Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Regência do verbo responder

Em se tratando da regência do verbo responder, ele se classifica como transitivo indireto e como bitransitivo, obedecendo a algumas particularidades.

O verbo responder, em se tratando da regência, constitui-se de aspectos específicos
O verbo responder, em se tratando da regência, constitui-se de aspectos específicos
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Inicio nossa discussão, indagando-lhe:

Você responde a questão ou à questão?

Deparamo-nos com um caso relacionado à regência verbal que, semelhantemente a tantos outros fatos linguísticos, constitui-se de traços peculiares. Peculiaridades essas que dizem respeito ao contexto em que se dá uma determinada situação comunicativa, haja vista que um mesmo verbo pode ou não se apresentar precedido da preposição.

Nesse sentido, voltando à questão anterior, afirma-se que o verbo em questão se classifica como transitivo indireto mesmo quando o complemento dele não se referir à pessoa, como é o que ocorre no exemplo a que fazemos referência.  Assim, pode ele aparecer sem o artigo, como é o que acontece em responder “a questões”, como pode também aparecer com a presença dele, ou seja: responder às questões.

Ainda falando sobre o verbo em pauta, vale mencionar que de acordo com algumas concepções atribuídas a determinados usuários da língua, ele se classifica como bitransitivo, tornando-se semelhante a tantos outros, isto é, representando objeto direto de coisa e objeto indireto de pessoa. Contudo, cabe afirmar que ele assim pode se classificar, desde que se constitua dos dois objetos de forma simultânea.  Assim, constatemos os exemplos que seguem:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O aluno respondeu a pergunta ao professor (objeto direto de coisa – a pergunta, e indireto de pessoa – ao professor)

No caso de haver apenas um complemento, ele sempre irá se classificar como transitivo indireto, fato que se torna perfeitamente comprovado em “você responde à questão”.

Somando-se a tais pressupostos, outro aspecto que a ele podemos atribuir, caracteriza-se pelo fato de ele ser concebido como dicendi, ou seja, aquele verbo que anuncia uma declaração, tanto no discurso direto quanto no indireto:

Os alunos responderam que já haviam respondido a atividade literária.


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "Regência do verbo responder"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/regencia-verbo-responder.htm. Acesso em 29 de junho de 2022.

De estudante para estudante


Qual a diferença entre os “porquês”?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

Qual a diferença entre frase e oração?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

PUBLICIDADE

Estude agora


Viúva Negra: o contexto sociopolítico da criação da personagem

Uma das mais importantes peças dos Vingadores, a Viúva Negra (apresentada primeiramente na pele da personagem Natasha...

Tempos verbais

Pretérito, presente ou futuro são tempos verbais que exprimem uma variação que indica o momento em que se dá o...