais entre os aristocratas, militares e plebeus; e fizeram com que os plebiscitos tivessem força de lei.

Nesse mesmo tempo, os generais Júlio César e Cícero ganhavam importante destaque político. O primeiro se destacava pelas grandes conquistas militares realizadas na região da Gália, conquistava a admiração de seus comandados e se declarava filiado ao partido popular. Já Cícero era um grande advogado que projetou o seu nome defendendo a vigência do regime republicano. Politicamente, o orador acabou se juntando aos partícipes do partido aristocrático.

Em 60 a.C., Pompeu, Crasso e Júlio César unificaram seu poder político e assim estabeleceram a formação do Primeiro Triunvirato. Tal mudança empreendia o enfraquecimento do papel dos senadores e reforçava o mando daquelas três figuras afamadas entre a população romana. No ano de 55 a.C., ficava determinado que Júlio César comandaria a província da Gália; Crasso, a Síria; e Pompeu, a Península Ibérica. À primeira vista, o poder e a autoridade dos triúnviros estavam sob equilíbrio.

No ano de 53 a.C., a morte de Crasso na campanha militar contra os partas desenvolveu um novo rearranjo nas relações de poder em Roma. Em 54 a.C., a morte da esposa de Pompeu, Júlia, rompia os laços familiares entre Pompeu e Júlio César, pai da jovem. Dessa forma, com o fim do equilíbrio do triunvirato, esses dois generais passariam a traçar estratégias para comandar Roma sozinho. Apoiado pelo Senado, Pompeu deu o primeiro passo ao ser eleito como cônsul único.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No ano de 50 a.C., César foi impedido de voltar ao consulado quando o Senado impôs uma lei que exigia que os candidatos a cônsul habitassem a cidade de Roma durante a campanha. Como César estava ocupado com a administração da Gália, ficava desse modo impedido de concorrer às eleições. Ao buscar um acordo com os magistrados romanos, o general acabou tendo seu pedido de candidatura anulada. Foi então que ele decidiu realizar uma das mais ousadas ações militares de sua vida.

Ignorando a autoridade do Senado, Júlio César congregou as suas legiões, atravessou o rio Rubicão e invadiu a cidade de Roma. Após capturar Pompeu e os senadores que se opunham à sua atuação política, o general foi transformado em ditador com a aprovação de boa parte da população romana. Assumindo diversas funções simultaneamente, ele acabou minando a autoridade senatorial e ficando acima das instituições que regulamentavam a República Romana.

Por Rainer Sousa
Mestre em História
Equipe Brasil Escola

Roma Antiga - Idade Antiga
História Geral - Brasil Escola

O Primeiro Triunvirato indicava a crise de poder que assolaria a República Romana.
O Primeiro Triunvirato indicava a crise de poder que assolaria a República Romana.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rainer Gonçalves. "Primeiro Triunvirato"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/primeiro-triunvirato.htm. Acesso em 16 de outubro de 2019.

Assista às nossas videoaulas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola